Extra Time – Música Barroca – La Serenissima & Adrian Chandler

Extra Time – Música Barroca – La Serenissima & Adrian Chandler

Albinoni · Vivaldi

Brescianello · Matteis

Concertos · Sinfonia

Ballo & Balletto

La Serenissima & Adrian Chandler

 

Adrian Chandler e sua maravilhosa banda – La Serenissima – tem produzido alguns álbuns de música barroca que se destacam pela excelência musical, mas também por sair da rotina da escolha de repertório e pelos títulos. Já postamos alguns deles aqui, mais notoriamente ‘The Italian Job’, que reúne música de vários mestres do barroco italiano, maiores e menores.

Signore Chandler

Pois ele volta aqui com força total em um álbum que traz na capa o vestiário de um time de futebol cuja escalação enche os olhos de qualquer cartoleiro da música barroca. Vivaldi entra com a camisa 7. Não poderia pensar em melhor ponta esquerda!

Este novo projeto (o lançamento do disco é recente) surgiu de obras previamente escolhidas para projetos anteriores e que por esta ou aquela razão acabaram ficando de fora. Assim a propriedade do nome do álbum – Extra Time – nossa tradicional ‘Prorrogação’. E cada golaço fazem estes nossos compositores. Se bem que o Albinoni atua sob os arcos, como diriam os patrícios. Mas ouvindo sua Sinfonia com trompetes e oboés, diria que o Tadeu diria lá no Fantástico – Albinoni, como um gato… impediu o gol que era certo.

Enquanto Albinoni e Vivaldi são nomes bastante conhecidos dos amantes do barroco, os outros dois titulares do time são Giuseppe Antonio Brescianello e Nicola Matteis. Sobre o Nicola já demos informações em uma antiga postagem, que você pode revisitar clicando aqui. Italiano, atuou principalmente em Londres. Foi um excepcional violinista. Segundo Roger North, seria o reserva oficial de Arcangelo Corelli, titular de qualquer seleção.

Brescianello nasceu em Bologna (La Dotta, La Grassa, La Rossa!) mas há registros de suas atuações como músico e compositor em cortes e cidades que hoje se encontram na Alemanha.

De qualquer forma, temos um disco repleto de ótimas peças do repertório barroco que se alternam entre tradicionais concertos para violino e cordas e música para outras ocasiões, envolvendo trompetes, oboés e tímpanos. Viva o Barroco!

Tomaso Albinoni (1671 – 1751)

Sinfonia de ‘La Statira’ para 2 Trompetes, 2 Oboés, Cordass & Continuo

  1. Allegro
  2. Andante
  3. Allegro

Antonio Vivaldi (1678 – 1740)

Concerto per la Solennità di S. Lorenzo para Violino, Cordas & Continuo em fá maior, RV 286

  1. Largo molto e spiccato
  2. Andante molto
  3. Largo
  4. Allegro non molto

Giuseppe Antonio Brescianello (1690 – 1758)

Concerto para Violino, Cordas & Continuo em sol maior, Bre 9

  1. Allegro
  2. Largo
  3. Allegro

Nicola Matteis (c. 1670 – c. 1690)

Balletto di Cavalieri Romani, Spagnuoli, e Africani do Ato III de ‘Scipione nelle Spagne’ (Antonio Caldara) para 4 Trompetes, Timpani, 2 Oboés, Fagote, Cordas & Continuo em dó maior

  1. Balletto

Antonio Vivaldi (1678 – 1740)

Concerto per Sua Maestà Cattolica Cesarea para Violino, Cordas & Continuo em dó maior, RV 171

  1. Allegro
  2. Largo
  3. Allegro non molto

Concerto para Violino, Cordas & Continuo em si bemol maior, RV 365

  1. Allegro poco
  2. Largo
  3. Allegro

Nicola Matteis (c. 1670 – c. 1690)

Ballo do Ato III de ‘Cajo Marzio Coriolano’ para 4 Trompetes, Timpani, 2 Oboés, Fagote, Cordas & Continuo em dó maior

  1. Preludio
  2. Entrèe
  3. Chiaconne
  4. Gigue
  5. Tempo di Minuet
  6. Loure
  7. Tempo di Minuet

La Serenissima

Adrian Chandler

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 388 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 167 MB

Momento ‘I adore my English teacher’: The entire repertoire of La Serenissima is edited by director Adrian Chandler from manuscript or contemporary printed sources, a testament to its vision to enrich life by sharing its passion for Italian baroque music.

A explicação do nome da banda…

Aproveite!

René Denon

Música Barroca de Câmera com Bandolins – Artemandolino

Música Barroca de Câmera com Bandolins – Artemandolino

dall’Abaco · Arrigoni

Castello · Matteis · Weiss

Vivaldi · Fasch

Uccellini

Artemandoline

 

Em abril de 2019 éramos felizes sem o saber e eu postei um álbum maravilhoso – uma coletânea de peças barrocas interpretadas pelo Palladian Ensemble, com o cativante nome An Excess of Pleasure. Duas faixas daquele álbum me chamaram demais a atenção – Aria sopra la Bergamasca, de Marco Uccellini, e uma Ayre de Nicola Matteis chamada Diverse bizzarie sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona.

Pois não foi com pouco espanto que reencontrei as duas peças neste álbum da postagem, aqui com outras plumas, interpretadas por um conjunto de bandolins. Em italiano, mandolinos. Como gostei do disco todo, presto postei-o.

Bandolineros…

A palavra mandola surgiu pela primeira vez como referência a um instrumento musical nas descrições do casamento de Ferdinando de Medici e Christiane of Lorraine, em Florença. O grande construtor de instrumentos Stradivarius definiu mandola como um instrumento de tamanho médio com o tampo em forma de uma amêndoa, um tipo de alaúde, e usou a palavra mandolino para descrever o mesmo instrumento em tamanho menor. Outras denominações são leutino e armandolino.

A esta altura você deve estar impressionado com minha erudição e perguntando-se como o René sabe de tudo isto? Bom, revelo o segredo: li no livreto que acompanha o arquivo de músicas…

Além das lindas peças de Uccellini e Matteis, temos um concertinho de Vivaldi, sonatas de Evaristo Felice dall’Abaco, Carlo Arrigoni e Dario Castello, Domenico Scarlatti e duas peças dos teutônicos John Sigismund Weiss e Johann Friedrich Fasch. John Sigismund era irmão de Silvius Leopold Weiss e de Jiuliana Margaretha, filhos de Johann Jacob Weiss. Todos grandes alaudistas. Silvius Leopold era amigo de Wilhelm Friedemann Bach e conheceu Johann Sebastian por ele.

O disco é uma festa de sonoridades agradabilíssimas, com produção impecável e variação suficiente nos andamentos das peças. Prepare-se para uma hora de grandes prazeres…

Uccellini

Evaristo Felice dall’Abaco (1675 – 1742)

Concerto a più instrumenti Op. V. 6

  1. Allegro
  2. Aria cantabile
  3. Ciacona alegro spiccato – Rondeau
  4. Allegro

Carlo Arrigoni (1697 – 1744)

Sonata per mandolino basso

  1. Preludio
  2. Allegro
  3. Adagio
  4. Allegro

Dario Castello (Veneza, século 17)

Sonata seconda a soprano solo

  1. Sonata

Nicola Matteis (1670 – 1749)

Ayr

  1. Diverse bizzarie sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona

Domenico Scarlatti (1685 – 1757)

Sonata K. 89

  1. Allegro
  2. Grave
  3. Allegro

John Sigismund Weiss (c1690 – 1737)

Concerto em ré minore

  1. Concerto

Antonio Vivaldi (1678 – 1741)

Concerto da ripieno in do maggiore

  1. Allegro
  2. Andante
  3. Ciacona

Johann Friedrich Fasch (1688 – 1758)

Sonata d-moll

  1. Largo
  2. Allegro
  3. Largo
  4. Allegro

Marco Uccellini (1603 – 1680)

La Bergamasca

  1. Aria sopra la Bergamasca

ArteMandoline

Ensemble baroque

Juan Carlos Muñoz, mandoline & mandole baroque

Mari Fe Pavón, mandoline baroque

Alla Tolkacheva, mandoline & mandole baoque

Manuel Muñoz, guitare baroque & luth renaissance

Jean-Daniel Haro, viola de gambe & violone

Jean-Christophe Leclère, clavecin

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 337 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 162 MB

Artemandoline dando uma palhinha para o pessoal do PQP Bach Corp. e convidados, pouco antes da pandemia…

Na contracapa do álbum podemos ler muitas loas ao conjunto… Their playing is expressive, their dinamics extremely flexible, the suppleness of their phrasing inpregnated with warmth and generosity, and their virtuosityis extraordinary.

Depois diga-me você…

Aproveite… e cuide-se!

René Denon

An Excess of Pleasure – Palladian Ensemble

An Excess of Pleasure – Palladian Ensemble

An Excess of Pleasure

As peças deste disquinho adorável, produzido em 1996, seguem um modelo que floresceu no início do século XVII, na Itália. Dois instrumentos melódicos com o acompanhamento do baixo contínuo – estamos em pleno período barroco. A combinação mais comum era de dois violinos como instrumentos melódicos, mas aqui temos um violino e uma flauta doce.

O repertório escolhido pelo (então) jovem grupo de instrumentalistas é de peças de compositores ingleses ou italianos que viveram na Inglaterra ou que tiveram suas músicas publicadas e ouvidas ali.

A maior parte delas é uma composição sobre um ground bass (basso ostinato, em italiano), que é um pequeno padrão melódico recorrente, tocado pelos instrumentos que fazem o baixo.

Marco Uccellini

A lindíssima Aria Sopra la Bergamasca, de Uccelini, que nunca esteve na Inglaterra, é um bom exemplo.

Nicola Matteis viajou da Itália para a Inglaterra a pé, com sua rabeca às costas. Presumo que ele tenha usado algum tipo de embarcação para cruzar o Canal da Mancha. Matteis tocava violino e guitarra e fez muito sucesso em Londres, por volta de 1670. O sucesso, no entanto, aparentemente lhe custou caro. O relato deixado por Roger North conta que excess of pleasure threw him into a dropsie, and he became very poor. Para entender o que lhe sucedeu basta saber que dropsie significa hidropsia.

Outro italiano do disco é Biaggio Marini, um virtuose do violino, como vários outros italianos. Originário de Brescia, ocupou postos em vários países, mas terminou seus dias em Veneza, onde conviveu com músicos da Catedral de São Marcos, Monteverdi entre eles.

Francesco Geminiani é de uma geração posterior a Marini e estudou com Alessandro Scarlatti (pai do Domenico) e Corelli, entre outros. Em 1714 visitou a Inglaterra, caindo nas graças do Conde de Essex e acabou se estabelecendo. São famosos seus arranjos das Sonatas para Violino Op. 5, de Corelli, para o formato de Concerto Grosso.

Vista de Londres por volta de 1700 (Robert Griffier) mostrando a Catedral de São Paulo e Velha Ponte de Londres
Henry Purcell

Completam o disco peças dos ingleses Matthew Locke, Christopher Simpson, John Blow e o mais famoso deles, Henry Purcell. Veja a opinião deste último sobre este tipo de composição: Composing upon a Ground is a very easie thing to do and requires but little Judgement. Sei, bom senso, não é, Henry?

Chamo a atenção para a violinista do Palladian Ensemble, que na capa do disco aparece timidamente segurando o seu instrumento, trajando um vestido verde turquesa – Rachel Podger, hoje uma referência para amantes da música barroca.

O selo Linn Records foi criado pela companhia do mesmo nome (Linn Hi-Fi), que produz aparelhos de som de altíssima qualidade. A produção é de Lindsay Pell e o local de gravação, Rosslyn Hill Chapel, Hampstead, é famosíssimo para os amantes da boa música gravada.

O excesso de prazer, que aparentemente foi o caminho da perdição para o Matteis, caiu esplendidamente para o título do disco, realmente muito prazeroso. A Aria sopra la Bergamasca, do Uccellini, vai grudar em você como chiclete no seu sapato.

Marco Uccellini (1603 – 1680)

1.Aria quinta sopra la Bergamasca

Nicola Matteis (1650 – 1714)

2. Aria spagnuola a due corde (from Ayres for the Violin)

3. Diverse bizzarie Sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona

Matthew Locke (1621 -1677)

Broken Consort in D

4. Pavan

5. Ayre

6. Galliard

7. Ayre

8. Saraband

Christopher Simpson (1605 – 1669)

9. Divisions on John Come Kiss me Now

John Blow (1649 – 1708)

Sonata in A

10. Slow

11. (untitled)

12. Brisk

Biagio Marini (c. 1587 – 1663)

13. Sonata

Anonymous

14. Ciaconna

Francesco Geminiani (1687 – 1762)

15. Auld Bob Morrice

16. Lady Ann Bothwet’s Lament

17. Sleepy Body

Nicola Matteis (1650 – 1714)

18. Adamento con divisione (from Ayres for the Violin)

19. Aria (from Ayres for the Violin)

20. Grave (from Ayres for the Violin)

21. Ground in D, la sol re per fa la mano (from Ayres for the Violin)

Henry Purcell (1659 – 1695)

22. Two in one upon a ground

Nicola Matteis (1650 – 1714)

23. Bizzarie all’imor Scozzeze (Ground after the Scotch Humour)

 

Palladian Ensemble

Pamela Thorby, flautas doce

Rachel Podger, violino

Joanna Levine, viola da gamba, violoncelo, violone

William Carter, tiorba, guitarra

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 295 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 151 MB

Este disco contém um excesso de prazer… Aproveite!

René Denon

Bach, Falconieri, Geminiani, Handel, Leclair, Marini, Matteis, Ortiz, Pachelbel, Telemann, Valente, Westhoff: A Baroque Journey

R-2583260-1291643997.jpegLembram aquelas seleções de clássicos dos anos 70 e 80 que tinham gatinhos na capa? Ali, o Aleluia de Handel podia vir antes de Rhapsody in Blue, a qual era seguida da Abertura 1812, por exemplo. Mas, óin, as capas tinham gatinhos… Enfim, o apelido “Disco de Gatinhos” é de autoria do Júlio e da D. Cristina lá da King`s Discos, esplêndida loja que ficava na Galeria Chaves. Eles não gostavam muito daquelas seleções. Nem eu. Pois a grande surpresa aqui é o fato de eu ter gostado deste disco de gatinhos barrocos de Daniel Hope. Achei um mui digno caça-níqueis pontuado por obras inesperadas neste tipo de seleções. É o gênero de disco que as gravadoras fazem para popularizar de vez um artista muito bom e ganhar uma bela grana. E Hope é boníssimo e tem bom gosto. Se não tivesse, faria o habitual: uma salada sem gosto.

Bach, Falconieri, Geminiani, Handel, Leclair, Marini, Matteis, Ortiz, Pachelbel, Telemann, Valente, Westhoff: A Baroque Journey

Andrea Falconieri (1585 – 1656)
1. Chaconne in G Major [3:14]

George Frideric Handel (1685 – 1759)
Suite No.15 in D minor for Harpsichord, HWV 447
2. 3. Sarabande [3:07]

Diego Ortiz
3. Ricercata segunda [1:25]

Andrea Falconieri (1585 – 1656)
4. La suave melodia [3:10]

Biagio Marini (1597 – 1665)
5. Passacalio in G minor [3:38]

Nicola Matteis
6. “La Vecchia Sarabanda” [4:17]

Johann Pachelbel (1653 – 1706)
Canon and Gigue in D major
7. 1. Canon [3:41]
8. 2. Gigue [1:25]

Georg Philipp Telemann (1681 – 1767)
Concerto for Violin concertato, Strings and Basso continuo in A minor, TWV 51:A1
9. Adagio [2:59]
10. Allegro [2:22]
11. Presto [1:41]

Johann Paul von Westhoff (1656 – 1705)
Sonata for Violin and Continuo III
12. Imitazione delle Campane [1:55]

Nicola Matteis
13. Ground after the Scotch Humour [1:50]

Francesco Geminiani
Concerto grosso No.5 in G minor
Arr. from Corelli’s Sonata Op.5 No. 5
14. 1. Adagio [3:02]
15. 2. Vivace [1:38]
16. 3. Adagio [2:45]
17. 4. Allegro [1:40]

Antonio Valente
18. Gagliarda Napolitana [1:51]

Andrea Falconieri (1585 – 1656)
19. Passacaglia in G Minor [2:56]

Jean-Marie Leclair (1697 – 1764)
20. Tambourin [1:44]

Anonymous
21. Greensleeves [4:40]

Johann Paul von Westhoff (1656 – 1705)
Sonata “La guerra” in A Major
22. La Guerra cosí nominata di sua maestà [0:46]
Sonata for Violin and Continuo II
Sonata for Violin and Continuo “Consacrate al Grand’ Apolline di questi tempi”
23. Imitazione del Liuto. Presto [2:26]

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750)
Suite No.3 in D, BWV 1068
24. 2. Air [5:01]

Cello – Jonathan Cohen (7), William Conway
Double Bass – Enno Senft
Engineer – Mike Hatch
Executive-Producer – Dr. Alexander Buhr
Harpsichord, Organ – Kristian Bezuidenhout
Lute, Guitar, Theorbo – Stefan Maass, Stephan Rath (2)
Percussion – Hans-Kristian Kjos Sørensen
Photography By [Cover] – Harald Hoffmann
Producer – John West*
Viola – Stewart Eaton
Violin – Lucy Gould
Violin [Solo Violin Ii] – Lorenza Borrani
Violin, Executive Producer, Liner Notes – Daniel Hope

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Hope entre os carros, sonhando com barrocos
Hope entre os carros, sonhando com barrocos

PQP

Nicola Matteis (c.1670-c.1714): False Consonances of Melancholy – Ayres for the Violin

Nicola Matteis (c.1670-c.1714): False Consonances of Melancholy – Ayres for the Violin

Pois é, o barroco é uma coisa interminável. Depois de quase sete anos de blog (serão sete mesmo?), ainda abro novas categorias e a coisa é de primeira linha. Sim, Nicola Matteis, um aparentemente napolitano que acabou em Londres e do qual pouco se sabe. Teve razoável popularidade em seu tempo, casou-se com uma viúva rica e acabou pobre. Acontece. Mas suas Ayres for the Violin são joias que os pequepianos devem conhecer. Amandine Beyer é uma excelente violinista. (Ela integra a orquestra barroca francesa Café Zimmermann). Confiram!

Nicola Matteis (1670-1698): False Consonances of Melancholy – Ayres for the Violin

1. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Sonata (Adagio) (2:03)
2. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Diverse bizzarrie Sopra la Vecchia Sarabanda o pur Ciaccona (4:13)
3. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Passaggio rotto. Andamento Veloce (2:14)
4. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Fantasia (1:42)
5. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio in fantasia (1:16)
6. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Allegro (2:01)
7. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria malinconica (Adagio) (2:25)
8. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Giga (Allegro) (0:40)
9. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria Amorosa (3:23)
10. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria (1:21)
11. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio (1:25)
12. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Musica (Grave-Presto) (1:42)
13. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Sarabanda (Adagio) (2:37)
14. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria (1:10)
15. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria burlesca (Presto) (1:57)
16. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Fuga (Prestissimo) (1:07)
17. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Giga. Al Genio Turchesco (0:57)
18. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio (0:51)
19. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Adagio (2:11)
20. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Allemanda ad imitatione d’un tartaglia (1:36)
21. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Movimento incognito (4:05)
22. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Sarabanda Amorosa (Adagio) (1:33)
23. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Gavotta (Presto) (1:49)
24. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio. Presto (1:41)
25. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Pavana Armoniosa (2:00)
26. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Il Russignolo (1:17)
27. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio Allegro (Prestissimo). Malinconico (Adagio) (1:18)
28. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria (Adagio-Presto) (1:25)
29. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Vivace. Eco (2:18)
30. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Fuga (Presto) (1:43)
31. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio (Adagio) (1:30)
32. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Prestissimo (0:35)
33. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Un poco di maniera Italiana. Aria Ridicola (Presto) (1:25)
34. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria (1:32)
35. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Fantasia (1:37)
36. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Preludio in ostinatione. Passagio rotto (1:09)
37. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Andamento malinconico. Divisone ad libitum (2:42)
38. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Grave. (Adagio) (2:04)
39. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Aria for the Flute (1:15)
40. Amandine Beyer & Gli Incogniti – Giga (1:47)

Amandine Beyer & Gli Incogniti, violin & direction

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

O nome dela, Amandine, parece coisa de comer e ela é boa mesmo. Ao menos tocando.
O nome dela, Amandine, parece coisa de comer. Mas que violinista, senhores!

PQP

Nicola Matteis (c.1670-c.1714): “Ayres for the Violin”, Suites & Sonatas (Vols. 1 e 2)

Nicola Matteis (c.1670-c.1714): “Ayres for the Violin”, Suites & Sonatas (Vols. 1 e 2)

Aqui está uma grande dupla de CDs de Matteis, compositor que lhes apresentei na semana passada. O pessoal do barroco — como eu — vai gostar muito!

Nicola Matteis (c.1670-c.1714):
“Ayres for the Violin”, Suites & Sonatas (Vols. 1 e 2)

Vol. 1
Suite in A major (Book IV, Nos. 1-11)
Suite in d minor (Book IV, Nos. 33-36)
Suite in g (Book II, Nos. 10-18)
Suite in e minor (Book IV, from Nos. 21-29)
Sonata in c minor (Book I, 46-49)
Sonata in C (Book IV, from Nos. 12-20)

The Arcadian Academy
Nicholas McGegan

BAIXE AQUI O VOLUME 1 — DOWNLOAD VOLUME 1 HERE

Vol. 2
Sonata in F major (Book 3, no. 7-9)
Suite in a minor (Book 2, no. 25-29)
Suite in g minor (Book 3, no. 41-44)
Sonata in B-flat major (Book 2, no. 22-24)
Almand’s by Mr. Nicola Matteis
Suite in c minor (Book 3, no. 23-32)
Sonata in E major (Book 2, no. 30-32)
Suite in D major (Book 4; no. 43-46)
Suite in F major (Book 4, no. 30-32)

The Arcadian Academy
Nicholas McGegan

BAIXE AQUI O VOLUME 2 — DOWNLOAD VOLUME 2 HERE

Nicola Matteis (c.1640-1714)
Nicola Matteis (c.1640-1714)

PQP

Vários compositores barrocos: An Excess Of Pleasure / The Winged Lion (com o Palladian Ensemble)

Este é realmente um bom CD duplo. Trata-se da reedição de dois discos do Palladian, de 1993 e 1994. Essas gravações receberam vários prêmios (incluindo dois Diapason d’Or, um para cada CD) e soam hoje tão sensacionais quanto quando de seu lançamento.

É música do século XVII. O primeiro CD recebe o curioso nome de An Excess Of Pleasure e apresenta obras de compositores ingleses e italianos que viveram e trabalharam na Inglaterra ou que venderam obras para ingleses. A música é excelente — alguns dos compositores são muito famosos, como Vivaldi ou Purcell. O segundo é uma coleção veneziana de nome ainda mais estranho — The Winged Lion — ,mas afirmo-lhes que tudo é bom demais.

Vários compositores barrocos: An Excess Of Pleasure / The Winged Lion

An Excess Of Pleasure (CD 1)

Marco Uccellini (1603-1680)
Aria Sopra La Bergamasca
Nicola Matteis (fl. 1670)
Ayres for the Violin: Aria Sagnuola A Due Corde · Diverse Bizzarie Sopra La Vecchia Sarabanda o pur Ciaconna
Matthew Locke (1621/2-1677)
Broken Consort In D: Pavan · Ayre · Galliard · Ayre · Saraband
Christopher Simpson (c.1605-1669)
Divisions Of John Come Kiss Me Now
John Blow (1649-1708)
Sonata In A: Slow · Untitled · Brisk
Biagio Marini (c.1587-1663)
Sonata
Anon (c.1660)
Ciaconna
Franceso Geminiani (1687-1762)
Scots Airs: Auld Bob Morrice · Lady Ann Bothwell’s Lament · Sleepy Body
Nicolas Matteis
Ayres For The Violin: · Andamento Con Divisione · Aria · Grave · Ground In D, La Sol Re Per Fa La Mano
Henry Purcell (1659-1695)
Two In One Upon A Ground
Nicola Matteis
Bizzarie All’imor Scozzeze

The Winged Lion (CD2)

Dario Castello (fl. 1620)
Sonata Duodecima
Giovanni Battista Vitali (1632-1692)
Ciaconnna
Marcelo Uccelini (1603-1680)
Sonata Quarto
Antoni Vivaldi (1676-1741)
Concerto in F major RV 100 · Allegro · Untitled · Allegro
Giovanni Battista Buonamente (d.1642)
Suite (Book III 1626)
Gagliarda Seconda · Corrente terza e quarta · Brando terza · Avanti il Brando · Brando Quarto
Franceso Cavalli (1607-1676)
Canzon
Santiago De Murcia (fl..1700)
El Amor · La Jota
Franceso Turini (1589-1656)
Sonata a tre
Antonio Vivaldi
Concerto in D major RV.84: Untitled · Largo · Allegro
Marco Uccelini
Aria undecima detta ‘Il Caporal Simon’ · Aria decimaquarta ‘la mia pedrina’ · Aira decimaquinta sopra ‘le scatola da gli ogghi’

Palladian Ensemble

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Palladian Ensemble
Palladian Ensemble

PQP