Music of the Crusades (David Munrow)

Music of the Crusades (David Munrow)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

David Munrow (1942-1976) foi imenso. Foi um verdadeiro pioneiro da música antiga e, por conseguinte, da música historicamente informada. Ele foi musicólogo, professor, compositor, maestro, editor de música antiga e multi-instrumentista. Seu The Early Music Consort, fundado em 1967, foi muito influente. O time tinha Munrow nos instrumentos de sopro antigos, Christopher Hogwood ao cravo e percussão, James Bowman como contratenor, Oliver Brookes na viola da gamba, Robert Spencer ao alaúde e canto e ainda Mary Remnant na rabeca, um precursor do violino. Munrow também era professor e o foi mais importante musicólogo de sua época. Trabalhava febrilmente, sua produção é inacreditável. Porém, apesar do grande êxito profissional — Munrow era respeitadísssimo, uma unanimidade –, sua vida privada nunca foi bem. Munrow sofria de depressão e provavelmente a perda de seu pai e seu padrinho, aos quais era muito ligado, mais o excesso de trabalho, tenham acentuado as pressões, levando-o ao suicídio por enforcamento em 1976, aos 34 anos. Foi homenageado numa infinidade de obituários, todos reconhecendo seu talento, seu virtuosismo, sua versatilidade, seu entusiasmo, seus vastos conhecimentos, seu papel de primeiro plano da divulgação da música antiga, a profunda influência que exerceu sobre toda uma geração de músicos, e seu protagonismo no movimento de recuperação das práticas autênticas de interpretação da música antiga.

Music of the Crusades

1 La Quinte Estampie Real 2:12
2 Pax In Nomine Domini! 3:11
3 Parti De Mal 1:49
4 Chevalier, Mult Estes Guariz 2:20
5 Chanterai Por Mon Corage 4:12
6 Danse Real 1:02
7 Sede Syon, In Pulvere 3:00
8 Palästinalied 3:16
9 Condicio – O Nacio – Mane Prima 2:12
10 O Tocius Asie 2:07
11 La Uitime Estampie Real 2:45
12 Cum Sint Difficilia 3:25
13 Li Noviaus Tens 3:07
14Fortz Chausa Es 4:26
15 Je Ne Puis – Amors Me Tienent – Veritatem 2:30
16 Ahi! Amours 2:54
17 La Tierche Estampie Real 2:02
18 Ja Nus Hons Pris 2:24
19 Au Tens Plain De Felonnie 2:21

The Early Music Consort Of London
David Munrow

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

David Munrow (1942-1976)

PQP

Carmina Burana – Le Mystere de la Passion (Século XIII)

Carmina Burana – Le Mystere de la Passion (Século XIII)

IM-PRES-SIO-NAN-TE !!!

Impressionante mesmo que faz o Ensemble Organum de Marcel Pérès neste CD duplo. Há trechos sublimes e outros decididamente fantasmagóricos (ouvir a faixa 2-19 [39], por exemplo). Mas vamos a alguns detalhes.

Originário do mosteiro de Benediktbeuren, o manuscrito de Carmina Burana incluía muito pouca música religiosa. O Grande Mistério da Paixão é uma das raras peças realmente sacras. Composta durante o século XIII, enquadra-se admiravelmente na tradição dos dramas litúrgicos e apresenta uma teatralização dos personagens que prenuncia os grandes mistérios do século XV. Obra-prima de um certo classicismo medieval, essa paixão foi encenada em 1988 pelo Atelier Lyrique du Rhin, em colaboração com o Ensemble Organum. Em alguns momentos, parece canto gregoriano, depois há solos vocais de grande beleza e virtuosismo. Vale a pena conhecer. Os idiomas são variados. Uma loucura.

Este título foi lançado pela primeira vez em 1990.

Mas Carmina Burana? Pois é. Carmina Burana (em português: “Canções de Beuern”, sendo “Beuern” uma redução de Benediktbeuern, município situado na Baviera) é o título, em latim, de um manuscrito de 254 poemas e textos dramáticos, datados, em sua maioria, dos séculos XI e XII, sendo alguns do século XIII. As peças são, em geral, picantes, irreverentes e satíricas e escritas em latim medieval, embora algumas tenham sido escritas em médio-alto-alemão, com alguns traços de francês antigo ou provençal. Há também partes macarrônicas, numa mistura de latim vernáculo com alemão ou francês.

Carmina Burana – Le Mystere de la Passion

Procession Des Rameaux
1-1 Hymne Vexilla Regis 4:29
1-2 Antiphone Cum Appropinquaret Dominus Jerosolyman 4:41
1-3 Antiphone Cum Audisset Populus 4:22
1-4 Hymne Gloria Laus 3:08
Scène De Marie-Madeleine
1-5 Marie-Madeleine Mundi Delectatio 2:10
1-6 Intervention Du Marchand Michi Confer, Venditor 1:29
1-7 Première Intervention De L’Ange O Maria Magdalena 1:15
1-8 Intervention De L’Amant Wol Dan, Minnekliche Chint 0:36
1-9 Deuxième Intervention De L’Ange O Maria Magdalena 1:15
1-10 Courtisane Mundi Delectatio 2:01
1-11 Troisème Intervention De L’Ange O Maria Magdalena 1:31
1-12 Remords De Marie-Madeleine Heu, Vita Preterita 1:22
1-13 Quatrième Intervention De L’AngeDico Tibi 0:35
1-14 Renoncement De Marie-Madeleine Hinc, Ornatus Seculi 1:33
1-15 Chantres: Accessit Ad Pedes Iesu 3:51
1-16 Prière De Marie-Madeleine Iesus Troest Der Sele Min 1:05
1-17 Jésus: Absolution de Marie-Madeleine Fides Tua Salvum Te Fecit 1:44
1-18 Lamentation De Marie-Madeleine Sur Ses Péchés Awe, Awe 2:54
Scène De Lazare
1-19 Procession D’Enterrement: Antiphone Ego Sum Resurrectio Et Vita 3:27
1-20 Résurrection De Lazarre 2:34
1-21 Profession De Foi De Lazare: Repons: Si Ambulem In Medio Umbre Mortis 4:56
Trahison De Judas
1-22 Judas O Pontifices, O Viri Magni Consilii 1:31
Procession Avant La Messe
1-23 Repons Ingrediente Domino 3:26
Messe Des Rameaux
1-24 Introït Domine, Ne Longe Facias 6:29
1-25 Graduel Tenuisti Manum Dexteram Mean 7:34
Messe Des Rameaux
2-1 Trait Deus, Deus Meus 12:25
Passion De Notre Seigneur Jésus-Christ
2-2 Jésus Au Mont Des Oliviers 5:36
2-3 Arrestation De Jésus 5:15
2-4 Prière Des Saintes Femmes: Repons Angelis Suis 4:23
2-5 Reniement De Pierre Comprehendentes Autem Eum 2:17
Le Procès
2-6 Conseil Des Grands-Prêtres Collegerunt Pontifices 4:17
2-7 Repons Astiterunt Reges Terrae 2:41
2-8 Jésus Devant Pilate Et Hérode 1:09
2-9 Repons Astiterunt Reges 0:59
2-10 Jésus Devant Pilate 1:14
Flagellation De Jésus
2-11 Repons Omnes Amici Mei 2:33
2-12 Dernier Dialogue Entre Pilate Et Jésus 3:25
2-13 Repentir De Judas Penitet Me Graviter 1:26
2-14 Lamentation Des Femmes De Jérusalem Pendant Le Chemin De Croix 2:09
Le Golgotha
2-15 Crucifixion 2:02
2-16 Lamentation De Marie Awe, Awe 5:21
2-17 Flete Fideles 3:22
2-18 Marie Planctus Ante Nescia 5:29
2-19 Jean Et Dernières Paroles Du Christ 3:07
Déposition
2-20 Hymne Crux Fidelis 7:32

Ensemble Organum
Marcel Pérès

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

O monastério de Benediktbeuern.

PQP

Love’s Illusion: Music from the Montpellier Codex 13th Century

Love’s Illusion: Music from the Montpellier Codex 13th Century

Um belo CD de música antiga da Harmonia Mundi. O Montpellier Codex (Montpellier, Bibliothèque Inter-Universitaire, Section Médecine, H196) é uma importante fonte da polifonia francesa do século XIII. O Codex contém 336 obras polifônicas provavelmente compostas entre os anos de 1250 e 1300, e compilado por volta do ano de 1300. Acredita-se que se originam de Paris. Foi descoberto pelo musicólogo Edmond de Coussemaker em 1852. Trata-se do maior e mais rico manuscrito de motetos medievais encontrado em todos os tempos. Ele esclarece que a polifonia da época era bem mais complexa do que se imaginava.

Love’s Illusion: Music from the Montpellier Codex 13th Century

1 Plus bele que flor – Quant revient – L’autrier joer – [Flos Filius] (Mo 21) 2:37
2 Puisque bele dame m’eime – [Flos Filius] (Mo 231) 2:02
3 Amours mi font souffrir – En mai – [Flos Filius] (Mo 111) 2:39
4 Ne sai, que je die – [Iohanne] (Mo 185) 1:23
5 Se je chante – Bien doi amer – [Et sperabit] (Mo 311) 2:06
6 Or ne sai je que devenir – Puisque d’amer – [Kyrieleyson] (Mo 267) 1:48
7 Hé Dieus, de si haut si bas – Maubatus – [Cumque] (Mo 92) 1:46
8 Celui en qui – La bele estoile – La bele, en qui – [Iohanne] (Mo 20) 2:53
9 Qui d’amours se plaint – [Lux magna] (Mo 215) 1:45
10 Amours, dont je sui – L’autrier, au douz mois – Chose Tassin (Mo 270) 2:21
11 Au cuer ai un mal – Ja ne m’em repentirai – Jolietement (Mo 260) 2:58
12 Quant voi la fleur – [Et tenuerunt] (Mo 241) 2:15
13 Quant se depart – Onques ne sai amer – [Docebit omnem] (Mo 131) 1:43
14 Joliement – Quant voi la florete – Je sui joliete – [Aptatur] (Mo 34) 3:04
15 Amor potest conqueri – Ad amorem sequitur (Mo 328) 1:23
16 Ce que je teing – Certes mout – Bone compaignie – [Manere] (Mo 33) 2:11
17 J’ai si bien mon cuer assiz – Aucun m’ont – [Angelus] (Mo 128) 2:15
18 Ne m’oubliez mie – [Domino] (Mo 236) 2:39
19 J’ai mis toute ma pensee – Je n’en puis – [Puerorum] (Mo 255) 2:23
20 Blanchete – Quant je pens – [Valare] (Mo 168) 2:32
21 Dame que je n’os noumer (Motet from the Montpellier Codex, 13th c.) 4:36
22 Li savours de mon desir – Li grant desir – Non veul mari (Mo 323) 2:08
23 Entre Copin – Je me cuidoie – Bele Ysabelos (Mo 256) 3:26
24 S’on me regard – Prennés i garde – Hé, mi enfant (Mo 325) 1:56
25 Quant yver la bise ameine – [In seculum] (Mo 223) 1:17
26 Ne m’a pas oublié – [In seculum] (Mo 207) 1:49
27 On doit fin[e] Amor – La biauté – [In seculum] (Mo 134) 1:28
28 Ja n’amerai autre que cele – [In seculum] (Mo 3) 1:09
29 Quant je parti de m’amie – [Tuo] (Mo 200) 1:20

Marsha Genensky
Ruth Cunningham
Susan Hellauer
Johanna Rose
Anonymous 4

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Página do Montpellier Codex. Love is not illusion.
Página do Montpellier Codex. Love is not illusion.

PQP

O Casamento do Céu e do Inferno: Motetos e Canções francesas do Século XIII

O Casamento do Céu e do Inferno: Motetos e Canções francesas do Século XIII

Quase chega a dar vontade de voltar no tempo e curtir um feudalismo, tal é a qualidade do Gothic Voices. Mas nada garante que fôssemos encontrar um grupo tão bom por lá… Então, melhor cheirar a fumaça de nosso tempo do que retornar ao século XIII. Além do mais, a presença da igreja devia ser sufocante. Em nenhuma outra época a influência da Igreja foi mais vasta. Mas também foi o século das grandes catedrais góticas de Colônia, Chartres, Reims, Auxerre, Amiens, Salisbury, Westminster, Burgos, Toledo… Apesar de que este CD esteja muito mais para o secular do que para o sacro. Bem, as grandes universidades da Europa foram fundadas no século XIII. A Universidade de Paris recebeu o seu alvará em 1215. Um ano antes, um enviado do Papa confirmara o estatuto da recém-criada Universidade de Oxford. Em 1210, S. Francisco de Assis conseguiu a aprovação papal para a regra que estabelecera para a sua pequena comunidade de pregadores errantes. De todos os santos medievais, foi ele quem gozou de maior popularidade dentro e fora da Igreja. Ascético mas alegre, poeta por natureza, criador do presépio de Natal, pregando aos pássaros, chegou a visitar o sultão para tentar convertê-lo ao Cristianismo, utilizando métodos mais próximos dos Evangelhos do que o comportamento dos cruzados. Uma das primeiras disciplinas a florescer neste novo ambiente intelectual foi a lógica formal, que conheceu novos progressos graças à recuperação do corpus integral de Aristóteles. E deu, né? Embriaguem-se de século XIII, meus amigos pequepianos!

O Casamento do Céu e do Inferno: Motetos e Canções do Século XIII

1. Je ne chant pas – Talens m’est pris
2. Trois sereurs – Trois sereurs – Trois sereurs
3. En tous tans que vente bise
4. Plus bele que flours – Quant revient – L’autrier jouer
5. Par un matinet – He, sire! – He, bergier!
6. De la virge Katerine – Quant froidure – Agmina milicie
7. Trop volentiers chanteroie
8. Ave parens – Ad gratie
9. Super te Jerusalem – Sed fulsit virginitas
10. A vous douce debonnaire
11. Mout souvent – Mout ai este en dolour
12. Can vei la lauzeta mover
13. Quant voi l’aloete – Diex! je ne m’en partire ja
14. En non Dieu – Quant voi la rose
15. Autres que je ne sueill fas
16. Je m’en vois – Tels a mout
17. Festa januaria

Obras de compositores franceses anônimos e de Blondel de Nesle, Colin Muset, Jehannot de l’Escurel, Bernart de Ventadorn e Gautier de Dargies.

Gothic Voices
Christopher Page

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Blake
De William Blake, trecho de Marriage of Heaven and Hell

PQP

Guia dos Instrumentos antigos 1/8 – Idade Média: Cantigas de Santa Maria / Nos tempos dos Trovadores / O début da polifonia / Nos tempos da Guerra dos Cem Anos [link atualizado 2017]

ES-PE-TA-CU-LAR !!!

Livro com oito CDs fenomenalmente cedido pelo internauta Camilo Di Giorgi! Não tem preço!!!

Tem na Amazon: aqui.

Essa já chega no PQPBach como sendo uma das postagens que mais me enche de orgulho (a nós: Bisnaga e Avicenna, autores desta postagem a quatro mãos): uma edição de luxo de um guia de instrumentos antigos, com 200 páginas e OITO CDs com músicas em instrumentos de época.

É um material extraordinário para professores de história da arte, estudantes, músicos e curiosos em geral. O livro é trilíngue: está em francês, alemão e inglês. Não tem texto em português, mas nada que jogar uns trechos no Google tradutor não resolvam, né? Ele estará para download na oitava e derradeira postagem.
O aspecto geral é como esta página que colocamos abaixo (esta introduz a categoria das cordas friccionadas), com boas ilustrações e fotos de instrumentos originais. Escaneamos numa boa qualidade pra que vocês possam usar em aulas ou coisas assim. Conhecimento tem mais é que circular!

páginas 10 e 11 do livro.

Além de tudo, os CDs vêm com músicas de boa interpretação e com grande parte dos instrumentos descritos no livro em ação, em uma seleção de obras que abrange desde a Idade Média até o Classicismo, passando pelo Renascimento e Barroco.

AGUARDEM! Será uma postagem com cada CD por dia, deste domingo até o domingo que vem, quando disponibilizaremos o livro escaneado integralmente também.

Enfim, uma publicação espetacular!
Ouça! Leia! Estude! Divulgue e… Deleite-se!

Guide des Instruments Anciens – CD1
Idade Média: Cantigas de Santa Maria / Nos tempos dos Trovadores / O début da polifonia / Nos tempos da Guerra dos Cem Anos

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE 175Mb
Partituras e outros que tais? Clique aqui

Tão bom quando vocês comentam… Pode comentar, pessoal!

Ai, ai… As fofinhas: desde sempre fazendo sucesso!

Avicenna & Bisnaga