TRILHA SONORA DO BAILE DE DEBUTANTES DE PQP BACH – André Rieu (1949) – Valses

TRILHA SONORA DO BAILE DE DEBUTANTES DE PQP BACH – André Rieu (1949) – Valses

(São 20h, preparem-se para o Baile.

PQP vai debutar!)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Estava absorto em meio aos afazeres do meu trabalho, mas o telefone insistia em tocar. Não quis atender nas primeiras vezes, pois vinha com DDI de outro país.

“Deve ser trote, golpe”, pensei.

De tanto que o aparelho insistia em vibrar, parecendo uma tupia em cima da minha mesa, resolvi aquiescer aos caprichos do telemóvel. Atendi.

Monsieur Pequepê? – uma voz estranha perguntou.

– Pois não? É ele – respondi, sem muita empolgação.

– Je soube que o senhorr está completando quinze anôs de seu maraveilleuse blog! Prrecisamos fazer uma comemorraciôn desse début!

“O que é isso? O Jacquin me ligando?”, imaginei franzindo o cenho e tapando o fone do aparelho…

– Sim… Mas… Quem é que está falando?!

– André Rieu, monsieur Pequepê! Non está me reconociendo?

– Baaaah… (entre perplexo e incrédulo, só me sobrou a exclamação).

– Non se prreocupe, monsieur Pequepê! Je já preparrê uma prrogramaciôn muito especial parra essa data ton festiva! Te enviê algo mui adequado parra este début! Una fête com um reperrtórrio todo especial parra sus quinze anôs de blog! Monsieur merece um début em gran estilô!

Tu tu tu tu tu…

Rieu desligou todo empolgado.

Fiquei de boca aberta olhando para as prateleiras por um tempo. Situação estranha! Bah!

Depois, conferindo meus e-mails, eis que a “programaciôn especial” de Rieu estava na minha caixa de entrada. Como, embora temperamental, eu não gosto de fazer desfeitas, está aí o presente que Monsieur Rieu preparou para o PQPBach na nossa festa de debutante!

PQP, 15 anos! Quem diria…

André Rieu (1949)
Valses (1997)

Dmitri Shostakovich (1906-1975)
1. Valsa nº 2
John Strauss IIFranz Léhar –  Emmerich Kálmán
2. Como um espírito alegre – Danúbio Azul – Rosas do Sul – Sangue Vienense – Lábios em silêncio – Quero dançar – Rosas do sul
Johann Strauss II (1825-1899)
3. Sob Trovões y relâmpagos
Anton Karas (1906-1985)
4. O terceiro homem
Emmerich Kálmán (1882-1953)
5. Ven Zigány
Josef Strauss (1827-1870)
6. Andorinhas da Áustria
Franz Léhar (1870-1948)
7. Canção de Vilja
Johann Strauss II (1825-1899)
8. Vida de artista
9. Marcha persa
Ralph Benatzky (1884-1957)
10. Em um Cavalo branco
Rudolf Sieczynski (1879-1952)
11. Viena, Viena, somente tu
Ferry Wunsch (1901-1963)
12. Heut’ kommen d’Engelrn auf urlaub nach Wien
Ludwig Gruber (1874-1964)
13. Minha mãe era vienense
Johann Strauss II (1825-1899)
14. Rosas do Sul

Gravado na Espanha
Johann Strauss Orchestra
André Rieu, regente
1997 (CD)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (62Mb)
…Mas comente… Comemore conosco…

Bisnaga (pensaram que era o PQP? Enganei vocês)

Franz Léhar (1870-1948) – Overtures & Waltzes – Jurowski, RSB

61Fya0n8DmLO compositor da “Viúva Alegre” apareceu poucas vezes por aqui. O que é de se lamentar, pois sua música além de bela, também é alto astral, sempre nos deixar de bem com a vida.

Nos próximos dias irei postar alguns cds que a excelente Rundfunk-Sinfonieorchester Berlin gravou com algumas obras suas, entre aberturas, valsas e até mesmo uma Opereta. A regência de Michail Jurowski é outro destaque destes cds. Tenho certeza que os senhores irão gostar.

Começo com aberturas e valsas. Uma delícia de cd, que nos deixa com vontade de sair bailando pela sala …

01. Die lustige Witwe – Ouvertüre
02. Altwiener Liebeswalzer
03. Michail Jurowski – Der Göttergatte – Ouvertüre
04. Wilde Rosen (Valse Boston)
05. Clo-Clo – Ouvertüre
06. Grützner-Walzer
07. Adria-Walzer

Rundfunk-Sinfonieorchester Berlin
Michail Jurowski – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

Pensei muito na postagem deste Natal. Diversas cantatas de papai me vieram à cabeça, entre outras coisas, como oratórios de Haendel, de Mendelssohn, enfim, ouvi muita coisa nestes últimos dias, inclusive um Stabat Mater magnífico de Dvorák, que virá com o devido tempo. Mas resolvi mudar um pouco, e trazer um pouco de alegria e diversão para este dia de Natal.

Tive o privilégio de assistir a um belíssimo concerto neste final de semana com a Orquestra do Castelo de Schömbrunn, diretamente de Viena. O repertório foi dedicado quase que exclusivamente à Família Strauss, e algumas árias desta “Viúva Alegre”, cantada por uma excelente soprano, cujo nome não lembro, mas enfim, belíssimo espetáculo, que deixou a todos os presentes encantados.

Voltei para casa empolgado e fui atrás de uma gravação dessa opereta de Léhar, cujas canções já ouço desde minha infância, e encontrei essa excelente versão da Filarmônica de Viena, curiosamente regida pelo maestro inglês John Eliot Gardiner com seu sempre perfeito The Monteverdi Choir, e com um elenco que trazia ao menos três cantores bem conhecidos, o baixo Brynn Terfel, a soprano Cheryl Studer, além de Barbara Booney.

Diversão garantida, grandes canções, excelente interpretação de todos os solistas, enfim, é para descontraí-los neste Natal.

Aproveitando a ocasião, deixo aqui para todos nossos leitores-ouvintes um Feliz Natal e um 2010 repleto de realizações.

Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

01 – Verehrteste Damen und Herren
02 – Camille, ich muss mit Ihnen sprechen!
03 – So kommen Sie! ‘s ist niemand hier!
04 – Dialog_ Nun, Njegus, haben Sie meine Botschaft überbracht_
05 – Achtung, meine Herren
06 – Dialog_ Camille! – Ja_
07 – Also, Njegus, hier bin ich – O Vaterland
08 – Dialog_ Ich habe schon die vierte Nacht nicht geschlafen!
09 – Dialog & Ja, was_ – Ein trautes Zimmerlein
10 – Dialog &’Damenwahl! Hört man rufen rings im Saal!
11 – Ich bitte, hier jetzt zu verweilen – Es lebt’ eine Vilja
12 – Dialog_ Gospodina, dieses vaterländische Fest könnte nicht
13 – Heia, Mädel, aufgeschaut
14 – Dialog & Wie die Weiber man behandelt
15 – Dialog_ Mein tapferer Reitersmann!
16 – Dialog & und Romanze Mein Freund! Vernunft!
17 – Dialog_ Ah, die Baronin und der Herr Rosillon
18 – Ha! Ha! – Wir fragen, was man von uns will!
19 – Dialog_ Also, also, also
20 – Tanz-Szene
21 – Dialog_ Graf Danilowitsch& Ja, wir sind es, die Grisetten
22 – Dialog_ Exzellenz, Exzellenz, Graf, eine Expressdepesche!
23 – Lippen schweigen
24 – Dialog_ Exzellenz! Exzellenz! Diesen Fächer hat man in Pavillon gefunden!
25 – Ja, das Studium der Weiber ist schwer

Baron Mirko Zeta – Bryn Terfel
Valencienne – Barbara Booney
Graf Danilo Danilowitch – Boje Skovhus
Hannah Glawari – Cheryl Studer
Camille de Rosillon – Rainer Trost
Vicomte Cascada – Karl Magnus Fredricksson
Raoul de St. Brioche – Uwe Pepper
Njegus – Heinz Zednik

Wiener Philharmoniker
The Monteverdi Choir
John Eliot Gardiner

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Uma montegem da opereta "A Viúva Alegre" de Franz Lehar
Uma montegem da opereta “A Viúva Alegre” de Franz Lehar

FDP Bach