Franz Liszt (1811-1886): Harmonies Du Soir (Nelson Freire)

Bem, meus caros. Eu não sou a pessoa mais indicada para comentar este disco. Sei de sua alta qualidade artística, mas não consegui ouvir até o final. É muito romantismo para meu coração duro e burro. É tudo muito bonito, mas penso que faltam sangue e música, sobrando ornamentos e virtuosismo. Aliás, esta é uma tola opinião (e agressão beócia) pessoal de quem não aprecia o gênero. É claro que o disco é incensado e todos o elogiam, é claro que trata-se de um real consenso, é claro que há poesia e conteúdo sob a técnica vistosa, mas o que posso fazer se não me dou conta deles? Sim, sei: Nelson Freire é um autêntico gênio. É também uma pessoa modesta e inteligente, cujo virtuosismo e sensibilidade são lendários, mas sabe quando é não pra gente? Pois é. Só que jamais deixaria de postar um disco do qual tantos de vocês fruirão sem dar a mínima para PQP Bach. E ele (o disco) está aí.

Franz Liszt (1811-1886): Harmonies Du Soir (Nelson Freire)

2 Etudes De Concert, S.145
1 No.1 Waldesrauschen 04:00

Années De Pèlerinage: 2ème Année: Italie, S.161
2 Sonetto 104 Del Petrarca 05:57

Valse Oubliée No.1 In F Sharp, S.215
3 Valse Oubliée No.1 In F Sharp, S.215 02:45

Ballade No.2 In B Minor, S.171
4 Ballade No.2 In B Minor, S.171 13:43

Années De Pèlerinage: 1e Année: Suisse, S.160
5 Au Lac De Wallenstadt 02:45

Hungarian Rhapsody No.3 In B Flat, S.244
6 Hungarian Rhapsody No.3 In B Flat, S.244 04:25

6 Consolations, S. 172
7 No. 1 In E Major (Andante Con Moto) 01:42
8 No. 2 In E Major (Un Poco Più Mosso) 02:31
9 No. 3 In D Flat Major (Lento, Placido) 04:22
10 No. 4 In D Flat Major (Quasi Adagio) 02:59
11 No. 5 In E Major (Andantino) 02:21
12 No. 6 In E Major (Allegretto, Sempre Cantabile) 02:11

Harmonies Du Soir
13 Harmonies Du Soir 08:37

Nelson Freire, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Afasta de mim esse tanto de romantismo…

PQP

2 comments / Add your comment below

  1. Eu, ao contrário, sou fã de Liszt – em sua obra gigantesca tem muitos fogos de artifício sem muito conteúdo sim, mas também muitas obra-primas em beleza e inovação… Além desta incursão de Freire neste álbum, ele tb gravou de Liszt (muito bem, como de costume) os dois Concertos para Piano e Totentanz, além de uma Sonata em Si menor que conheço só do YouTube.

  2. Pqpbach muito grato pela iniciativa. Se me permite, você é muito sensível para alguns tipos de emoções…
    Aqui tem além do talento do artista “É muito romantismo para meu coração duro e burro. É tudo muito bonito, mas me falta sangue e música, sobrando ornamentos e virtuosismo”, você é fã de Liszt!

    L.

Deixe uma resposta