Bach – Busoni – Lutz – Brahms: Chaconne

IM-PER-DÍ-VEL !!!! 

REVALIDADO POR VASSILY EM 2/8/2015

Atendendo a pedidos, nosso Serviço de Atendimento ao Chororô (SAC) disponibiliza links fresquíssimos para um belo álbum repleto da magistral Chaconne da Partita em Ré menor do Grande Pai Bach, em transcrições para piano (aquela célebre de Busoni, uma contemporânea de Lutz e a de Brahms para mão esquerda) e no original para violino solo. É daquelas obras que, na iminência do final do mundo, a gente desejaria colocar numa cápsula espacial para que se salve deste vale de lágrimas – e que muitos de nós outros, melômanos, certamente gostaríamos de ter nos ouvidos ao dele nos despedirmos. Uma tremenda gravação, acompanhada de uma das melhores resenhas jamais feitas pelo patrão PQP.

Vassily

POSTAGEM ORIGINAL DE PQP BACH EM 10/5/2012

Numa noite fria do século XVIII, Bach escrevia a Chacona da Partita Nº 2 para violino solo. A música partia de sua imaginação (1) para o papel (2), alternando-se com o violino (3), no qual era testada. Anos depois, foi copiada (4) e publicada (5). Hoje, o violinista lê a Chacona (6) e de seus olhos passa o que está escrito ao violino (9) utilizando para isso seu controverso cérebro (7) e sua instável, ou não, técnica (8). Do violino, a música passa a um engenheiro de som (10) que a grava em um equipamento (11), para só então chegar ao ouvinte (12), que se desmilingúi àquilo.

Na variação entre todas essas passagens e comunicações, está a infindável diversidade das interpretações. Mas ainda faltam elos, como a qualidade do violino – e se seu som for divino ou de lata, e se ele for um instrumento original ou moderno? E o calibre do violinista? E seu senso de estilo e vivências? E o ouvinte? E… as verdadeiras intenções de Bach? Desejava ele que o pequeno violino tomasse as proporções gigantescas e polifônicas do órgão? Mesmo?

E depois tem gente que acha chata a música erudita…

-=-=-=-=-

Este CD faz ainda pior. É um disco onde há três diferentes transcrições (13, 13 e 13) que foram para o papel (14), para o pianista, etc. As transcrições são muito boas.

E apenas uma certeza. Tudo muito bom, tudo muito bonito, mas a Chaconne foi mesmo escrita o VIOLINO. Quando Beyer entra, o sol aparece. É algo absurdamente luminoso, apesar de, ao que tudo indica, Bach tê-la escrito durante o luto pela morte de sua primeira esposa Maria Barbara e em honra a ela. 

Bach – Busoni – Lutz – Brahms: Chaconne

1. Chaconne After Bach’s Partita for Violin Solo No. 2 in D Minor, BWV 1004 (Transcribed for Piano By Busoni) 15:47

2. Chaconne After Bach’s Partita for Violin Solo No. 2 in D Minor, BWV 1004 (Transcribed for Piano By Lutz) 15:18

3. Chaconne After Bach’s Partita for Violin Solo No. 2 in D Minor, BWV 1004 (Transcribed for Piano By Brahms) 15:28

4. Partita for Violin Solo No. 2 in D Minor, BWV 1004: V. Chaconne 13:58

Edna Stern, piano
Amandine Beyer, violino

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Chaconne

PQP

12 comments / Add your comment below

  1. Tentei baixar e não consegui talvez pela rede congestionada,não sei.
    Tenho a Chacona ao violino com Nathan Milstein que é estonteante.
    E ao piano com Michelangeli que torna a obra mais profunda e reflexiva.
    Música imperdível com certeza.
    Peço se possível REPOSTAR a 7 Sinfonia do Bruckner com Karajan regendo a Filarmônica de Viena em sua última gravação .
    Seria um presentão e tanto.Fico grato desde já. Um forte abraço a todos .Dirceu.

  2. magnífico! com a audição da chaconne tenho 3 experiências marcantes: a transcrição para violão de andrés segóvia – foi meu primeiro contato com a peça – a interpretação de helene grimaud (disponível no youtube) e a versão de john feeley, também para violão. curiosamente, ainda não encontrei uma interpretação ao violino q me movesse tão intensamente quanto essas transcrições. obrigado pelo post!

  3. Ha,ha,ha, adorei o comentário do Avicenna. Valeu, pqp, belo post, sempre maravilhosas postagens e eu meio atrasada nos agradecimentos…aproveito para agradecer também ao Avicenna.

  4. Um dos melhores posts do ano.
    Podem baixar e suspender os antidepressivos.
    É um êxtase terapêutico.
    Parabéns ao time do p.q.p bach.
    Grato. Saudações do Dirceu.

  5. Nunca a expressão “música dos deuses” coube tão bem quanto à essa peça! Eu sou pra lá de suspeito, já que a Chaconne está no meu top 3 das obras de Bach, sei que é para violino, mas já ouvi transcrições para violão, violoncelo, harpa, não consigo fazer reparo a qualquer delas.

  6. acho que vale a pena ouvir este CD… o Meeting in Music, gentilmente me passou o link: http://www.embedupload.com/?d=3ZUXEKJCJM
    alem das Handel Liszt tem a do Bach por Raff complementando o post

    Les Cinque Grandes Chaconnes, com o pianista Ali AKL.

    1- Haendel-Liszt Sarabande et Chaconne en Sol Mineur: Sarabande
    2- Haendel-Liszt Sarabande et Chaconne en Sol Mineur: Chaconne
    3- Haendel Chaconne en Sol majeur et 21 variations
    4- Bach-Raff Chaconne en re mineur
    5- Bach-Brahms Chaconne en re mineur
    6- Buch-Busoni Chaconne en re mineur

Deixe uma resposta