J.S. Bach (1685-1750): Concertos para Cravo Vol. 1 (Suzuki)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Uma gravação de altíssimo nível artístico de Suzuki e do Bach Collegium Japan. Fazia tempo que não ouvia algo com tanto senso de estilo e sensibilidade ao barroco quanto isto. Os concertos existentes de Johann Sebastian Bach para um cravo e cordas foram todos compostos antes de 1738, o que os torna alguns dos primeiros, se não os primeiros, concertos para teclado (o Primeiro não seria o Concerto Nº 5 de Brandenburgo?) — um gênero destinado a se tornar um dos mais populares na música clássica. Com toda a probabilidade, Bach os escreveu para seu próprio uso (ou o de seus filhos talentosos, tais como eu) – provavelmente para ser apresentado no Collegium Musicum de Leipzig, do qual ele assumiu o cargo de diretor em 1729. O persona exuberante que se encontra nos concertos parece refletir o quanto Bach aproveitou a oportunidade de se envolver com seus colegas músicos. Mas grande parte da música em si não era nova, muitos dos concertos de cravo de Bach são quase certamente transcrições de trabalhos anteriores escritos para outros instrumentos.

J.S. Bach (1685-1750): Concertos para Cravo Vol. 1

Harpsichord Concerto No. 1 in D Minor, BWV 1052 21’40
01 I. Allegro 7’23
02 II. Adagio 6’20
03 III. Allegro 7’57

Harpsichord Concerto No. 5 in F minor, BWV 1056 9’25
04 I. Allegro 3’11
05 II. Adagio 2’33
06 III. Presto 3’41

Harpsichord Concerto No. 8 in D minor, BWV 1059 R (reconstruction by M. Suzuki) 15’54
07 I. Allegro 6’17
08 II. (Siciliano) 6’05
09 III. Presto 3’32

Harpsichord Concerto No. 2 in E Major, BWV 1053 19’29
10 I. (Allegro) 8’04
11 II. Siciliano 4’31
12 III. Allegro 6’54

Masato Suzuki, cravo
Bach Collegium Japan
Masato Suzuki, regência

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Um trompete?

PQP

1 comment / Add your comment below

  1. Coisa linda essa foto.
    Que instrumento mais interessante o cravo.
    De acompanhante a solista.
    E como sempre Bach chega em cena e revoluciona o gênero. Estes são os precursores dos concertos de piano tão populares depois.
    Suzuki e Bach Collegium também são artistas de calibre. Como já pudemos comprovar em posts do passado (oratório de Páscoa e ascensão).
    Muita gratidão a esse blog.

Deixe uma resposta