Karajan Conducts Tchaykovsky – CD 3 de 8 – Symphony nº 3 in D Major, op. 29, “Polish”, Capriccio Italien, op. 45 – Karajan, BPO

71dI8xzDLgL._SL1193_

REPOSTAGEM !!! NOVOS LINKS !!

Mais uma sinfonia de menor expressão dentre as sinfonias de Tchaikovsky. Algumas curiosidades sobre esta sinfonia:
– È a única escrita em tom maior entre as sinfonias do russo(Ré Maior);
– Única a ter cinco movimentos;
– è conhecida como “Polonesa” devido a presença de temas de danças folclóricas polonesas inseridas no último movimento.
– O famoso coreógrafo Georges Balanchine a usou na coreografia de seu Balé “Diamonds”.
– Foi estreada em fevereiro de 1875 em Moscou;
Karajan, para variar, dá um banho de regência. Diria que ele consegue tirar leite de pedra desta obra. O momento que eu destacaria é seu terceiro movimento, um andante elegiaco claramente romântico. Boa trilha sonora para corações apaixonados.
A outra obra do CD também é peça manjadíssima do repertório tchaikovskyano, o Capricho Italiano, acho que a primeira obra que ouvi do compositor russo.

Piotr Illich Tchaikovsky (1840-183) – Karajan Conducts Tchaykovsky – CD 3 de 8 – Symphony nº 3 in D Major, op. 29, “Polish”, Capriccio Italien, op. 45

01 – Symphony no. 3 in D major, op. 29 ‘Polish’ – 1 Introduzione e Allegro. Moderato assai
02 – 2. Alla tedesca. Allegro moderato e semplice
03 – 3. Andante elegiaco
04 – 4. Scherzo. Allegro vivo
05 – 5. Finale. Allegro con fuoco (Tempo di Polacca)
06 – Capriccio Italien op. 45 – Andante un poco rubato – Allegro moderato – Andante

Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

3 comments / Add your comment below

  1. Realmente, Tchaikovsky e outros compositores românticos não se sentem muito à vontade quando manejam formatos clássicos como a sinfonia.

    Vejam tambem o caso de Schumann, muitissimo mais inventivo em suas miniaturas para piano. Eles se sentem amarrados quando se utilizam da forma-sonata e é necessário ter a estatura de um Brahms pra ocupar e superar espaços rígidos, sem negá-los.

    Estou ouvindo agora essa terceira sinfonia do compositor russo, é uma bela obra, mas seu grande gênio se revela mais nas três seguintes.

    Obrigado pelo post, FDP, e espero que a situação climática em sua região já esteja normalizada.

  2. Ernesto, desculpe, só agora vi o seu comentário. Curiosamente, o texto da próxima postagem desta caixa traz um comentário referente à dificuldade dos românticos se enquadrarem dentro das normas e regras tradicionais da sinfonia do período clássico, por isso seu comentário foi bem oportuno.
    COm relaçâo à enchente que enfrentamos na semana passada, já está tudo normalizado. Onde moro não tive maiores problemas, o único inconveniente foi ficar por algumas horas sem luz, e além disso, isolado. As vias de acesso ao centro da cidade ficaram embaixo dágua, assim como as rodovias que cortam a cidade também tiveram problemas com deslizamento de terra e água na pista. Realmente, uma situação bem chata, além de dramática para aqueles que perderam tudo, de novo.

Deixe uma resposta