Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto Triplo / Aberturas Egmont, Coriolano e Fidélio

Eu tenho lá minhas restrições a Herbert von Karajan, mas ele deu acesso a vários jovens que hoje são monstros sagrados. Ao foto do disco ao lado têm Yo-Yo Ma e Anne-Sophie Mutter adolescentes, solando com a Filarmônica de Berlim. Esta gravação do Concerto Triplo não chega a ser uma maravilha, só que ela sempre será utilizada como referência e vendeu como água em seu tempo. Bem, o Concerto para violino, violoncelo e piano (Triplo) em Dó Maior, Opus 56, foi escrito por Ludwig van Beethoven entre 1803 e 1805, sendo publicado em 1807 e estreado em Viena e, 1808. Trata-se do único concerto de Beethoven para mais de um instrumento solista. Já as aberturas são first choices nos inícios de concertos no mundo inteiro.

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)

Concerto for Piano, Violin, and Cello in C, Op.56
1) 1. Allegro [17:48]
2) 2. Largo – attacca [5:50]
3) 3. Rondo alla Polacca [12:32]
Anne-Sophie Mutter
Mark Zeltser
Yo-Yo Ma
Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan

4) Music to Goethe’s Tragedy “Egmont” op.84 [8:21]
5) Overture “Coriolan”, Op.62 [9:00]
6) Overture “Fidelio”, Op.72c [6:55]

Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Uma Mutter quase criança com seu descobridor.
Uma Mutter quase criança com seu descobridor.

PQP

 

3 comments / Add your comment below

  1. Bem peculiar a turma da DG nesse álbum. Mütter tinha 16/17 aninhos, e Ma, quase dez anos mais velho. Três anos mais tarde, Mütter e Karajan gravariam o duplo de Brahms com o ilustre pernambucano Antonio Meneses, e não com Ma, que a essas alturas já era exclusivo da CBS (que mais tarde virou Sony Music), junto com seu padrinho Isaac Stern. A linguagem corporal da foto de capa sugere um oriental não muito integrado no time germânico. Mistério.

  2. Me agradou bastante o Concerto Triplo com este time e me pareceu haver equlibrio entre orquestra e solistas. E quanto as Aberturas é o velho Herr colocando a Berlim na ponta dos dedos.
    Parabéns e recomendo a audição. Saudações do Dirceu.

Deixe uma resposta