Bach (1685 – 1750) ∾ Invenções e Sinfonias ∾ Zhu Xiao-Mei ֍

Bach

Inveções e Sinfonias

Zhu Xiao-Mei, piano

朱 晓玫

 

Digamos que você tenha acordado com uma insaciável vontade de ouvir Bach – música para teclado – piano em geral é o meu caso. Você corre os olhos pela prateleira onde normalmente coloca os CDs com esse tipo de música ou dá aquela blitz pela pasta de arquivos digitais com o nome Bach-Klavier e só encontra coleções enormes: O Cravo Bem Temperado, as Partitas, as Suítes Francesas e Inglesas. Até aquela gravação de A Arte da Fuga tão almejada e que você ainda não encontrou tempo para ouvir.

Mas, acalme-se, trago aqui a solução para o problema. Uma coleção de peças para teclado do Bach Maior, mas que não lhe tomará o dia todo para ouvir: as Invenções (Sinfonias a Duas Vozes) e as Sinfonias (a Três Vozes).

E vos digo mais, gravadas por uma maravilhosa pianista – Zhu Xiao-Mei. As peças foram escritas por Bach para servirem de exercícios para o aprendizado do teclado, mas reúnem tanta beleza dentro de sua simplicidade que se tornaram obras primas.

Zhu Xiao-Mei é realmente uma pessoa muito especial. Suas enormes experiências de vida, algumas verdadeiramente difíceis, certamente contribuíram, assim como seu enorme talento, a forjar uma pianista muito especial e que tem pela música de Bach uma grande afinidade. Assim, é com muito prazer que faço esta postagem e espero que os leitores-seguidores do blog tenha a oportunidade de apreciar suas interpretações tanto quanto eu.

Não resisto a traduzir um pedacinho da abertura do livro autobiográfico que Xiao-Mei relutantemente escreveu, o qual já tenho lido uma parte. Ela inicia contando como sua avó contava uma história sobre o dia de seu nascimento. ‘Na tarde em que você nasceu, eu olhei para o céu sobre Xangai. O sol ia se pondo por entre as nuvens. Eu jamais havia visto tão lindo por do sol. Eu me lembro de ter pensado que a sua vida seria como uma grande e resplandecente tapeçaria, assim como aquela paleta de tons vermelhos. Eu tinha certeza disso’. Não é maravilhoso poder ouvir uma história como esta?

Portanto, sem mais delongas, baixe o disco e deleite-se! Este é verdadeiramente ‘papa-fina’.

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750)

Invenções a Duas Partes Nos. 1-15, BWV772-786

  1. Invenção No. 1 em dó maior, BWV 772
  2. Invenção No. 2 em dó menor, BWV 773
  3. Invenção No. 3 em ré maior, BWV 774
  4. Invenção No. 4 em ré menor, BWV 775
  5. Invenção No. 5 em mi bemol maior, BWV 776
  6. Invenção No. 6 em mi maior, BWV 777
  7. Invenção No. 7 em mi menor, BWV 778
  8. Invenção No. 8 em fá maior, BWV 779
  9. Invenção No. 9 em fá menor, BWV 780
  10. Invenção No. 10 em sol maior, BWV 781
  11. Invenção No. 11 em sol menor, BWV 782
  12. Invenção No. 12 em lá maior, BWV 783
  13. Invenção No. 13 em lá menor, BWV 784
  14. Invenção No. 14 em si bemol maior, BWV 785
  15. Invenção No. 15 em si menor, BWV 786

Invenções a Três Partes (Sinfonias) Nos. 1-15, BWV787-801

  1. Sinfonia No. 1 em dó maior, BWV 787
  2. Sinfonia No. 2 em dó menor, BWV 788
  3. Sinfonia No. 3 em ré maior, BWV 789
  4. Sinfonia No. 4 em ré menor, BWV 790
  5. Sinfonia No. 5 em mi bemol maior, BWV 791
  6. Sinfonia No. 6 em mi maior, BWV 792
  7. Sinfonia No. 7 em mi menor, BWV 793
  8. Sinfonia No. 8 em fá maior, BWV 794
  9. Sinfonia No. 9 em fá menor, BWV 795
  10. Sinfonia No. 10 em sol maior, BWV 796
  11. Sinfonia No. 11 em sol menor, BWV 797
  12. Sinfonia No. 12 em lá maior, BWV 798
  13. Sinfonia No. 13 em lá menor, BWV 799
  14. Sinfonia No. 14 em si bemol maior, BWV 800
  15. Sinfonia No. 15 em si menor, BWV 801

Zhu Xiao-Mei, piano

Recorded: July 2015

Recording Venue: Mendelssohn-Saal, Gewandhaus, Leipzig, Germany

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 185 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 111 MB

Momento Babel:

Zhu Xiao-Mei sings the sinfonias with her finger tips. When I want to have peaceful blissful moment in the evening, this fills the bill.

Alberic Lagier of Musikzen (01/2016) has the following interesting comment about Zhu Xiao-Mei’s interpretation of the Inventions and Sinfonias of Bach: « It is not music to be taken on a desert island, it is rather the music that will take you there ».

si vous avez aimé les variations Goldberg, vous allez adorer ces inventions, la même fluidité, ce même refus du cliquant ou de l’ épate, juste de la musique par une merveilleuse artiste qui, loin des “effets” et pourtant sans austérité aucune, nous offre un pur moment de plaisir.

“Johann Sebastian Bach’s Inventions and Sinfonias become real musical pearls in Zhu Xiao Meis incomparably refined playing, peppered by a totally respectful imagination and creativity. Enchanting!”  Pizzicato

She follows Bach’s instructions to perform in a “cantabile” style, the melodic lines always emerging with crystalline clarity over the counterpoint. — New York Times

“Zhu Xiao-Mei turns her attention to these smaller-scale pieces, finding the drama in each miniature and rendering the set with myriad nuances.” Arts Beat, The New York Times

この曲集こそ「ミクロコスモス」、まさに小宇宙であることを気付かせてくれました。

各曲・各声部が、その歌を自然に歌っています。鍵盤楽器の技術教本ではなく、歌の宝石箱。(Essa coleção de músicas me fez perceber que “Microcosmos” é realmente um microcosmo. Cada música e cada voz canta a música naturalmente. Uma caixa de joias para canções, não um livro técnico para instrumentos de teclado.)

Nas muitas críticas feitas por amadores e profissionais sobre este álbum, recorrentemente ouvimos palavras como fluidez, ‘cantabile’, e também, prazer, encantamento, que bem descrevem as interpretações. Mas a citação que eu mais gostei foi a que listei por último, escrita em japonês. Uma excelente maneira de explicar o disco.

Aproveite!
René Denon

Bach (1685-1750): Variações Goldberg – Zhu Xiao-Mei

Beethoven (1770-1827) & Schubert (1797-1828) – Últimas Sonatas para Piano – Zhu Xiao-Mei #BTHVN250

Johann Sebastian Bach (1685-1750): Invenções / Sinfonias / Suíte Francesa Nº 5 – Till Fellner, piano

2 comments / Add your comment below

  1. Muito grato pela postagem. Recomendo aos pequepianos o livro autobiográfico “O Rio e seu segredo” que conta a longa e dura história dessa pianista. Seu amor e dedicação à música realmente se refletem em seu pianismo de forma inusitada e muito especial.

    1. Olá, J. Magalhães!

      Obrigado pela sua mensagem. Obrigado também por mencionar o título do livro em Português. O original foi escrito em francês com o título La Rivière et son secret. Eu tenho uma versão digital em inglês que tem o nome The Secret Piano. Espero terminar a leitura nestes dias de festas de fim de ano, é claro, ouvindo a Zhu Xiao-Mei!
      Abração do
      René

Deixe uma resposta