Beethoven (1770-1827): Piano Concerto No.3 / Sibelius (1865-1957): Symphony No.5

Meus amigos raramente acreditam quando eu digo que não conheço pessoalmente FDP Bach. Porém é verdade, nunca o vi. Temos horas e horas de encontros e desencontros no MSN e alguns minutos de telefone. O resto foram e-mails e posts. É um cara de fala tranquila, muito gentil e sua saída é uma considerável perda, mas vamos lá.

Ainda meio zonzo com a notícia, posto o chamado The Legendary Berlin Concert, gravado ao vivo em 26 de maio de 1957. Parece até uma homenagem ao FDP, que gosta tanto de gravações históricas, mas era apenas a próxima da fila. Abaixo, podemos ler Karajan rasgando seda para Gould e recebendo a contrapartida:

This Beethoven Concerto was a masterly achievement that very few artists will duplicate in our own lifetime. When i heard Gould play, I felt as if I was playing myself, for his performance was exactly in line with my own view of the music.
Herbert von Karajan (on the concerto)

I had retreated into the recording cabin, which was separated from the stage by a glass panel. From that vantage point, I could see Karajan’s face and could connect his ecstatic expressions with the music. As you know, Karajan tends to conduct with his eyes closed, especially in Late Romantic works, and he makes remarkably convincing choreographic movements with his baton. The effect of all this was one of the most profound musical and dramtic experiences of my life.
Glenn Gould (on the symphony)

A capa do CD é linda e… Curti o concerto, contudo, a sinfonia… Minha humilde gravação da Naxos dá de dez!

Beethoven: Concerto para Piano Nº 3
1. Piano Concerto No.3 in C minor, Op.37 – 1. Allegro con brio – Cadenza
2. Piano Concerto No.3 in C minor, Op.37 – 2. Largo
3. Piano Concerto No.3 in C minor, Op.37 – 3. Rondo (Allegro)

Sinfonia Nro. 5, Op. 82
1. I. Tempo Molto Moderato – Allegro Moderato – Presto
2. II. Andante Mosso, Quasi Allegretto
3. III. Allegro Molto – Un Pochettino Largamente

Glenn Gould, piano
Berliner Philharmoniker
dir. Herbert von Karajan

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (RapidShare)
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (MegaUpload)

Apoie os bons artistas, compre suas músicas.
Apesar de raramente respondidos, os comentários dos leitores e ouvintes são apreciadíssimos. São nosso combustível.
Comente a postagem!

PQP

9 comments / Add your comment below

    1. pois é…
      como eu faço para entrar em contato cm vc por e-mail, tenho muita coisa no meu pc que gostaria de ajudar no blog
      fico grato

  1. A Sociedade dos Amantes de Mahler aguarda cheia de expectativa as postagens da integral das sinfonias com Rattle.

    A Sociedade dos Amantes de Mahler mal pode se conter para ler os comentáris de PQP Bach sobre a regência de Rattle.

    Na verdade, a Sociedade dos Amantes de Mahler mal tem dormido esperando tais postagens.

    E ainda, a Sociedade acha que PQP é um pouco esquivo quando se trata de Mahler. Será que Mahler realmente toca PQP Bach? Será que a pulsação de PQP aumenta quando ele ouve o incomparável Adagio da Sexta Sinfonia?

    A Sociedade dos Amantes de Mahler está dispota a contribuir com trechos da biografia de Mahler escrita por Michael Kennedy e hoje esgotada nas livrarias.

    PQP Bach responderá? Esquivar-se-á? Postará os desejados links ou ignorará solenemente nossas palavras?

    Logo saberemos.

    1. PQP Bach não se esquivará. PQP Bach não tem medo de nada. Somos como Clint Eastwood (jovem).

      Mahler não tocaria a sensibilidade de PQP Bach? Bem, espero que não voltemos NUNCA MAIS ao terreno das ofensas pessoais. Clint pode tornar-se violento e até atirar pelas costas.

      Ontem, em preparação, vi o jogo do meu colorado ouvindo a Titan. Não houve nada em campo que justificasse o som da CBSO e Rattle.

      Acalmai meninos, senão vos mando para o SAC.

  2. A Sociedade dos Amantes de Mahler fez uma ligeira provocação a PQP Bach, menosprezando o amor dele por Mahler, e parece que surtiu efeito. Ele reagiu como um herói do Velho Oeste! A Sociedade dos Amantes de Mahler também gostaria de recordar que Mahler em MP3 deve ser ouvido a 320Kbps. Mas isso PQP Bach já sabe.

Deixe uma resposta