.: interlúdio :. Béla Fleck & The Flecktones – Rocket Science (2011)

Bela Fleck é o único músico a ser indicado para o Grammy em jazz, bluegrass, pop, country, spoken word, compositor e em várias categorias de world music. Ganhou 11 vezes, com 27 indicações no total. Grande merda, né? O instrumento de Fleck é o banjo e nele o cara faz misérias. Ele toca e grava em várias formações, além de ser o inovador líder do Béla Fleck & The Flecktones. Rocket Science marca a primeira gravação dos Fab Four Flecktones em quase duas décadas, com o pianista e gaitista Howard Levy, o baixista Victor Wooten e o percussionista e baterista Roy Futureman Wooten.

Um CD que é MUITO BOM, mas que é, essencialmente, MUITO DIVERTIDO.

Béla Fleck & The Flecktones – Rocket Science (2011)

1. Gravity Lane 5:58
2. Prickly Pear 3:49
3. Joyful Spring 2:40
4. Life In Eleven 5:25
5. Falling Forward 5:10
6. Storm Warning 7:58
7. Like Water 4:41
8. Earthling Parade 7:58
9. The Secret Drawer 2:12
10. Sweet Pomegranates 5:55
11. Falani 6:51
12. Bottle Rocket 5:52

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Bela Fleck, quem mais poderia ser?
Bela Fleck, quem mais poderia ser?

PQP

6 comments / Add your comment below

  1. Muito bom, PQP. A destacar a presença do excepcional baixista Victor Wooten, um virtuose do instrumento. Já acompanho a carreira do Béla Fleck há tempo e ele realmente é um grande instrumentista.

  2. Excepcional!! Já havia baixado (aqui mesmo) um CD com Béla Fleck, Zakir Hussain e Edgard Meyer, desde então acompanho esse cara, muito bom!!

  3. O disco é como você descreveu, leve e divertido. Eu já tinha o Perpetual
    Motion, com autores classicos. O Banjo fez-me recordar o tempo em que eu me meti a estudar esse instrumento: chamavam-lhe Balalaika.Ótima postagem, PQP, agradeço muito!

    abraços

Deixe uma resposta