Restaurado – Os DOIS encontros de Guiomar e Beethoven no Quarto – e ainda Ao Luar!

http://www.tropis.org/imagext/guiomar novaes beethoven swarowsky.jpgIM-PER-DÍ-VEL !!!

Publicado originalmente em 07.05.2010

Este post só foi possível graças a uma rede de colaborações. Primeiro, nosso leitor Eduardo Maia Bandeira de Melo enviou a gravação do concerto com Klemperer. Eu só conhecia a outra, e fiquei pasmo de ouvir como a mesma pianista pôde produzir duas versões tão diferentes da mesma obra – e as duas antológicas.

Aí veio a vontade irresistível de ouvi-las lado a lado – e obviamente de compartilhar essa audição com vocês – mas trombei com que a versão com Swarowsky anda inincontrável em CD e internet. E aí entrou nosso companheiro de equipe Avicenna, grande mestre em ripagem de LPs de vinil e pós-processamento dos arquivos. E de repente…

… eis que ouço saindo pela primeira vez do micro aqueles sons que me atingiam vindos da vitrola de meu pai quando eu ainda nem havia saído da barriga da minha mãe. (Parece que eram esse concerto e a Pastoral com Walter Goehr. Pouco depois esta era o único jeito de acalmar um certo sujeito um tanto indignado por ter nascido…)

Aí, uma decisão delicada: o CD oferecido pelo Eduardo contém mais 7 peças de recital, desacompanhadas, de Bach-Silotti, Brahms, Gluck-Sgambatti, Saint-Saëns sobre Gluck… em interpretações espantosas por diferentes motivos. Imperdível, mas inseridos artificialmente no mesmo disco. Totalmente fora do campo desse Beethoven. E decidi transferi-las para outro post, a ser feito em breve.

Por outro lado, o disco de Swarowsky contém ainda a Sonata ao Luar – provavelmente a leitura mais clássica, desapaixonada, cool, que já ouvi dessa obra. Ela ficaria totalmente desenturmada entre aquelas outras peças (quando vocês ouvirem vão entender…) e definitivamente não destoa do clima geral deste post. E então ficou aqui, de bis – ou tris, pois aparece depois que o concerto inteiro é bisado!

Antes de deixar com vocês, só quero dizer que não vejo o objetivo de “eleger a melhor” nessa audição lado a lado; acho mesmo que seria uma atitude mesquinha demais para matérias desta ordem. São diferentes, e ponto. Mas confesso que tendo a achar Klemperer mais interessante nos movimentos rápidos, enquanto o Andante com Swarowsky… ouçam em silêncio e atenção até a ÚLTIMA nota e depois me digam.

E ainda: Klemperer perderá um pouco na qualidade de som, e não por culpa do Eduardo: a gravação é de 1951 (informação do leitor Flavio Dutra), e a de Swarowsky foi lançada em 1962 já em stereo.

Finalmente: não parece notável que as duas versões tenham sido gravadas em Viena – a cidade que Beethoven adotou, e onde compôs e apresentou ao mundo esta música toda?

Beethoven, Concerto para piano e orquestra n.º 4, em Sol, op.58
Orquestra Sinfônica de Viena – Regente: Otto Klemperer
Solista: Guiomar Novaes

Ano de lançamento: 1951

01 I Allegro moderato
02 II Andante con moto
03 III Rondo, Vivace

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

As outras peças contidas no mesmo CD (Bach, Brahms, Gluck etc.) serão postadas separadamente.

Beethoven, Concerto para piano e orquestra n.º 4, em Sol, op.58
Orquestra Pro-Musica de Viena – Regente: Hans Swarowsky
Solista: Guiomar Novaes

Ano de lançamento: 1962

01 I Allegro moderato
02 II Andante con moto
03 III Rondo, Vivace

Beethoven, Sonata para piano n.º 14, em Do sustenido menor, op.27 nº 2
“Ao Luar”, “Moonlight”, “Mondschein”
Pianista: Guiomar Novaes

Incluído no LP (vinil) do 4.º Concerto com Swarowsky (1962)

04 (faixa única)
. . . 0:00 I Adagio Sostenuto
. . . 5:20 II Allegreto
. . . 7:42 III Presto Agitato

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Guiomar, dois encontros com homens diferentes
Guiomar, dois encontros com homens diferentes

Ranulfus

[restaurado por Vassily em 22/5/2020]

21 comments / Add your comment below

  1. A meu ver, só se pode falar que uma obra tem sua gravação definitiva se se tratar de uma obra menor.
    Para obras da complexidade dos concertos de Beethoven, são tantos os pontos de vista possíveis sobre cada compasso, que cada pianista e cada orquestra que ouvimos vai nos mostrando mais e mais como Beethoven é genial.
    Por isso, adorei ouvir as duas gravações de Guiomar, que vão se somar às de Pollini e Rubistein, que também adoro neste concerto. E que venham outros!

    1. Hahahah… Mas, escuta: ouvi dizer que você andaria meio com telhado de vidro pra jogar pedra no Corinthians… EU não sei, meu entendimento de futebol é bem primariozinho, mas ouvi qualquer coisa assim no ar…

    2. Nosso telhado nem existe… Mas a gente ganhou mais uma fase na Libertadores. O Curintia, não.

      1. O time do Curintia é igual ao Michael Jackson.
      Marca o show, vende os ingressos caros, lota estádios.
      Mas morre em casa.

      2. O que o corinthiano faz depois de ganhar o título na Libertadores? Desliga o Winning Eleven no Playstation e vai dormir…

      Bem, vou baixar a Guiomar. Ganho mais!

    1. VALEU, Flávio!! Vou adaptar o texto para incluir o dado!

      A propósito, se você tiver QUAISQUER datas das gravações e mesmo de apresentações notáveis dela, e estiver disposto a compartilhar, não se acanhe! Pode ser aqui, ou pelo ranulfus@bol.com.br , pois estou tentando reunir dados sobre ela. E o que consegui na net até agora é caótico, ao que parece disponibilizado por pessoas que o fazem por amor, mas sem experiência em sistematizar dados.

      Obrigado mais uma vez

    1. MUITO interessante, Henrique… mas você está dizendo que essas gravações foram feitas no Rio? (Pra quem ainda não sabe: a Guiomar ainda gravou com o Swarowsky vários Mozarts e O IMPERADOR! E eu ainda não ouvi). Pra mim elas tinham até CHEIRO de Viena, rsrs. Ou quem sabe gravaram lá mas fizeram turnê por aqui… TODA INFORMAÇÃO EM BEM VINDA!!

        1. Ainda não tenho, Colarusso. Como disse, tenho interesse em reunir o máximo possível de material da Guiomar, e toda colaboração nesse sentido é bem-vinda!

          FALO ISTO PARA TODOS, NÃO SÓ PRA VOCÊ: Às vezes, a gente mesmo pára pra correr atrás desses materiais desejados, mas, vocês sabem, todos nós aqui fazemos isto voluntariamente, por paixão, e um dia correndo atrás de um material na net às vezes é um abalo grave no nosso trabalho de sobrevivência, ou até na nossa vida familiar.

          Por isso temos sempre que pedir paciência com o que não tem… e colaborações! Pois na verdade os leitores estão tão em condições de encontrar as obras quanto nós.

          Então acho que seria um engano entender qualquer blog como um posto de prestação de serviços – ou em outras palavras, um balcão de bar, onde o papel de um é o de pedir, do outro é o de atender. Muito mais é uma mesa na calçada na frente da casa de alguém (como acontecia antes em muitos lugares quentes, e talvez ainda aconteça) onde amigos chegam e compartilham coisas de que ficaram sabendo.

          Não é uma praça pública: existe “um particular” que disponibiliza o espaço, mesa, cadeiras… e o “tom” particular da sua casa – mas é uma relação inter-humana bem diferente da que se tem com qualquer tipo de estabelecimento comercial, não é mesmo? E eu acho de loooonge mais bonita!

  2. Poxa vida, estou até emocionada de encontrar isto aqui. Obrigada pelo sorriso que agora tenho no rosto e muito obrigada pelo link. Agradeço de coraçào.

    Abçs cordiais,

  3. Caro Ranulfus, PQP! Que comentário GENIAL! Vc sintetizou brilhantemente o que é este BLOG! Particularmente estou em falta com este BLOG , pois tenho mais de mil CD´s clássicos, só que como estou para fazer uma mudança os discos estão embalados…. mas em breve disponibilizarei MUITA COISA boa!
    Pode me cobrar (voce tem meu e-mail!)!
    MUITO OBRIGADO por tantas obras disponibilizadas!

    Um forte abraço a todos!

  4. DVD Infinitivamente Guiomar Novaes

    O filme Infinitivamente Guiomar Novaes de Norma Bengell, e o livro Guiomar Novaes –
    Uma arrebatadora historia de amor, de Maria Stella Orsini, não so preenchem uma lacuna
    na historia da cultura brasileira, como tornam o nome de Guiomar Novaes mais conhecido
    pelo povo que ela tanto amava.
    Ao revelarem uma artista tão plena, as autoras buscam resgatar, das sombras do esquecimento
    aquela que foi considerada uma das mais extraordinárias entre os maiores pianistas de todos
    os tempo.
    Não se pode escrever a historia da música no Brasil, sem lembrar o nome de Guiomar tão
    exaltado no exterior, mas tão pouco reconhecido entre nós.
    Durante 71 anos, numa longa carreira de sucessos, ela se destacou pelo estilo requintado
    e por sua elegancia despretensiosa, favorecidos por uma tecnica magistralmente dominada
    e pelo mais perfeito entendimento da linguagem musical. Tudo isso aliado a um imcomparavel
    som cantante e uma ilimitada riqueza de efeitos de sonoridade que encantaram varias gerações
    . Guiomar é uma pianista que surpreende pela originalidade criadora em suas interpretações.
    Que o publico brasileiro deste milenio que se inicia redescubra esta artista maior e se
    encante com o cantar de sua alma em seus dedos mágicos

    part 1 > http://www.megaupload.com/?d=L4X3ISBN

    part 2 > http://www.megaupload.com/?d=G0SSN069

    part 3 > http://www.megaupload.com/?d=SWOS3EFN

    part 4 > http://www.megaupload.com/?d=ETDA9IEP

    part 5 > http://www.megaupload.com/?d=O7SLID7R

    part 6 > http://www.megaupload.com/?d=U0BWOBYU

    part 7 > http://www.megaupload.com/?d=8G2FN0XH

    part 8 > http://www.megaupload.com/?d=87LLAZUP

    part 9 > http://www.megaupload.com/?d=FISH4CTX

    part 10 > http://www.megaupload.com/?d=2YF9J0QF

    part 11 > http://www.megaupload.com/?d=H3CJE9LM

    part 12 > http://www.megaupload.com/?d=KFOPV7JZ

    part 13 > http://www.megaupload.com/?d=W6DQLF40

    part 14 > http://www.megaupload.com/?d=S0UNJPR6

    part 15 > http://www.megaupload.com/?d=FAXNM01C

    part 16 > http://www.megaupload.com/?d=QLE9VNT4

    part 17 > http://www.megaupload.com/?d=SN2VR9FY

  5. Vc escreveu que quer juntar material sobre Guiomar Novaes. Tenho em CD o Concerto nr. 5 de Beethoven com a Bamberg Symphony Orchestra regida por Jonel Perlea, e outro CD com os pianos concertos de Chopin (nr. 2) e Schumann, ambos com Klemperer regendo a Sinfonica de Vienna. Se você tiver interesse, mande-me um e-mail em pvt explicando como eu faço para poder remeter. Não ponha aqui porque posso não ler. Fico a disposição para colaborar.

  6. Klemperer perfeito pelo domínio da orquestra e Guiomar perfeita pelo fraseado poético encantador. Grato por esta relíquia. Abraço do Dirceu.

Deixe uma resposta