Sergei Prokofiev (1891-1953) – Sonatas para Violino e Piano e 5 Melodias

Esta é outra daquelas gravações que chegam e todos os bons críticos já a identificam imediatamente como definitiva, ao menos até a próxima que será considerada como tal. O trabalho que os Kremer e Argerich fazem aqui é de qualidade indiscutível e demonstra mais uma vez que Prokofiev é uma das preferências de Martita, que o compreeende como poucos. Bastará ouvir o Allegro Brusco da Sonata Nº 1 para se apaixonar imediatamente. CD para se ouvir dezenas de vezes sem cansar.

Sonata for Violin and Piano no.1 in F minor, op 80
1. Andante Assai
2. Allegro Brusco
3. Andante
4. Allegrissimo – Andante Assai, Come Prima

Five melodies for violin and piano, op. 35bis
5. Andante
6. Lento, Ma Non Troppo
7. Animato, Ma Non Allegro
8. Allegretto Leggero E Scherzando
9. Andante Non Troppo

Sonata for Violin and Piano no. 2 in D major, op. 94a
10. Moderato
11. Scherzo, Presto
12. Andante
13. Allegro Con Brio

Martha Argerich, Piano
Gidon Kremer, Violin

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

9 comments / Add your comment below

  1. Esse cd é fantástico!

    Bem, Argerich tem o dom de escolher ótimos parceiros e peças para gravar um cd!

    Acho incrível: por mais que ela exagere um pouco às vezes, essa argentina sabe muito bem o que está fazendo! Ela e o piano possuem uma ligação singular… isso me encanta!

    R.

  2. Conheci seu blog recentemente e estou apaixonada por ele; se descuidar eu fico horas colhendo pérolas aqui. Entrei em contato com a música instrumental há uns 4 anos, inicialmente com Bach, espero aprender e me alegrar muito através deste teu blog. Obrigada.

  3. Será q vcs tem alguma coisa do Max Reger…

    seria uma boa postar as transcrições que o Reger fez dos Concertos de Brandenburgo pra Piano…

  4. Estava lendo algumas curiosidades:

    – Prokofiev teve o azar de falecer no mesmo dia do falecimento de Stalin;

    – Um periódico musical soviético dedicou um pedaço de sua 116ª página a Prokofiev devido o seu falecimento. As primeiras 115 páginas foram dedicadas a Stalin;

    – Foram usadas flores de papel no funeral de Prokofiev, porque todas as flores naturais existentes tiveram que ser utilizadas no funeral de Stalin.

  5. Como opção à esta extraordinária gravação eu lembraria a histórica de Isaac Stern e Alexander Zakin.
    Isaac Stern é um especialista em ”Modernos” e seus Concertos para Violino de Prokofiev regidos por Zubin Metha com a NY Ph são também dignos de registros.

  6. Mario, não sei se foi azar de Prokofiev morrer no mesmo dia que Stalin e não lamentemos as flores gastas na morte de Stalin. A morte dos canallas é sempre comemorada em grande estilo. Isto me lembra os versos de Mario Benedetti ” Obituario con Hurras”. Sempre que morre um patife destes eu envio aos amigos e conhecidos. Só um pequeno trecho:

    Los canallas viven mucho, pero algún día se mueren
    ……………..
    Hurra!
    murió el cretino
    vamos a festejarlo
    a no llorar de vicio
    que lloren sus iguales
    y se traguen sus lágrimas
    se acabó el monstruo prócer
    se acabó para siempre
    vamos a festejarlo
    a no ponernos tibios
    a no creer que éste
    es un muerto cualquiera
    vamos a festejarlo
    a no volvernos flojos
    a no olvidar que éste…
    ES UN MUERTO DE MIERDA.

    Quanto a Prokofiev comemoremos seu nascimento em 23 de abril de 1891 mesmo ano do nascimento do pintor Lituano-Brasileiro Lasar Segall (21 julho). Prokofiev, continua vivo nos encantando através de sua arte enquanto que o amaldiçoado Stalin esperamos que esteja queimando no inferno.

Deixe uma resposta