.: interlúdio: Joe Zawinul – 75th :.


Descobri hoje que este disco de Zawinul, gravado ao vivo em Viena (sua cidade natal) poucos meses antes de sua morte, ganhou o Grammy 2010 na categoria jazz contemporâneo. Eu não dou a mínima para premiações da indústria desse tipo — ao contrário, acho-as predatórias — , mas sou fã de Zawinul e, claro, fui conferir o prêmio póstumo.

Infelizmente fica aquém do que eu esperava, ou quem sabe sou eu quem estou num momento pouco fusion? É verdade que há um trabalho de percussão fantástico, mas não adiciona mais do que um disco recente, Viena Nights (2005), já havia trazido. Só não vou chamar 75th (foi um show comemorativo ao seu aniversário, com parabéns a você e tudo) de caça-níqueis porque, gravadora à parte, são músicos excepcionais tocando com o vigor de sempre. A faixa “Fast City”, em especial, comprova. Além do fusion há um forte acento de world music (músicos brasileiros e africanos, um samba meio João Bosco no repertório) e momentos de puro rock. Vibrante é, sem dúvida. Mas avaliem melhor vocês, que esse cão vai seguir sua fase viciada em Wes Montgomery. (Aliás, porque Denzel Washington não filma uma biografia de Wes? São iguais!)

zawinul75th

Joe Zawinul & The Zawinul Syndicate – 75th [V0]
Joe Zawinul (keyboards, vocoder); Sabine Kabongo (vocals, percussion); Alegre Corrêa (vocals, berimbau, electric guitar, acoustic guitar); Linley Marthe (bass); Paco Sery (drums, kalimba, vocals); Jorge Bezerra (percussion, vocals); Aziz Sahmaoui (percussion, vocals); Wayne Shorter (soprano sax in In a Silent Way).

CD1
01 Introduction to Orient Express
02 Orient Express
03 Madagascar
04 Scarlet Woman
05 Zanza II
06 Cafe Andalusia
CD2
01 Fast City/Two Lines
02 Clario
03 Badia/Boogie Woogie Waltz
04 Happy Birthday
05 In a Silent Way
06 Hymn

baixe aqui — download here

Boa audição!
Blue Dog

4 comments / Add your comment below

  1. O samba “meio João Bosco” deve ser o Clariô, de Alegre Correa e Raul Boeira, de Passo Fundo/RS. Lamentável que Alegre, a julgar pelos créditos, não toque guitarra neste disco.

Deixe uma resposta