Alessandro Scarlatti (1660-1725): La Folia e Duas Cantatas

O destaque disparado deste CD são as lindíssimas Variações sobre La Folia (faixa 12), escritas para cravo e sem mostrar o tema claramente. Um espanto que talvez vença Marais em nossa grande final de Folias. As duas cantatas são mais ou menos. Muitos recitativos pro meu gosto.

Alessandro Scarlatti, cujo nome verdadeiro era Pietro Alessandro Gaspari, foi um compositor italiano de grande importância para a música lírica do período barroco. Seu trabalho foi fundamental para o desenvolvimento da ópera séria e da ópera bufa (ópera cômica) do seu tempo. Ele é considerado o pai da escola napolitana de ópera, a qual contou, mais tarde, com membros como Leonardo Leo, Leonardo Vinci, Giovanni Pergolesi e Johann Adolfo Hasse, entre outros.

Dentre as obras principais de Scarlatti merecem destaque as óperas Carlo, Re d’Allemagna (1716), Telemaco (1718) e La Griselda (1721). Além das óperas, Alessandro Scarlatti também ficou famoso por suas cantatas de câmara. Foi pai de dois outros compositores, Domenico Scarlatti (1685-1757) e Pietro Filippo Scarlatti (1679-1750), e irmão mais velho de Francesco Scarlatti (1666-1741), também compositor, ainda que de menor expressão em comparação com Alessandro e Domenico.

As óperas de Alessandro Scarlatti são dotadas de alto nível musical e influenciaram compositores dos mais variados países. Do ponto de vista da ação dramática, porém, ficam a dever para as composições de autores que o sucederam, como Händel e Vivaldi. As aberturas das óperas de Alessandro Scarlatti, chamadas sinfonias, consistiam geralmente de três movimentos: rápido, lento e rápido. Essa forma se tornou de grande importância na criação posterior da sinfonia clássica para orquestra.

Alessandro Scarlatti foi um compositor de extraordinário talento criativo. Sua obra compreende nada menos que 115 óperas, 150 oratórios e mais de 500 cantatas, além de composições instrumentais. A música de Scarlatti forma um importante elo entre a música vocal do início do barroco italiano do século XVII, centrada em Florença, Veneza e Roma, e a escola clássica do século XVIII, que culmina em Haydn (1732-1809) e Mozart (1756-1791).

Alessandro Scarlatti (1660-1725): La Folia e Duas Cantatas

Correa Nel Seno Amato, Cantata (23:51)
1 Sinfonia And Balletto 2:26
2 Recitativo, Correa Nel Seno Amato 5:12
3 Aria, Ombre Opache Che Il Chiarore 3:19
4 Recitativo, Curilla, Anima Mia 0:45
5 Ritornello And Aria, Fresche Brine Che Pitose 1:51
6 Recitativo, Piante Insensate E Fide 0:59
7 Aria, Idolo Amato, Tormento Del Core 1:43
8 Recitativo, Ma Voi, Occhi Dolenti 1:50
9 Aria, Onde Belle, Che Pietose Questri Prati Rinfrescate 2:12
10 Recitativo, Curilla, Anima Mia 2:20
11 Recitativo Accompagnato, Volea Più Dir Daliso 1:14

12 Variations On La Folia, Solo Harpsichord 13:12

Già Lusingato Appieno, Cantata (14:41)
13 Sinfonia 3:23
14 Recitativo, Già Lusingato Appieno 1:56
15 Aria, Cara Sposa 1:36
16 Recitativo, Cada, Cada Sù L’empie Schiere 1:07
17 Aria, Sento L’aura Che Fedele 1:44
18 Recitativo, Al Trono, Al Trono Si Noi Nella Prole 0:39
19 Aria, Se V’è Mai Chi Fissi Il Ciglio Nel Mio Figlio 2:05
20 Recitativo, Disse, Disse E Baciò La Sposa 2:08

Harpsichord – Robert Woolley
Soprano Vocals – Lynne Dawson
Viola da Gamba – Richard Boothby
Violin – Catherine Mackintosh, Elizabeth Wallfisch

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

epa03111742 A carnival goer wearing a costume poses on San Marco Square during the Carnival in Venice, 18 February 2012. EPA/ANDREA MEROLA

PQP

Deixe uma resposta