Gustav Mahler (1860-1911): Sinfonias Nº 4, 5 e 6 (Tilson Thomas)

Tilson Thomas
Tilson Thomas

IM-PER-DÍVEL !!!

Ah, quer os outros posts desta série? Fácil, clica aqui, meu! 

É espantoso o trabalho que faz Michael Tilson Thomas e a orquestra de São Francisco nesta integral das Sinfonias de Gustav Mahler. Esta deve ser a terceira integral que vou postando e ainda tenho mais duas… Estou indo na minha ordem… Postei a 2ª e a 3ª e agora vou para a 4ª, 5ª e 6ª. Depois virá a 7ª e voltarei à 1ª, tá? A melhor integral ainda é, na minha opinião, a de Lenny, mas eu acho muito legal que outros tentem batê-lo. Assim a gente ouve bastante Mahler.

Gustav Mahler (1860-1911) – Sinfonia No. 4

01. I. Bedächtig. Nicht eilen
02. II. In gemächlicher Bewegung. Ohne Hast
03. III. Ruhevoll
04. IV. Das himmlische Leben. Sehr behaglich

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Gustav Mahler (1860-1911) – Sinfonia No. 5

01. 1. Trauermarsch
02. 2. Stürmisch bewegt. Mit grösster Vehemenz
03. 3. Scherzo – Kraftig, nicht zu schnell
04. 4. Adagietto – Sehr langsam
05. 5. Rondo – Finale – Allegro

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Gustav Mahler (1860-1911) – Sinfonia Nº 6

01. I. Allegro energico, ma non troppo. Heftig, aber markig
02. II. Scherzo. Wuchtig
03. III. Andante moderato
04. Finale Allegro moderato – Allegro energico

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

San Francisco Symphony
Michael Tilson Thomas

PQP

13 comments / Add your comment below

  1. Melhor que a do Bernstein? Hum… olha a responsabilidade que você está jogando sobre os ombros do Tilson Thomas. Mas como respeito muito sua opinião, vou baixar e ouvir com atenção, apesar de meus ouvidos já estarem viciados na versão do Lenny.

  2. Curiosamente a primeira vez que ouvi falar do Tilson Thomas foi com o excelente álbum da Mahavischnu Orchestra, “Apocalipse”, onde ele dirige a Sinfônica de Londres acompanhando as loucuras e virtuosismos exacerbados de John McLaughlin e sua turma. O rapaz era ligado nas modernidades que aconteciam no começo dos anos 70 em Londres.

  3. Concordo plenamente! Adoro Lenny, tudo dele tem uma cor especial, um sabor único, uma sonoridade emocionante! Para mim, tudo dele é excelente. Mas também é bom ouvir outros, que afinal também são muito bons e têm suas virtudes.

  4. A 2º e 3º Sinfonias de Mahler com Bernstein e a Filarmônica de Nova Iorque já estou familiarizado e são realmente espantosas ,vibrantes e de uma energia sonora da mais alta qualidade. O movimento final da 2º Sinfonia é de cortar o coração da gente, capaz de derrete um glaciar inteiro.
    Um abraço do Dirceu.

  5. Mahler é muito bom. Antes não me sentia muito atraído às suas sinfonias, mas hoje já as acho preciosidades, tão preciosas quanto as de Beethoven. Gosto especialmente da primeira (como se alguém tivesse perguntado, não é?rsrsrs).

Deixe uma resposta