Nikolai Kapustin (1937-2020): Peças para Piano – Yoel Eum Son ֍

Nikolai Kapustin

Peças para Piano

Yeol Eum Son

 

 

Dia destes fiz a postagem de um disco com Sonatas para Piano compostas no século 20. O destaque da postagem foi uma sonata do compositor Nikolai Kapustin, de quem até aquela data não havia ouvido qualquer peça. Pois a partir daí, acabei me deparando com várias outras peças dele. Pois chegou a hora de postar um disco só com obras dele.

A escolha do disco foi também motivada pela vontade de apresentar aos seguidores do blog esta linda e excelente pianista coreana, Yoel Eum Son. Ela tem sido medalha de prata em algumas das mais importantes competições de piano – atividade que pode ser injusta e certamente é acirradíssima. Só para ilustrar o que eu quero dizer, Daniil Trifonov, Igor Levit e Nobuyuki Tsujii são nomes que apareceram ao lado do dela nestas tais competições. O que importa mesmo são os resultados posteriores e a carreira dela está certamente bem estabelecida com ótimos discos lançados e recitais muito concorridos.

Por falar nisso, ela tem apresentado nestes recitais músicas de Kapustin, de quem foi amiga. Veja um trechinho de uma crítica de um destes recitais que poderá ser lida na integra aqui. ‘Para fechar a primeira parte do recital, ela tocou uma raridade: as Variações, op. 41, de Nikolai Kapustin, um compositor ucraniano nascido em 1937. Ele compôs as Variações em 1984, uma peça de jazz. Teria Orwell imaginado que esta música pudesse ser escrita atrás da Cortina de Ferro em 1984? Ele poderia imaginar qualquer coisa. Em sua interpretação, Son fez o jazz-equivalente a “rockin’ out”. Havia muita alegria na maneira como ela tocou assim como na música’.

Nikolai Kapustin (1937 – 2020)

Oito Estudos de Concerto, Op. 40

  1. Prelude. Allegro assai
  2. Reverie. Moderato
  3. Toccatina. Allegro
  4. Remembrance. Larghetto
  5. Raillary. Vivace
  6. Pastorale. Allegro moderato
  7. Intermezzo. Allegretto
  8. Final. Prestissimo

Variações Op. 41

  1. Variações

Moon Rainbow, Op. 161

  1. Moon Rainbow

Sonatina Op. 100

  1. Sonatina

Sonata No. 2, Op. 54

  1. Allegro molto
  2. Scherzo. Allegro assai
  3. Largo
  4. Perpetuum mobile. Allegro vivace

Yoel Eum Son, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 221 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 161 MB

Yoel Eum Son

Sobre a música que ouviremos no disco, a apresentação do álbum a seguir antecipa um pouco, mas você precisa ouvir para crer. ‘There are many great contemporary composers of our time but few write music that we can relate to so easily and closely as Nikolai Kapustin. His exquisite use of techniques and musical languages of classical and jazz ensures that his music appeals to a wide range of listeners. To those who love classical music but know little about jazz it does not sound too unfamiliar and vice versa. Indeed, it gives great pleasure to even the most untrained ears of either genre of music.

The Korean pianist Yeol Eum Son has long been a champion of the composer and became friends with him. This album is therefore a personal and affectionate tribute to this unique genius and a wonderful introduction to his music’.

Aproveite!

René Denon

Kapustin testando um dos pianos da sede do PQP Bach de Gorlivka…

Os dez primeiros seguidores que enviarem mensagens contando suas impressões da música de Kasputin ganharão cópias da receita do borsch, tradicional prato da gastronomia ucraniana…

2 comments / Add your comment below

  1. Eu não vejo muita graça em música erudita cuja ambição principal é parecer jazz. Melhor ficar com o jazz diretamente, sem intermediários. Por exemplo, buscar Art Tatum, Thelonious Monk, Oscar Peterson, Duke Ellington, Count Basie, em vez do Kapustin ou Gulda. Tem saído um tanto de gravações do Kapustin; a mais bacana, na minha opinião, é Concerto nº 2 para piano e orquestra, com Dmitry Masleev e a Sinfônica Siberiana, um álbum que foi lançado no ano passado e também tem Shostakovich e outro “jazzista” soviético, Alexander Tsfasman. Ainda assim, é só um divertimento. Acho que as obras que de fato integram o jazz à tradição erudita, num espírito mais fusion, são mais bem sucedidos, com Gershwin ou Bolling (cuja Suíte para flauta e trio de jazz tem algumas gravações muito boas, incluindo uma mais antiga com Rampal e outra mais recente com Jasmine Choi).

    1. Olá, Carlos!
      Obrigado por trazer sua opinião. Realmente, os músicos de jazz que você menciona são excelentes e é um prazer ouvi-los. Eu mesmo já postei alguma coisa com o Oscar Peterson, por exemplo. Também acho que a carreira musical de Kapustin se desenvolveu em um tempo totalmente diferente do que vivemos hoje, apesar da proximidade… A atividade dele como pianista certamente influenciou sua própria produção.
      Espero que você tenha encontrado algum prazer ouvindo algumas faixas do disco. Eu gosto bastante dos estudos e do ‘hit’ Variações.
      Abração do
      René

Deixe uma resposta