Rimsky-Korsakov (1844-1908): Sinfonia Nº 3 / Concerto para piano, Op. 30 / Abertura 'A Grande Páscoa Russa'

Pois é. Gostei mais das interpretações deste Kitajenko, nascido em Leningrado, para obras de Rimsky-Korsakov, do que das de Karajan recém postadas. Bergen, Berlin; Berlim, Bergen. Bergen é humilde perto de Berlim — a qual pulsa cultura por todos os seus poros (pulsa pelos poros, francamente…). Segunda maior cidade da Noruega, Bergen abriga 250 mil almas congeladas. É uma belíssima cidade litorânea e deve ter inspirado a luminosa gravação da Grande Páscoa Russa, obra da absoluta preferência deste que vos escreve. O Concerto para Piano em um movimento também é bastante bom. Um disco bem legal com peças raramente gravadas.

Rimsky-Korsakov (1844-1908): Sinfonia Nº 3 / Concerto para piano, Op. 30 / Abertura ‘A Grande Páscoa Russa’

1. Russian Easter Overture: Lento Mistico – Andante Lugubre, Sempre Alla Breve

2. Sadko, Op.5: Moderato Assai – Allegro Molto – Allegretto – Poco Piu Vivo – Moderato Assai

3. Piano Concerto in C Sharp Minor, Op.30: Moderato – Allegretto Quasi Polacca – Andante Mosso – Allegro

Sinfonia Nº 3
4. I. Moderato Assai – Allegro
5. II. Scherzo. Vivo – Trio. Moderato
6. III. Andante
7. IV. Allegro Con Spirito

Geoffrey Tozer, piano
Bergen Philharmonic Orchestra
Dmitri Kitajenko

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (RapidShare)

PQP

0 comments / Add your comment below

  1. Já eu não faço muita distinção de um regente para outro, do tipo “esse é o melhor”, ou “aquele faz melhor que o outro”; antes eu era assim, mas depois comecei a ser mais liberal quanto a isso. Arte é arte, e eu não sou muito crítico nem pra comida, sinceramente.

  2. Faz tempo que não passo por aqui, toda essa música faz mal a um provável músico, que virou escritor… Bem, devo elogiar Rimsky-Korsakov, suas obras sempre mobilizam muito interesse de minha parte. “A Grande Páscoa Russa” é bonita demais, uma das primeiras peças que ouvi, há cerca de vinte anos. Korsakov nos faz surpresas a cada desenvolvimento e pausa, a música sempre prossegue, cada vez mais envolvente, mais contagiante, mais comovente. E como é límpida, rica, gostosa. Um dos grandes momentos do compositor, em referência a essa fé popular, sem liturgia, fé pagã, das festas do povo.

Deixe uma resposta