Gabriel Fauré (1845 – 1924) · ∾ · Quartetos com Piano · ∾ · Fauré Quartett ֍

Gabriel Fauré

Quartetos com Piano

Algumas Canções

Fauré Quartett

 

O lançamento deste disco foi ontem (escrevo na linda tarde de 2 de outubro de 2020) e deixou-me assim, um pouco surpreso.

O Fauré Quartett é formado por Konstantin Heidrich (violoncelo), Erika Geldsetzer (violino), Sascha Frömbling (viola) e Dirk Mommertz (piano). Estes quatro músicos alemães formaram este conjunto de câmera há 25 anos, quando estudavam em Karlsruhe. A escolha do nome se deve ao fato de que naquele ano de 1995 comemorava-se os 150 anos de nascimento do Gabriel e a música deste ótimo compositor francês os reuniu e mostrou a possibilidade de assim atuarem profissionalmente.

Minha surpresa vem do fato de que, apesar do nome, o grupo ainda não havia registrado as peças do homônimo compositor. Realmente, eles gravaram os quartetos de Mozart, de Brahms, e realizaram outros interessantes e ousados projetos para a Deustche Grammophon, mas nada de Fauré, até ontem…

Parece que eles passaram 25 anos se preparando para realmente fazer jus à música que tanto os inspirou. Posso vos garantir que valeu a espera. O disco é excelente.

O pianista do grupo, Dirk Mommertz, explica que os membros do grupo estão realmente muito conectados e isto gera algum risco: manter exatamente aquilo que uma música como a de Fauré precisa, o imprevisível, uma sensação de estar no ar, de leveza, mas também a profundidade que está dentro dela.

Dame Janet Baker

Veja como o Google tradutor do alemão verteu a mensagem de lançamento do álbum: O lançamento do novo disco é iminente! Estamos comemorando 25 anos do Quarteto Fauré. É por isso que Gabriel Fauré pode ser ouvido no CD. Muito! Seus dois quartetos de piano, Op. 15 e Op. 45, são adoçados com cinco canções: Notre Amour, Les Berceaux, Après un rêve, Clair de lune e Mandolin em um arranjo agradável de Dietrich Zöllner. O CD estará disponível a partir de 2 de outubro!

Gérard Souzay

 

 

Adoçados (versüßt) pode não ser muito elogioso para nossos ouvidos, mas tenho certeza que o contexto cultural alemão deve ser diferente. Digo isso por que achei os arranjos de impecável bom gosto. Acrescentei no arquivo que você já deve estar baixando gravações das canções Les Berceaux, Après un rêve, Clair de lune e Mandolin, nas vozes excepcionais de Gerard Souzay e Janet Baker, para que você compare e tire as suas próprias conclusões.

Gabriel Fauré (1845 – 1924)

Quarteto com Piano No. 2, Op. 45

  1. Allegro molto moderato
  2. Allegro molto
  3. Adagio non troppo
  4. Allegro molto

Canções arranjadas para Quarteto com Piano (Dietrich Zöllner)

  1. Notre Amour
  2. Les Berceaux
  3. Après un rêve
  4. Clair de lune
  5. Mandoline

Quarteto com Piano No. 1, Op. 15

  1. Allegro molto moderato
  2. Scherzo. Allegro vivo – Trio
  3. Adagio
  4. Finale. Allegro molto

Fauré Quartett

Konstantin Heidrich, violoncelo

Erika Geldsetzer, violino

Sascha Frömbling, viola

Dirk Mommertz, piano

Extra – Canções

  1. Les Berceaux [Janet Baker]
  2. Après un rêve [Janet Baker]
  3. Après un rêve [Gerard Souzay]
  4. Clair de lune [Gerard Souzay]
  5. Mandoline [Gerard Souzay]
  6. Mandoline [Janet Baker]

Janet Baker e Geoffrey Parsons (piano)

Gerard Souzay e Jacqueline Bonneau (piano)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 326 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 200 MB

E o pessoal está rindo à toa…

E o pianista do Fauré Quartett continua explicando: “One discovers much that is wonderful in Fauré’s music, from the darkest depths in the slow C minor movement, to the airiness and cheerfulness of some of the art songs we arranged and recorded” […] It is “incredibly challenging to cope with such emotional fluctuations along with all the imponderables as a member of an ensemble that has been rehearsing this music for over twenty years now. But it is exactly this that has perhaps driven us to rethink just about everything as much as possible. You have to look for a truth that offers validity.”

Na minha opinião, eles saíram-se brilhantemente do desafio!

Aproveite!

RD

Se você gostou desta postagem, poderá se interessar por estas aqui:

Gabriel Fauré (1845-1924): Quartetos para Piano Nros 1 e 2

Gabriel Fauré (1845-1924): Quartetos para Piano Nº 1 & 2 / Noturno Nº 4

Gabriel Fauré (1845-1924): Sonatas para Violino – Krysia Osostowicz & Susan Tomes

Gabriel Fauré (1845-1924) – Violin Sonatas – Shlomo Mintz, Yefim Bronfman

4 comments / Add your comment below

  1. Fauré,
    Adorei os brocados no texto da post (∾֍∾) e pela nova seção “se você gostou… poderá se interessar por…”
    Os detalhes me conquistam!
    A-do-rei! 😉

  2. Olá, Rameau!
    É bom saber que alguém gostou! Eu acho estes símbolos, especialmente o da Roseta, muito bonitos.
    Penso que o blog é mais do que um repositório de arquivos e quando posto um disco preciso apresentar a razão de o ter escolhido para a postagem. Como as postagens se seguem em ritmo vertiginoso, elas têm relativamente pouca exposição e depois desaparecem nas dobras digitais dos arquivos. Assim, esse processo de referenciar eventuais postagens antigas permite que elas possam ser contextualizadas e (espero) ao longo do tempo criará uma certa rede de sustentabilidade das postagens, mantendo-as mais tempo à tona.
    Os quartetos de Fauré, na gravação do Trio Wanderer, por exemplo, é linda. As sonatas para violino, na interpretação da Krysia Osostowicz (ex-Domus Piano Quartet) é muito bonita. Assim como a gravação da postagem do FDP, com a dupla Mintz e Bronfman.
    Bom, de qualquer forma, obrigado por ter me contado que gostou…
    Abraços do René

    1. Uma beleza de comentário, o seu, Denon!
      Très bien! Faz todo sentido, sobretudo para quem, como eu, acompanho o blog há anos…
      Gosto dele de todo modo, mas noto suas sutilezas.
      Je suis toujours remercié du cadeau musical…
      🙂

Deixe uma resposta