Ludwig van Beethoven (1770-1827): The Early String Quartets (Melos)

Estes quartetos de cordas do mestre Ludwig van Beethoven estavam separados há muito tempo para serem postados. Não sei o porquê de não ter postado há mais tempo. O fato é que fui abandonando o empreendimento e uma certa omissão me tomou por completo. Mas como estou de bom humor no dia de hoje, resolvi-me por postar esta extraordinária caixa com os imortais quartetos do mestre de Bonn, tendo o Melos Quartett como porta-voz. Sobre os quartetos de cordas de Beethoven é importante dizer que estão entre as produções mais brilhantes e geniais do alemão. Sendo assim, comecemos a audição agora mesmo. Uma boa apreciação!

Os Middle, com o Melos, estão AQUI.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): The Early String Quartets

DISCO 01

String Quartet in F, op.18 No.1
01. I. Allegro con brio
02. II. Adagio affettuoso es appassionato
03. III. Scherzo. Allegro molto
04. IV. Allegro

String Quartet in G, op.18 No.2
05. I. Allegro
06. II. Adagio cantabile – Allegro – Tempo I
07. III. Scherzo. Allegro
08. IV. Allegro molto quasi Presto

DISCO 02

String Quartet in D, op.18 no.3
01. I. Allegro
02. II. Andante con moto
03. III. Allegro
04. IV. Presto

String Quartet in c, op.18 no.4
05. I. Allegro ma non tanto
06. II. Scherzo. Andante scherzoso quasi Allegretto
07. III. Menuetto. Allegretto
08. IV. Allegro – Prestissimo

DISCO 03

String Quartet in A, op.18 no.5
01. I Allegro
02. II Menuetto
03. III Andante canabile. Thema – Variationen I…
04. IV Allegro

String Quartet in B flat, op.18 no.6
05. I. Allegro con brio
06. II. Adagio ma non troppo
07. III. Scherzo. Allegro
08. IV. La Malinconia. Adagio – Allegretto …

Melos Quartett
Wilhelm Melcher, 1. violino
Gerhard Voss, 2. violino
Hermann Voss, viola (alto)
Peter Buck, Violoncello

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

O Melos em 1965, época do início da construção do império PQP Bach. Neste ano, compramos nosso primeiro iate.

Carlinus

11 comments / Add your comment below

  1. Muito bom, Carlinus. Essa versão do Mellos é uma das melhores que já ouvi, apesar de não tê-la. Fique à vontade para postar o restante. Continuo sem computador, e desconfio que o problema só vai se resolver na próxima semana.

  2. assaz superior a apenas uma outra que ouvi com o kodály quartet. esta performance está mesmo bem interessante…

    mas, adotando um procedimento padrão – o de comentar coisas senseless em posts recém-nados – gostaria de saber se é possível a revalidação de um post em que se promete ouvir um vivaldi e um bach ‘livremente recriados’ por um marco guimarães. admiro tanto estes nobres barrocos, e tanto o texto do post, quanto a listagem de obras me deixaram com uma ansia de ouvir este ‘novo som’, mas para minha desgraça, o link no rapidshare está ófi. e de todos os links n’estas condições com os quais já me deparei por aqui, não houve outro que me desse tanta tristeza. aliás, tentei debalde encontrá-lo n’algures. o que apenas assomou mais dor às minhas aflições…

    assim como bach para muitos aqui, é vivaldi quem me dá aquela nostalgia de infância musical – o narciso que me iniciou n’esta bela arte, apesar de seu ‘popismo’ que de tão exacerbado, tenta diminuí-lo.

    * * *

    fui um ‘cliente mudo’ desde meados do ano passado, quando descobri o site procurando algumas óperas de warner. minha conexão tornou-se, com o tempo, viciada em ‘pqpina’ sem nunca deixar de por ela fluir – altamente dependente de tudo isso aqui.
    tentarei ser mais participativo a partir de agora. juro!

    se o ‘sac’ decidir por me concender suas graças além do que já faz por tantos, ficarei mais grato do que já sou. não faço uma cobrança, mas apenas um pedido. a ‘obra’ que vocês realizam aqui já me delicia por demais…

    não tenho-do-que/posso/devo/quero reclamar!

  3. Obrigado, FDP. Que pena que você ainda esteja tendo problemas com a sua conexão. Gosto de suas postagens. E tenho percebido que você tem ficado longos períodos sem postar.

    Abraços a todos e um bom feriado!

  4. Carlinus, meu problema não é com conexão, o que aconteceu foi que queimou a fonte de meu computador, onde está armazenado 90% do meu acervo. No começo do mês de abril levei este mesmo computador para darem uma geral nele, e foi diagnosticado que a fonte não estava dando conta do recado. Por algum motivo inexplicável, o computador voltou do mesmo jeito, sem trocarem a dita cuja da fonte. E na quarta feira, deu pau de vez. Nem liga mais. Mas pretendo resolver isso ainda nesta semana.
    Ouvi o primeiro destes cds do Mellos Quartet e gostei muito. Estou aguardando ansioso os outros. Mas não tenha pressa, vá no seu ritmo. Nas minhas próximas postagens pretendo continuar minhas postagens barrocas, como conversamos dia desses por email.

  5. Caro
    Muito bom ouvir Beethoven!!!
    Extremamente estimulante, p/ várias coisas… Não é à toa que o Alex do Laranja Mecânica, devido à sua natureza um tanto quanto “selvagem”, tem predileção estética por este compositor!!!

  6. No túnel do tempo… Dez anos depois, a música continua boa, o humor melhorou ainda mais e Carlinus voltou a publicar, inclusive com detalhes sobre a história do Império PQP!
    Super!
    🙂

Deixe uma resposta