J. S. Bach(1685-1750): Trauerode BWV 198 Cantate BWV 78

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Johann Sebastian Bach — 332 anos hoje. Comemore com cerveja.

Este é um CD muito especial, especialíssimo. Trata-se de duas das maiores Cantatas de Bach interpretadas por esse monstro chamado Philippe Herreweghe e La Chapelle Royale. Para ficar melhor ainda, são duas Cantatas pouco divulgadas, pouco gravadas e que apenas pessoas como o Ranulfus (assim como este filho de Bach) reconhecem como obras-primas indiscutíveis. Não preciso consultar bibliografia nenhuma para concluir que, quando compôs a BWV 198, Bach certamente possuía um excelente coral à disposição, pois ele o explora como raramente fez em Cantatas. Um CD verdadeiramente extraordinário, desses de comprar para mostrar.

A Cantata 78 já foi cantada em prosa e verso pelo Ranulfus neste post. E eu digo que ela PERDE para a espetacular 198, mas, como não estamos numa disputa, quem ganha são os melômanos do PQP Bach.

J. S. Bach(1685-1750): Trauerode BWV 198 Cantate BWV 78

1. Trauerode, BWV 198: Coro “Laß, Fürstin, laß noch einen Strahl” 5:58
2. Trauerode, BWV 198: Recitativo (S) “Dein Sachsen” 1:10
3. Trauerode, BWV 198: Aria (S) “Verstummt!” 3:52
4. Trauerode, BWV 198: Recitativo (A) “Der Glocken bebendes Getön” 0:58
5. Trauerode, BWV 198: Aria (A) “Wie starb die Heldin so vergnügt” 7:23
6. Trauerode, BWV 198: Recitativo (T) “Ihr Leben ließ die Kunst zu sterben” 1:08
7. Trauerode, BWV 198: Coro “An dir, du Fürbild großer Frauen” 2:08
8. Trauerode, BWV 198: Pars secunda: Nach gehaltener Trauerrede. Aria (T) “Der Ewigkeit saphirnes Haus” 4:07
9. Trauerode, BWV 198: Pars secunda. Recitativo (B) “Was Wunder ist?” 2:28
10. Trauerode, BWV 198: Pars secunda. Chorus ultimus “Doch, Königin!” 5:09

11. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Coro “Jesu, der du meine Seele” 5:31
12. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Aria, duetto (S, A) “Wir eilen” 5:17
13. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Recitativo (T) “Ach! ich bin ein Kind der Sünden”2:09
14. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Aria (T) “Dein Blut” 3:22
15. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Recitativo (B) “Die Wunden, Nägel, Kron und Grab” 2:36
16. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Aria (B) “Nun du wirst mein Gewissen stillen” 3:09
17. Jesu, der du meine Seele, BWV 78: Choral “Herr, ich glaube” 1:05

Ingrid Schmithüsen
Charles Brett
Howard Crook
Peter Kooy

Collegium Vocale
La Chapelle Royale
Philippe Herreweghe

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Não, Philippe, a Cantata do Café a gente posta outro dia, tá?
Não, Philippe, a Cantata do Café a gente posta outro dia, tá?

PQP

28 comments / Add your comment below

  1. DVD – Infinitivamente Guiomar Novaes Download

    http://www.4shared.com/get/r8bOV5Pr/Download_DVD_Infinitivamente_G.html

    O filme Infinitivamente Guiomar Novaes de Norma Bengell, e o livro Guiomar Novaes – Uma arrebatadora historia de amor, de Maria Stella Orsini, não so preenchem uma lacuna na historia da cultura brasileira, como tornam o nome de Guiomar Novaes mais conhecido pelo povo que ela tanto amava. Ao revelarem uma artista tão plena, as autoras buscam resgatar, das sombras do esquecimento aquela que foi considerada uma das mais extraordinárias entre os maiores pianistas de todos os tempo.
    Não se pode escrever a historia da música no Brasil, sem lembrar o nome de Guiomar tão exaltado no exterior, mas tão pouco reconhecido entre nós. Durante 71 anos, numa longa carreira de sucessos, ela se destacou pelo estilo requintado e por sua elegancia despretensiosa, favorecidos por uma tecnica magistralmente dominada e pelo mais perfeito entendimento da linguagem musical. Tudo isso aliado a um imcomparavel som cantante e uma ilimitada riqueza de efeitos de sonoridade que encantaram varias gerações. Guiomar é uma pianista que surpreende pela originalidade criadora em suas interpretações. Que o publico brasileiro deste milenio que se inicia redescubra esta artista maior e se encante com o cantar de sua alma em seus dedos mágicos

  2. Buenos días, Maestro PQP. Na verdade este que vos fala cantou em prosa e verso foi a Cantata 106, que apenas vinha acompanhada da 78 no mesmo disco. Não que não goste da 78, mas paixão mesmo é a extravagante 106.

    Mas valeu por relembrar a existência daquele post – além, é claro, de por trazer a versão herreweghiana da Trauerode, o que já está me fazendo babar ainda antes de ter feito o download!

    PS: prezado Sujeito Oculto: lá por meados de 2010 fiz uma espécie de “Campanha Guiomar Novaes”, já que não tínhamos nenhum post com ela, a qual rendeu pelo menos 5 posts. Que tal fazer a SUA campanha de divulgação comentando AQUELES posts, onde ela estaria mais em contexto? Pois por justificado que seja recuperar a memória da grande Guiomar, num post como este isso fica TÃO fora de contexto que, sinceramente, chega a ficar um tanto irritante (falo por mim mas com certeza muita gente mais sente o mesmo). E em publicidade irritar é um pecado mortal, pois prejudica o que se quer divulgar, em lugar de ajudar!

  3. Hã? Juro que não entendi! Vai ver que é porque tenho andando tão pouco por aqui que não estou sabendo de alguma coisa. Mas seja o que for, parece que o monge Ranulfus nasceu com um problema congênito no cérebro que o impede de entender qualquer conceito relativo a competitividade, coitado (pois nos dias de hoje isso equivale a viver f*, né mesmo?) – mas, enfim: se for pra alguém cair, que caiamos todos juntos… nas malhas da música! 😀

  4. não postei não.. me confundi… há alguns anos atrás postei algumas cantatas com o Herreweghe, mas esse volume não foi. Não me perguntem o porquê.. talvez esquecimento..

  5. Comentei nesse post recente pois se eu comentar em um post referente a ela antigo não tem a mesma visão dos usuarios e com certeza ninguem lê comentario de posts antigos, apenas baixa. Ja ate enviei esse mesmo dvd para o email do pqpbach mas ele é muito sem tempo e não me responde nem “Bom dia daqui a 100 anos eu posto” rsrsrs. Fiz isso apenas para ajudar, adquiri o dvd e compartilhei de graça (paguei por ele). Me perdoe, pode apagar o meu post.

  6. Prezado Sujeito Não Tão Oculto, acho que não percebeste a minha má intenção… rsrs. Se postas tua divulgação do vídeo lá nos velhos posts da Guiomar, esses são mencionados como lugar de comentários novos aqui na coluna da direita, e podem ganhar um “revival”. Não acha uma ideia legal?

    PS: pois é PQP, eu ainda não tinha acordado direito quando escrevi aquilo. Só assim pra cometer a patetice de levar-vos a sério… hehehe

  7. Sim, na verdade ja fiz isso a um mes atraz…tão revival que ninguem percebeu, pode ir la nos comentarios de qualquer coisa que fale da Guiomar que você verá. Porem aqueles links tirei do ar e esse ultimo é o novo e que funciona 😛

  8. Sim sim…e foi isso que eu fiz uai…coloquei o link. Agora quando alguem digitar no Google Download DVD Guiomar Novaes irá encontra-lo aqui =D

  9. prezados companheiros,
    primeiramente parabenizo pelo post.

    aproveitando o ímpeto de alguns para colaborarem com o blog, também posso dar uma pequena contribuição.

    trata-se de uma gravação da sinfonica de são paulo de músicas do tom jobim. vale muito a pena, ficou muito bom o trabalho e o trabalho em si ficou muito bom.

    se tiverem interesse me apontem o e-mail ou como faço.
    obrigado,.

  10. Ola Pessoal
    Sou visitante assíduo deste blog há algum tempo e só agora me atrvi a postar um comentário que na verdade é mais uma solicitação. Sou fã das cantatas gravadas pelo Herreweghe, na minha opinião são as melhores, tanto em termos técnicos de gravação quanto na interpretação. Enfim, tenho todas as gravações do catálogo da Harmonia Mundi, só não tenho essas duas dos links abaixo, se alguém as tiver pode por favor postar? Please

    http://www.amazon.com/Bach-Weihnachtskantaten-Cantates-Jezovsek-Connolly/dp/B0000007B2/ref=cm_lmf_tit_9

    http://www.amazon.com/Bach-Cantatas-Bass-Johann-Sebastian/dp/B00005B6RF/ref=cm_lmf_tit_13

  11. Eu sei que não tem muito a ver com Bach,mas a equipe do PQP poderia por favor disponibilizar algo a mais do Camargo Guarnieri?Quero descobrir mais este compositor.

  12. Essas cantatas de Bach são boas mas isso é pouco se as comparamos com a maioria das geniais obras de camera, ou pra teclado, ou os concertos. Refiro-me exclusivamente ao aspecto musical, é claro, não à religiosidade e misticismo implícitos em cantatas e oratórios, essa não seria a minha área.
    Ótima idéia colocar videos mostrando trechos das obras postadas. Esse dueto da BWV 78 é realmente delicioso.

  13. Já baixei a BWV 198 e a BWV 78. Ficaram muito bem.
    Os meus sinceros agradecimentos.
    Este blogue é uma maravilha. Consultei as primeiras 15 páginas e não encontrei mais cantatas de Bach. Não haverá mais? Tenho mais de 100, gravadas em vinil, cd e ultimamente baixadas da Net. Facilmente se compreenderá que sou um consumidor compulsivo deste tipo de música do grande João Sebastião Ribeiro.

  14. Além do que falou PQP, que eu subscrevo, acrescento que esta 198 é um exímio exemplo do talento de instrumentador que era Bach: cada número tem a sua cor instrumental, em função do sentido do texto. Prestar atenção, em particular, nos recitativos n. 4 (o refinado contraste entre flautas staccatt + pizz + oboes tenutos) e n. 6 (triângulo entre a voz, os oboes e os arpejos do B.C). Além daquela ária com as violas solistas (da braccio, acho) obbligata (n. 5). Com certeza, aqui, além do coral, Bach tinha a disposição insuperáveis solistas. Eu uso esta cantata para mostrar como não é sempre válida esta asserção de que para os compositores barrocos, tanto fazia o instrumento que tocava. Aqui o som é o sentido, para parafrasear o Wisnick.

  15. Olá!
    Há tempos conheço o site, mas ainda não tinha me detido nele. O tempo passou, a juventude também está passando, e estou aqui para agradecer ao PQP pelo trabalho incomensurável! Parabéns!

      1. Imagino, um trabalho de grande valor, certamente por vezes menosprezado por alguns. Mas uma coisa ninguém tira de vocês: esse site é uma obra social, com uma marca indelével na vida de quem aprecia a boa música e o reconhecimento das pessoas que o visitam, que falam bem dele em sua vida real, que o indicam a outros! O reconhecimento palaciano/oficial é o de menos, seria hipócrita mesmo!
        Força!

  16. Esse disco é deixar o cabelo em pé.
    A cantata 78 tem um baixo continuo MARAVILHOSO tanto nos coros como nas árias.
    A última ária (pra baixo) com um acompanhamento de oboé, que coisa mais linda.
    Apesar de ter musica funebre, esse disco é pra deixar qualquer sensato feliz da vida!

Deixe uma resposta