Karajan Conducts Tchaikovsky – CD 2 de 8 – Sinfonie Nr. 2 c-moll Op. 17 ‘Kleinrussische’, Ouverture solennelle ‘1812’ Op. 49

71dI8xzDLgL._SL1193_Dando prosseguimento à postagem desta excelente caixa da DG, Karajan Conducts Tchaikovsky, trago o segundo CD, que tem a Segunda Sinfonia, e a manjadíssima Abertura 1812, que todo mundo conhece. A Segunda Sinfonia não é das que mais me atraem entre as sinfonias do compositor russo, mas tem seus bons momentos. Ainda tem aquela temática nacionalista, que tanto empolgou o jovem Tchaikovsky, que a compôs com o auxílio de Glinka, o grande compositor russo de sua época. Essa sinfonia é também conhecida como “Pequena Rússia”. Para não alongar a postagem, sugiro o interessante verbete da Wikipedia para esta sinfonia: http://en.wikipedia.org/wiki/Symphony_No._2_%28Tchaikovsky%29 .

01 – Sinfonie Nr. 2 c-moll Op. 17 ‘Kleinrussische’, 1. Andante sostenuto, Allegro vivo
02 – Sinfonie Nr. 2 c-moll Op. 17 ‘Kleinrussische’, 2. Andantino marziale, quasi moderato
03 – Sinfonie Nr. 2 c-moll Op. 17 ‘Kleinrussische’, 3. Scherzo, Trio
04 – Sinfonie Nr. 2 c-moll Op. 17 ‘Kleinrussische’, 4. Moderato assai, Allegro vivo, Presto
05 – Ouverture solennelle ‘1812’ Op. 49

Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDP Bach

10 comments / Add your comment below

  1. Essa interpretação da 1812 é horrorosa, uma das maiores merdas que karajan fez, há melhor de todas continua sendo a interpretação de Ozawa e Constantine. n

  2. Vou esclarecer que sou psicólogo, procuro entender psicológicamente as interpretações que ouço, e realmente Karajan, que era excelente em Tchaikowsky, em alguns momentos torna-se irritante, com um abuso de pirotecnia. É o caso dessa “1812”, que não causa prazer. Mas o tipo de maestro incendiário, como Karajan se fez maior, corre justamente esse risco, de uma sangria desatada.

  3. Uma boa alternativa a essa 1812 é a de Neeme Jarvi, não tão famosa mas deveras bonita, com sinos de das igrejas da cidade de Gottemburgo, um coro no inicio e no final e canhoes no final além de uma banda de sopros completando a orquestra. Acho que aqui tem este cd pra baixar é ótimo do inicio ao fim. Tem tb uma melhoresa marchas eslavas que já ouvi. A orquestra não é tão conhecida mas não deixa a desejar perto da filarmonica de Berlim.

  4. Eduardo, está programado para ser postada as Suítes para Orquestra com o Järvi, mas com a Sinfônica de Detroit. Baita disco. Gosto muito desse regente, e seus filhos estão seguindo seus passos.

  5. Gostaria de saber se vc tem aquela caixa dessa mesma coleção do tchaikovisky com ele achei em outros sites mas todos de formas inviáveis de baixar. Tenho apenas trechos do peer gynt e o concerto para piano com ele que considero as melhores gravções que já ouvi.
    Outra caixa que gostaria de achar mais fácil a obra orquestral de Richard Strauss E Rudolf Kempe e Dresden Staatskapelen, que já achei tb mas é inviável para baixar.

  6. Olha PQP adoro seu blog, mas não fique com raiva nem com ciume do que vou dizer,achei em outro blog que depois se vc me permitir eu até divulgo o nome (pois sei o trablho enorme que vc tem para publicar estes cds a troco de nada para nós) a integral dessas sinfonias de tchaikovsky com BERNARD HAITINK E A ROYAL CONCERTGEBOWN ORCHESTRA DE AMSTERDAM. Integral esta que já está fora de catálogo. Adoro este regente e vim a conhecê-lo aqui no seu blog com as sinfonias de MAHLER que baixei recentemente , que para mim é quem gravou a melhor integral até hoje e tenho certeza absoluta que com TCHAJKOVSKY não foi diferente.

  7. Uma boa alternativa a esta bizarra abertura 1.812 é a que o próprio Karajan gravou pela EMI em 1958 dessa vez coma Philharmonia Orchestra, esta sim é muito superior a esta gravação. Tem tudo que tem que ter a 812 os canhões e tudo mais vale a pena ouvir. Pra mim é uma das melhores que já ouvi até hoje.

  8. Karajan foi, sem sombra de dúvidas, um grande regente, mas creio que ele está longe de ser um tchaikovskiano: suas interpretações da obra do grande russo são imprecisas, apressadas (6ª Sinfonia), com cortes (Valsa das Flores, Valsa de A Bela Adormecida) e muitos outros defeitos. Certamente é a pior gravação de todos os tempos, a sua versão da Abertura 1812 com a Filarmônica de Berlim… Já maravilhoso tema principal do Allegro molto vivace da Sinfonia Patética parece um tiroteio, está encoberto por uma batalha… Salvo apenas sua interpretação da Quarta Sinfonia, que é bastante boa.
    Eu, particularmente, considero que, de todas as gravações da Abertura 1812 com coro, a única verdadeiramente bela é a de Colin Davis (você OUVE o que as vozes cantam!), e Igor Buketoff chega bem perto do ideal épico da peça. Das gravações para orquestra somente, Antal Dorati, Georg Solti, Kenneth Alwyn, Seiji Ozawa, Sean Edwards, Placido Domingo ou Robert Sharples são os melhores (e espero poder ouvir também a gravação de Maurice Abravanel, que deve ser ótima).
    As maravilhosas Sinfonias de Tchaikovsky alcançaram a perfeição com Rostropovich e a Filarmônica de Londres (é uma orquestra como qualquer outra, mas eles foram maravilhosos sob a batuta do grande violoncelista e regente). Outras opções são, a meu ver, Svetlanov (magnífico!), Abravanel e Ormandy, mas é sempre uma questão de gosto.

Deixe uma resposta