J. S. Bach (1685-1750): A Arte da Fuga (Podger / Brecon)

Uma bela versão desta dificílima obra da qual já foi dita ser mais para a leitura de especialistas do que para ser tocada. Bach não atribuiu instrumentação à peça, o que dá gloriosa liberdade e variações às gravações. A Arte da Fuga (Die Kunst der Fuge, BWV 1079), é uma peça inacabada — praticamente finalizada, na verdade — de Johann Sebastian Bach. A composição da obra provavelmente se iniciou em 1742. A primeira versão 12 fugas e dois cânones e foi copiada em 1745. A segunda versão da obra foi publicada após sua morte em 1750, contendo 14 fugas e quatro cânones. A obra demonstra o completo domínio de Bach da mais complexa forma de expressão dentro da música erudita, o contraponto. A obra é composta de combinações engenhosas e particularmente elaboradas de temas relativamente simples, que são desenvolvidos com a mais alta musicalidade. A Arte da Fuga se situa entre os pontos mais altos a que chegou a música europeia devido à complexidade única de sua forma e estrutura.

J. S. Bach (1685-1750): A Arte da Fuga (Podger / Brecon)

Simple Fugues
1 Contrapunctus 1 2:47
2 Contrapunctus 3 2:27
3 Contrapunctus 2 2:58
4 Contrapunctus 4 3:38
5 Canon Alla Ottava 2:15
Double Fugues
6 Contrapunctus 9 ‘Alla Duodecima’ 2:26
7 Contrapunctus 10 ‘Alla Decima’ 3:47
Counter Fugues
8 Contrapunctus 5 2:51
9 Contrapunctus 6 ‘In Stylo Francese’ 3:49
10 Contrapunctus 7 ‘Per Augmentationem Alla Terza’ 3:30
Triple Fugue
11 Contrapunctus 8, A 3 5:50
Triple/Quadruple Fugue
12 Contrapunctus 11, A 4 5:40
13 Canon Alla Duodecima 3:43
14 Contrapunctus 12, A 4 3:48
15 Canon Alla Decima 4:27
16 Contrapunctus 13, A 3 4:35
17 Canon Per Augmentationem In Contrario Motu 3:22
18 Contrapunctus 14 8:23

Cello – Alison McGillivray
Harpsichord – Marcin Świątkiewicz
Viola – Jane Rogers (2)
Violin – Rachel Podger
Violin, Viola – Johannes Pramsohler
Ensemble – Brecon Baroque

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

PQP

Deixe uma resposta