History of the Sacred Music vol. 01: Chant of the Early Christians

HMundiCD01Harmonia Mundi: História da Música Sacra
vol 01: O canto dos primeiros cristãos

Certa vez eu ouvi de um amigo meu ” Não há nada mais sacro que o Canto Gregoriano e provavelmente quem já ouviu Canto Ambrosiano, vai classificá-lo como canto Gregoriano” Achei meio impossível isso acontecer, mas…. ” Cada um com seu ouvido, já dizia um professor meu.

O P.Q.P. Bach, anuncia com grande alegria, que repostaremos TODA a série ” Harmonia Mundi – Sacred Music ”. Essa epifania surgiu depois que um professor da UFRJ da matéria de Harmonia, recomendou aos seus alunos que procurassem a série aqui no blog. Como toda a série foi perdida com a queda do Megaupload, então o Gabriel della Clarinet e o Ranulfus em parceria com Avicenna Bonitão, vamos fazer esse pequeno favor de contribuir para a formação não só de alunos mas também de todos os visitantes do blog.

Surgido nos núcleos da Igreja em Constantinopla, Roma, Antioquia e Jerusalém, o cantochão diversifica-se em diversos ritos como o Ambrosiano, o Gregoriano, o Galicano, o Romano Antigo e o Rito-Moçárabe. Apesar de se creditar a unificação dos Ritos a São Gregório Magno, só na época carolíngia esta aconteceu, com o canto romano utilizado no império carolíngio suplantando algumas outras formas e denominado então de Canto Gregoriano.

—>O canto Ambrosiano teve sua origem em Milão com Santo Ambrósio (340 – 397 d.C). É um cantochão próprio cristão, especificamente do rito bizantino, e trata-se do repertório mais antigo do ocidente ainda em uso. Usava-se as ”neumas” para a escrita. Como qualquer cantochão, o canto Ambrosiano é monofônico e a cappella. De acordo com a tradição, é próprio para a voz masculina, de tal modo que vários têm o cantor especificado, por exemplo com a frase cum Pueris (por um coro de meninos) ou a Subdiaconis (pelo subdiácono).

—>Canto Benevento (Beneventan Chant – não sei se a tradução é essa, perdoem-me) é um cantochão litúrgico que foi um dos muitos utilizados nas tradições de canto da igreja primitiva ocidental. Ele foi usado principalmente na região sul da Itália, em torno dos centros eclesiásticos de Benevento e Montecassino. Relacionado ao canto ambrosiano, ele foi oficialmente substituído pelo canto gregoriano no século XI. Canto Benevento e a liturgia floresceram a partir de meados do século 7, quando os lombardos arianos tornaram-se católicos, ao final do século 8, quando as formas iniciais de canto gregoriano foram introduzidos em Benevento. Não há nenhum traço do sistema modal mais tarde desenvolvido pelos francos após modelos bizantinos. Muito parecido com Canto Ambrosiano, as melodias são melismáticas e ornamentadas. O uso freqüente e repetido de vários curtos motivos melódicos diferencia o ”Beneventan Chant” dos outros.

—>Canto Mozárabe: Origem no reino dos Visigodos (766-711 d.C), depois dessa época na península ibérica (Espanha e Portugal) surgem cristãos arabizados, proveniente da invasão árabe na península ibérica. A notação é neumática visigótica, com traços ondulados e com caligrafia bem elaborada. Toledo (Espanha) tornou-se o centro do Canto Mozárabe, e este último, sofre influência direta do Oriente Médio e do Norte da África.

History of the Sacred Music vol. 01: Chant of the Early Christians
Ambrosian Chant (repertory of Milan, early 5th. century)
01. Lucernarium: Paravi lucernam Christo meo
02. Ingressa: Lux fulgebit hodie super nos
03. Psalmellus: Tecum principium in die virtutis tue
Old Roman Chant (Byzantine period, 7th and 8th centuries)
04. Introit: Resurrexi
05. Offertoire: Terra tremuit: V. Notus in ludea – V. Et factus est in pace – V. Ibi confregit
06. Alleluia V. Epi si Kyrie
Beneventan Chant (7th-9th centuries) Mass for Easter Day
07. Introit: Maria vidit angelum (tutti)
Mazarabic Chant (7th-11th centuries)
08. Office des lectures: 1. Invocation sacerdotale d’introduction: Per gloriam nominis tui (MM)
09. Office des lectures: 2. Gloria in excelsis Deo (Tol. B fº 115)
10. Prière eucharistique: 1. Ad confractionem panis: Qui venit ad me non esuriet (Tol. B fº 116)
11. Prière eucharistique: 2. Prête: humiliate vos ad benedictionem! (MM)
12. Prière eucharistique: 3. Ad accedentes: Gustate et videte (Tol. B fº 9v)
Old Roman Chant (6th-13th centuries)
13. Ad processionem Kyrie
14. Alleluia – Versus: O kyrios evasileosen Versus: Ke gar estereosen

History of the Sacred Music vol. 01: Chant of the Early Christians – 2009
Ensemble Organum
Director: Marcel Prérès

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC 307,7 MB |

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 kbps | 197,9 MB

Encarte e letras dos 30 CDs – AQUI – HERE

powered by iTunes 12.3.2 | 1,1 h

Boa audição.

 

2rrw7rk

 

 

 

.

.

Gabriel della Clarinet: texto
Avicenna: lay-out

20 comments / Add your comment below

  1. Este blog me desperta a sensação de não saber nada, ou de saber quase nada de música! Cada compositor tem me desafiado, agora estou apaixonado pelo Vivaldi e suas pérolas, um concerto mais bonito que o outro. Até o fim da vida, pretendo ouvir tudo, absolutamente tudo o que existe de música clássica, completando meus 2000 anos…
    E você ainda me vem com o cantochão, Avicenna!!!

  2. Essa coleção da Harmonia Mundi é simplesmente sensacional. Um primor. Vale cada download feito. Uma verdadeira história da música sacra.

  3. avicena, gabriel e todos os componentes do PQP.
    foi com esta postagem, anos atrás, que conheci o blog. desde então tenho acompanhado todas as postagens e baixado algumas muitas e comentado algumas poucas, só para agradecer o trabalho de vcs. a todos, sem esquecer os não citados. meu muito obrigado.
    sou aficcionado do canto gregoriano e disponho de boa discografia que está a disposição aqui em bh. so não tenho como enviar por não saber como.

  4. Olá.. Fazem alguns anos que acompanho esse site, sou um amante da música renascentista barroca, e como tal devo agradecer a vocês pelo trabalho desenvolvido, sei o quanto é difícil manter um blog (se é que posso chamar de blog essa biblioteca musical), enfim, espero que continuem nos presenteando com essas belíssimas obras (algumas nem tanto, mas que devem ser conhecidas) por muitos anos ainda.
    Ps. Gostaria de saber se é só comigo que os downloads estão lentos. Pois ultimamente os desse site estão na média de 40kb/s.

    1. Dom Rogerius,

      Obrigado pela presença!
      Provavelmente a lentidão nos downloads seja uma característica mais do seu ambiente de informação que do nosso site, pois costumo fazer downloads entre 70 a 110 kb/s.
      De qualquer maneira, jamais nos abandone!!!!!

      Um abraço,

      Avicenna

  5. Parabéns. Pretendo em breve expandir e gravar uns temas musicais que compus e vários têm inspiração em música sacra clássica.

    1. Cleverson, comecei a postar essa série a 4 mãos.
      As outras 2 faziam o texto, mas perdi as parcerias.
      Infelizmente não tenho mais como continuar postando.
      Somente os 4 primeiros volumes foram para o ar.

      Mas não nos abandone por causa disso!!!!!!!!!

      Um abraço,

      Avicenna

Deixe uma resposta