Edvard Grieg (1843-1907): Peer Gynt, Op. 23 e Sigurd Jorsalfar, Op. 22

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Este post está sendo realizado graças à solidariedade do FDP, que me ofereceu a possibilidade de ter acesso a este monumental CD duplo. A princípio gostaria de dizer que sou apaixonado pela obra incidental Peer Gynt de Grieg. Ela é de uma beleza triste, agreste. Todas as vezes que a escuto fico com a sensação de que fui atropelado por uma tropa de anjos tristes. Sensações à parte, Peer Gynt, baseado numa obra de Henrik Ibsen, é uma obra extraordinária. É uma sátira sobre a fraqueza humana. O protagonista, um aventureiro atrevido, arrogante e sonhador, possui uma fértil imaginação para dizer mentiras. Porém, Ibsen não quis mostrá-lo como alguém pérfido mas sim contraditório, com um misto de força e debilidade, ao mesmo tempo rude e carinhoso. Para alguns, a personagem representa a Noruega, que à época procurava definir a sua personalidade enquanto nação — apesar de estar unida à Suécia, o povo ambicionava a independência. Peer Gynt pode também ser visto como uma alegoria poética do ser humano, uma trajetória de vida em que um homem percorre o seu caminho desde o berço até o túmulo, empreendendo uma aprendizagem acerca de si próprio jamais concluída.

Edvard Grieg (1843-1907) – Peer Gynt, Op. 23 e Sigurd Jorsalfar, Op. 22

Peer Gynt, Op. 23 (*)

DISCO 1

01 – Im Hochzeitshof
02 – Halling
03 – Springar
04 – Der Brautraub-Ingrids Klage
05 – Peer Gynt und die Säterinnen
06 – Peer Gynt und die Grüngekleidete
07 – Am Reitzeug erkennt man die fürnehmen Leute
08 – In der Halle des Bergkönigs
09 – Tanz der Bergkönigstochter
10 – Peer Gynt von Trollen gejagt
11 – Peer Gynt und der Krumme
12 – Ases Tod
13 – Vorspiel zu Akt III
14 – Morgenstimmung
15 – Dieb und Hehler
16 – Arabischer Tanz
17 – Anitras Tanz
18 – Peer Gynts Serenade
19 – Peer Gynt und Anitra

DISCO 2

01 – Solveigs Lied
02 – Peer Gynt vor der Memnonsäule
03 – Peer Gynts Heimkehr
04 – Der Schiffbruch
05 – Solveig singt in der Hütte
06 – Nachtszene
07 – Pfingstlied O Morgenstunde
08 – Solveigs Wiegenlied

(*) Música Incidental para o drama de Henrik Ibsen

Sigurd Jorsalfar, Op. 22 (**)

09 – Fanfaren
10 – Vorspiel zu Akt I
11 – Borghilds Traum
12 – In der Königshalle
13 – Das Nordlandvolk
14 – Huldigungsmarsch
15 – Zwischenspiel I
16 – Zwischenspiel II
17 – Königslied

(**) Música incidental para a obra de Bjornstjerne Bjornson

Göteborgs Symfoniker
Gösta Ohlin’s Vocal Ensemble

Pro Musica Chamber Choir

Neeme Järvi, regente
Barbara Bonney, soprano
Marianne Eklöf, mezzo-soprano
Urban Malmberg, barítono
Carl Gustaf Holmgren, barítono
Kjell Magnus Sandve, tenor

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Nove entre dez discos de Grieg trazem esta foto.
Nove entre dez discos de Grieg trazem esta foto.

Carlinus

10 comments / Add your comment below

  1. Um baita Cd, Uma baita obra e um excepcional maestro! Admiro muito a condução de Neeme Järvi, e como ele interpreta esse Peer Gynt! Parabéns ao mano FDP pela postagem!

  2. Ainda sonho em ler esta peça do Ibsen traduzida para o português. Ouvindo Grieg, é claro. Já tive a edição em inglês da Penguin Books, porém ela se perdeu nas minhas inúmeras mudanças dos tempos de solteiro.

  3. ola como vai Carlinus?
    Passo aqui para dizer q sou um assíduo visitante do site, graças a vocês tenho diariamente aumentado meu repertório musical e aprendido cada vez mais a respeito deste território chamado “música”. Por isto gostaria de retribui-los. Digitalizei uma coleção (Classic Masters)com 89 títulos e gostaria de saber, se houver interesse, como poderia mandar para algum de vocês os dois dvds com os arquivos de áudio e capas, para que pudessem postar no site, se verem que vale a pena.
    Em que e-mail posso entrar em contato com vcs?
    Obrigado pela atenção.
    aguardo resposta.

  4. Edward Grieg e um compositor enigmatico e genial! E a transcrição do drama de Ibsen para musica incidental nao tem palavras. A musica por si so traduz toda a essencia e atmosfera do drama do heroi noruegues. Parabens pelo post! Estou atras dessa gravação a anos! Grato!

  5. Também digo que esse blog tem me ajudado muito – não sei o que seria do meu conhecimento musical sem ele, mesmo eu sendo aluno de piano.
    E, claro, além de somente usar o blog, também me bateu uma vontade de ajudar que nos ajuda: tenho aqui no computador a integral das “Peças Líricas”, de Grieg, com Opptiz interpretando-as ao piano, e gostaria de mandá-las ao PQPBach.
    Quero saber como fazer para enviá-las.
    Muito obrigado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. Confesso que sempre tive um certo receio quanto a música do romantismo e de datas posteriores. Sei lá, talvez porque desde pequeno fui impregnado com músicas de Bach, Vivaldi, Mozart, Haydn, Handel e uma gama enorme de compositores barrocos. Entretanto, mudei meu conceito quando entrei em contato com a obra de Grieg.
    Agradeço ao Carlinus e a equipe do blog por me propiciarem mais uma vez um ótimo álbum.
    Agora, sem querer “encher o saco”, vc’s poderiam postar a Holberg suite op. 40 de Grieg?

Deixe uma resposta