O Mestre Esquecido, capítulo XII (Brahms: Sonatas para Violino e Piano – Wanda Wiłkomirska e Antonio Guedes Barbosa)

A melhor das colaborações entre Antonio e Wanda Wiłkomirska também é aquela em que nosso “muso” tem mais amplo destaque. As sonatas de Brahms são, enfim, estritamente obras para piano E violino, nas quais os dois instrumentistas colaboram em pé de igualdade. Para quem ouviu com alguma frustração o grandioso Barbosa servir de coadjuvante nos bombons musicais de Kreisler, ou teve raiva do engenheiro de som que o pôs um tanto na berlinda em outras gravações, é muito gratificante escutar nosso patrício brilhar na grande música de Brahms. Wiłkomirska lhe é aqui uma parceria congenial, com uma expressividade contida que me parece muito adequada a esse repertório, o calcanhar de Aquiles de muitos grandes solistas que tentam soar solares mas acabam por ser estapafúrdios, e uma prova de fogo que o duo supera magistralmente, numa das minhas gravações preferidas dessas sonatas.

Johannes BRAHMS (1833-1897)

Sonatas para violino e piano

Sonata no. 1 em Sol maior, Op. 78

1 – Vivace ma non troppo
2 – Adagio
3 – Allegro molto moderato

Sonata no. 2 em Lá maior, Op. 100

4 – Allegro amabile
5 – Andante tranquillo
6 – Allegretto grazioso (quasi andante )

Sonata no.3 em Ré menor, Op. 108

7 – Allegro
8 – Adagio
9 – Un poco presto e con sentimento
10 – Presto agitato

Wanda Wiłkomirska, violino
Antonio Guedes Barbosa,
piano

LP da Connoisseur Society, lançado nos Estados Unidos em 1975 (sonatas nos. 1 e 2)
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

CD da Connoisseur Society, lançado nos Estados Unidos em 1986 (sonatas nos. 1, 2 & 3)
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

[quem adivinhar se eles foram ou não lançados no Brasil ganhará um tacacá virtual]


Antonio sola o Concerto no. 2 para piano e orquestra de Sergei Rachmaninoff, acompanhado por Roberto Tibiriçá e a Orquestra Nova Filarmonia, no Ibirapuera, em 25/01/1990, por ocasião do aniversário da Cidade de São Paulo. Gravação da extinta TV Manchete, cedida por Roberto Tibiriçá e disponibilizada pelo inestimável Instituto Piano Brasileiro, cujo trabalho nós estimulamos fortemente conhecer e apoiar.

2 comments / Add your comment below

Deixe uma resposta