J. S. Bach (1685-1750): As Seis Trio Sonatas


IM-PER-DÍ-VEL !!!

São as Seis Trio Sonatas para órgão arranjadas para trios de diferentes formações — oboé, violino e contínuo, dois violinos, etc. O trabalho é de Robert King, regente e dono do King`s Consort. Já tinha ouvido trabalho semelhante realizado pelo oboísta Heinz Holliger e grupo, mas a versão de King me parece melhor, mais próxima de Bach e, fundamentalmente, mais colorida. Acho que está na hora dos organistas de “reapropriarem” de uma dos maiores ciclos de obras escritos para o instrumento. Aguardamos novas gravações deles!

J. S. Bach (1685-1750): As Seis Trio Sonatas

Trio Sonata in D minor, BWV527 arr. Robert King (b1960)
1 Movement 1: Andante [4’50]
2 Movement 2: Adagio e dolce [5’30]
3 Movement 3: Vivace [3’38]
Trio Sonata in G major, BWV530 arr. Robert King (b1960)
4 Movement 1: Vivace [3’34]
5 Movement 2: Lento [4’39]
6 Movement 3: Allegro [3’19]
Trio Sonata in E minor, BWV528 arr. Robert King (b1960)
7 Movement 1: Adagio – Vivace [2’54]
8 Movement 2: Andante [5’18]
9 Movement 3: Poco allegro [2’41]
Trio Sonata in C minor, BWV526 arr. Robert King (b1960)
10 Movement 1: Vivace [3’22]
11 Movement 2: Largo [3’01]
12 Movement 3: Allegro [3’25]
Trio Sonata in C major, BWV529 arr. Robert King (b1960)
13 Movement 1: Allegro [4’16]
14 Movement 2: Largo [5’32]
15 Movement 3: Allegro [3’08]
Trio Sonata in E flat major, BWV525 arr. Robert King (b1960)
16 Movement 1: [Allegro moderato] [2’29]
17 Movement 2: Adagio [4’59]
18 Movement 3: Allegro [3’23]

King’s Consort
Robert King

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Robert King, um monstro
Robert King, um monstro

PQP

0 comments / Add your comment below

      1. Apesar do nome “TRIO sonatas”, é como o PQP Bach falou – são para órgão solo mesmo.

        Entendo perfeitamente a confusão – da primeira vez que vi esses nomes, eu jurava que indicavam qualquer coisa, menos órgão solo. 🙂

  1. Queria saber se posso fazer um pedido. Recentemente fiquei sabendo que Rousseau compôs muitas músicas (dentre elas, sete óperas :O). Gostaria de saber se vocês poderiam disponibilizar o trabalho dele.

    Obrigado.

  2. “King’s consort” concorre ao título de nome de ensemble mais engraçadinho da música clássica.

    Mas os caras são bons. Tenho um CD duplo deles interessantíssimo em que eles tocam a música tocada na coroação de algum rei genérico da Inglaterra (obviamente prestei muito mais atenção na barulheira da música do que no rei).

Deixe uma resposta