BTHVN250 – A Obra Completa de Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Christus am Ölberge, Op. 85 – King – Harwood – Klee

Já lhes falei que não sou um grande fã do único oratório de Beethoven, mas o fato é que, até agora, a melhor versão da obra não tinha sido publicada por aqui. Resolvido: se não será esta gravação a colocar Ludwig no patamar – posição que ele, aliás, nunca almejou – dos grandes oratoristas, acho que o canto impecável de James King e Elizabeth Harwood, ambos no auge de suas capacidades vocais, sob a condução segura do já veteraníssimo Bernhard Klee deixa o Christus am Ölberge tão bonito quanto ele pode ser. E mais não lhes conto, porque eu já lhes contei antes.

Ludwig van BEETHOVEN (1770-1827)

Christus am Ölberge, oratório para solistas, coro e orquestra, Op. 85
Composto em 1803
Publicado em 1811

1 – Introdução: Grave – Adagio
2-  Recitativo: “Jehovah, du mein Vater!”
3 – Ária: “Meine Seele ist erschuttert”
4 – Recitativo: “Erzittre, Erde!”
5 – Ária: “Preist des Erlosers Gute”
6 – Recitativo: “Verkundet, Seraph, mir dein Mund”
7 – Dueto: “So ruhe denn”
8 – Recitativo: “Wilkommen, Tod!”
9 – Coro dos soldados: “Wir haben ihn gesehen”
10 – Recitativo: “Die mich zu fangen augezogen”
11 – Coro dos soldados: “Hier ist er”
12 – Recitativo: “Nicht ungestraft”
13 – Trio: “In meinen Adern wuhlen”
14 – Coro dos soldados: “Auf, ergreifet den Verrater!”

15 – Coro dos Anjos “Welten singen Dank und Ehre”

James King, tenor (Jesus)
Elizabeth Harwood, soprano (
Serafim)
Franz Crass, baixo (Pedro)
Wiener Singverein
Wiener Symphoniker
Bernhard Klee, regência

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

#BTHVN250, por René Denon

Vassily

1 comment / Add your comment below

  1. Caro Vassily, muito, muito, muito obrigado!!!Esta é, sem dúvida, a maior, melhor interpretação dessa obra maravilhosa! Um consolo para alma, esse Jesus heróico, quase militar! Um momento de otimismo, fé e pé na guerra! Harwood está estupenda, maravilhosa, Crass um colosso e James King. na ja, sem comentários!
    Klee conduz a Wiener Symphoniker de maneira genial!
    Ganhei o LP quando tinha onze anos e fiquei sem dormir naquele dia. Era o especial da páscoa da coleção MESTRES DA MÚSICA da Abril.
    Um garoto de onze anos lá na Jaboticabal natal de meu pai.
    Muito obrigado!!!!!

Deixe uma resposta