Evaristo Felice Dall’Abaco (1675-1742): Concerti A Più Instrumenti Opera Sesta

Evaristo Felice Dall’Abaco (1675-1742): Concerti A Più Instrumenti Opera Sesta

Um bom disco de música barroca italiana. Mas Dall’Abaco não é Vivaldi, nem Corelli. Embora se trate de concertos sem instrumentos declaradamente solo ou concertante, o primeiro violino pode ter breves seções concertantes. Os modelos de Vivaldi, ou mais corretamente os modelos italianos da primeira metade do século, são evidentes: escrita extremamente fluente, raro uso de contraponto imitativo, predomínio da melodia. Dall’Abaco é um sujeito bem famoso em Verona. O cara era veronês e dá nome ao conservatório musical da cidade. Está escrito lá: Conservatorio Statale di Musica Evaristo Felice Dall’Abaco, Alta Formazione Artistica e Musicale. Trata-se de uma região muito musical, a gente anda na rua e os cartazes colados nas paredes e bancas, em vez de anunciar a Ivete Sangalo ou o grupo de rock da cidade, anunciam trios de Shostakovich ou a próxima atração da Arena. É outro mundo. Quando conheci a Piazza Bra em 2006, pensei que ali poderia ser o meu lugar se fosse rico; até hoje dou frequentemente uma olhada em como está a minha Piazza com uma webcam que transmite 24 horas sua situação. Estamos de olho!

Mas, não obstante as exigências neuróticas de genialidade de nosso blog, Evaristo foi um grande compositor. Aluno de Torelli, recebeu enorme influência de Corelli e Vivaldi, porém tem voz própria e original. Dall`Abaco acabou como Kammermusicker de Maximiliano Emanuel I. Ficou pouco tempo na Bavária, teve que fugir junto para a Bélgica após uma derrota militar. Viveu anos em Bruxelas e compôs também para cortes francesas e holandesas. Eu querendo ir morar em Verona e o compositor de cidade só fugiu por toda sua vida…

A propósito, eu me apaixonei pelo Concerto V In Sol.

Evaristo Felice Dall’Abaco (1675-1742): Concerti A Più Instrumenti Opera Sesta

CD 1
Concerto XII In Re
1-1 Allegro
1-2 Grave
1-3 Allegro ma Non Troppo
Concerto IV In Si Minore
1-4 Allegro
1-5 Adagio
1-6 Allegro
Concerto II In Mi
1-7 Allegro Ma Non Troppo
1-8 Aria. Cantabile
1-9 Allegro Assai
Concerto III In Fa
1-10 Allegro
1-11 Largo Sempre Piano
1-12 Allegro E Spiritoso
Concerto I In Do
1-13 Allegro
1-14 Largo
1-15 Presto E Spiccato
Concerto VIII In Re
1-16 Allegro
1-17 Largo
1-18 Allegro
CD 2
Concerto VII In La
2-1 Allegro
2-2 Grave
2-3 Presto
Concerto XI In Mi
2-4 Allegro
2-5 Aria. Cantabile
2-6 Allegro E Spiritoso
Concerto X In Do
2-7 Allegro
2-8 Largo
2-9 Allegro
Concerto IX In Sib
2-10 Allegro Ma Non Troppo
2-11 Largo Assai
2-12 Allegro Assai
Concerto V In Sol
2-13 Allegro E Vivace Assai
2-14 Aria. Adagio Cantabile
2-15 Allegro
Concerto VI In Fa
2-16 Allegro
2-17 Adagio
2-18 Allegro Ma Non Troppo
2-19 Allegro Assai

Il Tempio Armonico
Orchestra Barocca Di Verona
Alberto Rasi

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

PQP

Música Barroca de Câmera com Bandolins – Artemandolino

Música Barroca de Câmera com Bandolins – Artemandolino

dall’Abaco · Arrigoni

Castello · Matteis · Weiss

Vivaldi · Fasch

Uccellini

Artemandoline

 

Em abril de 2019 éramos felizes sem o saber e eu postei um álbum maravilhoso – uma coletânea de peças barrocas interpretadas pelo Palladian Ensemble, com o cativante nome An Excess of Pleasure. Duas faixas daquele álbum me chamaram demais a atenção – Aria sopra la Bergamasca, de Marco Uccellini, e uma Ayre de Nicola Matteis chamada Diverse bizzarie sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona.

Pois não foi com pouco espanto que reencontrei as duas peças neste álbum da postagem, aqui com outras plumas, interpretadas por um conjunto de bandolins. Em italiano, mandolinos. Como gostei do disco todo, presto postei-o.

Bandolineros…

A palavra mandola surgiu pela primeira vez como referência a um instrumento musical nas descrições do casamento de Ferdinando de Medici e Christiane of Lorraine, em Florença. O grande construtor de instrumentos Stradivarius definiu mandola como um instrumento de tamanho médio com o tampo em forma de uma amêndoa, um tipo de alaúde, e usou a palavra mandolino para descrever o mesmo instrumento em tamanho menor. Outras denominações são leutino e armandolino.

A esta altura você deve estar impressionado com minha erudição e perguntando-se como o René sabe de tudo isto? Bom, revelo o segredo: li no livreto que acompanha o arquivo de músicas…

Além das lindas peças de Uccellini e Matteis, temos um concertinho de Vivaldi, sonatas de Evaristo Felice dall’Abaco, Carlo Arrigoni e Dario Castello, Domenico Scarlatti e duas peças dos teutônicos John Sigismund Weiss e Johann Friedrich Fasch. John Sigismund era irmão de Silvius Leopold Weiss e de Jiuliana Margaretha, filhos de Johann Jacob Weiss. Todos grandes alaudistas. Silvius Leopold era amigo de Wilhelm Friedemann Bach e conheceu Johann Sebastian por ele.

O disco é uma festa de sonoridades agradabilíssimas, com produção impecável e variação suficiente nos andamentos das peças. Prepare-se para uma hora de grandes prazeres…

Uccellini

Evaristo Felice dall’Abaco (1675 – 1742)

Concerto a più instrumenti Op. V. 6

  1. Allegro
  2. Aria cantabile
  3. Ciacona alegro spiccato – Rondeau
  4. Allegro

Carlo Arrigoni (1697 – 1744)

Sonata per mandolino basso

  1. Preludio
  2. Allegro
  3. Adagio
  4. Allegro

Dario Castello (Veneza, século 17)

Sonata seconda a soprano solo

  1. Sonata

Nicola Matteis (1670 – 1749)

Ayr

  1. Diverse bizzarie sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona

Domenico Scarlatti (1685 – 1757)

Sonata K. 89

  1. Allegro
  2. Grave
  3. Allegro

John Sigismund Weiss (c1690 – 1737)

Concerto em ré minore

  1. Concerto

Antonio Vivaldi (1678 – 1741)

Concerto da ripieno in do maggiore

  1. Allegro
  2. Andante
  3. Ciacona

Johann Friedrich Fasch (1688 – 1758)

Sonata d-moll

  1. Largo
  2. Allegro
  3. Largo
  4. Allegro

Marco Uccellini (1603 – 1680)

La Bergamasca

  1. Aria sopra la Bergamasca

ArteMandoline

Ensemble baroque

Juan Carlos Muñoz, mandoline & mandole baroque

Mari Fe Pavón, mandoline baroque

Alla Tolkacheva, mandoline & mandole baoque

Manuel Muñoz, guitare baroque & luth renaissance

Jean-Daniel Haro, viola de gambe & violone

Jean-Christophe Leclère, clavecin

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 337 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 162 MB

Artemandoline dando uma palhinha para o pessoal do PQP Bach Corp. e convidados, pouco antes da pandemia…

Na contracapa do álbum podemos ler muitas loas ao conjunto… Their playing is expressive, their dinamics extremely flexible, the suppleness of their phrasing inpregnated with warmth and generosity, and their virtuosityis extraordinary.

Depois diga-me você…

Aproveite… e cuide-se!

René Denon

Evaristo Felice Dall’Abaco (1675 – 1742) – Concerti

É um sujeito bem famoso em Verona, a cidade na qual sonho morar um dia. Dall`Abaco é veronês e dá nome ao conservatório musical da cidade. Está escrito lá: ISTITUZIONE DI ALTA CULTURA, Alta Formazione Artistica e Musicale. E é. Trata-se de uma região muito musical, a gente anda na rua e os cartazes colados nas paredes e bancas, em vez de anunciar a Ivete Sangalo ou o grupo de rock da cidade, anunciam trios de Shostakovich ou a próxima atração da Arena. É outro mundo. Quando conheci a Piazza Bra em 2006, pensei que ali poderia ser o meu lugar se fosse rico; até hoje dou freqüentemente uma olhada em como está a minha Piazza com uma webcam que transmite 24 horas sua situação. Estou de olho!

Mas Evaristo foi um grande compositor. Aluno de Torelli, recebeu enorme influência de Corelli e Vivaldi, porém tem voz própria e original. Este CD do Concerto Köln demonstra sua boa qualidade como compositor. Köln? Pois é, Dall`Abaco acabou como Kammermusicker de Maximiliano Emanuel I. Ficou pouco tempo na Bavária, teve que fugir junto com Mad Max para a Bélgica após uma derrota militar. Viveu anos em Bruxelas e compôs também para cortes francesas e holandesas. Eu querendo ir morar em Verona e o compositor de cidade só fugiu por toda sua vida…

Sobre o Concerto Köln: já conhecia estes concertos de Dall`Abaco e fiquei surpreso com a gana utilizada pelo conjunto de Colônia. São latinos? Ouçam o Presto assai – Adagio – Prestissimo – Adagio do Op. 5 Nro. 3. Perto da gravação que possuía e apesar do efetivo reduzido, o pessoal de Colônia arrasa a igreja de San Fermo. Será que Dall`Abaco gostaria ou preferiria a romantizante gravação que eu ouvia antes?

Concerti

1. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 1 In D Minor: Largo
2. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 1 In D Minor: Allegro
3. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 1 In D Minor: Andante
4. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 1 In D Minor: Allegro assai

5. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 4 In A Minor: Aria: Allegro
6. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 4 In A Minor: Largo
7. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 4 In A Minor: Presto

8. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 5 In G Minor: Largo
9. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 5 In G Minor: Allegro e spiritoso
10. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 5 In G Minor: Grave
11. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 5 In G Minor: Allegro

12. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 7 In C Major: Largo andante
13. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 7 In C Major: Allegro – Adagio
14. Concerti a quattro da chiesa Op. 2, No. 7 In C Major: Presto

15. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 3 In E Minor: Allegro
16. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 3 In E Minor: Adagio cantabile
17. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 3 In E Minor: Presto assai – Adagio – Prestissimo – Adagio
18. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 3 In E Minor: Largo
19. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 3 In E Minor: Primo Passepied – Secondo Passepied

20. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 5 In C Major: Allegro
21. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 5 In C Major: Grave
22. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 5 In C Major: Allegro assai
23. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 5 In C Major: Rondeau: Allegro

24. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 6 In D Major: Allegro
25. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 6 In D Major: Aria: Cantabile
26. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 6 In D Major: Ciaconna: Allegro e spiccato
27. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 6 In D Major: Rondeau: Allegro
28. Concerti a piu Istrumenti Op. 5, No. 6 In D Major: Allegro

29. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 5 In G Major: Allegro e vivace assai
30. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 5 In G Major: Aria: Adagio cantabile
31. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 5 In G Major: Allegro

32. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 11 In E Major: Allegro
33. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 11 In E Major: Aria: Cantabile
34. Concerti a piu Istrumenti Op. 6, No. 11 In E Major: Allegro e spiritoso

Concerto Köln

BAIXE AQUI (Parte 1) – DOWNLOAD HERE (Part 1)

BAIXE AQUI (Parte 2) – DOWNLOAD HERE (Part 2)