Frederic Chopin (1810-1849): Greatest Hits [link atualizado 2017]

Nesses últimos meses, andei procurando filmes sobre a vida de alguns dos grandes compositores da música universal. Navegando por vários sites acabei me deparando com um filme norte-americano de 1945 (antiguinho, né?), A Song to Remember, cujo título em português é À Noite Sonhamos. O filme fala sobre a vida do compositor Frederic Chopin. Como não consegui encontrá-lo para baixar, fiz pesquisas em algumas locadoras, não foi fácil, mas acabei encontrando. Gostei bastante do filme e foi exatamente ele, que me inspirou a fazer essa postagem com obras de Chopin. Acabei descobrindo filmes sobre a vida de Schumann, Sinfonia da Primavera e sobre Liszt, Sonho de Amor, mas isso é assunto para uma outra postagem.
Este cd é da mesma coleção de um do Bach que postei nos mês passado, e traz arranjos orquestrais de algumas peças do compositor polaco-francês. Infelizmente o cd fica devendo algumas informações, pois não apresenta todos os autores dos arranjos, mas é muito provável que alguns desses arranjos sejam de Alexander Glazunov e Roy Douglas.
O álbum nos presenteia com alguns dos arranjos orquestrais das músicas de Chopin feitas para o bailado Les Sylphides, que também é chamado de Chopiniana. A únicas peças apresentadas, aqui, na sua forma original são a Valsa do Minuto, Fantasia Improviso e Polonaise Heróica.  Um cd despretensioso, mas que vale a pena conferir.

.oOo.

Chopin: Greatest Hits

01 Polonaise In A Major, Op. 40 Nº 1 “Military”
New York Philharmonic, Andre Kostelanetz

02 Waltz In D Flat Major, Op. 64 Nº 1″Minute”
Philippe Entremont, piano

03 Waltz In C Sharp Minor, Op. 64 Nº 2
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

04 Mazurka In D Major, Op. 33 Nº 2
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

05 Nocturne In E Flat Major, Op. 9 Nº 2
Arranjo: Arthur Harris
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

06 Fantasie Impromptu In C Sharp Minor, Op. 66
Philippe Entremont, piano

07 Waltz In G Flat Major, Op. 70 Nº 1
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

08 Prelude In A Major, Op. 28 Nº 7
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

09 Polonaise In A Flat Major, Op. 53 Nº 6 “Heroic”
Philippe Entremont, piano

10 Etude In E Major, Op. 10 Nº 3 “Tristesse”
Arranjo: Arthur Harris
The Columbia Symphony Orchestra, Andre Kostelanetz

11 Waltz In E Flat Major, Op 18 Nº 1 “Grande Valse Brilliante”
The Philadelphia Orchestra, Eugene Ormandy

BAIXE AQUI / DOWNLOAD HERE

Strava
Repostado por Bisnaga

13 comments / Add your comment below

  1. Quando ouvi pela primeira vez o balé “Les Sylphides” na Radio Cultura de SP, fiquei encantado, acabei até gravando em uma fita cassete a metade de uma delas, o Noturno, numa versão de Karajan e a BPO. Quando o locutor disse o nome do compositor, achei estranho, porque eu achava até então que Chopin só compunha músicas para piano; me disseram algum tempo depois que essas peças eram versões orquestradas de obras pianísticas, inclusive entre elas se encontra a música do “Gasparzinho”, como dizia meu irmào mais velho (a Grande Valsa Brilhante, se não me engano).
    Até hoje, quando ouço essas pequenas filigranas, me sinto em um estado de sublimação, dado o efeito lisérgico que essa música provoca no espírito.

  2. Não lembrava da Grande Valsa no desenho do Gasparzinho! A Grande Valsa ficou muito popular no Brasil, principalmente por causa dos desenhos da Turma do Pernalonga com a clássica dublagem da Cinecastro, que sem muitos recursos, usou trechos das trilhas sonoras originais de dois episódios dos desenhos de Tom e Jerry com música de Scott Bradley. No episódio “The Flying Cat”, Scott Bradley usa uma parte da Grande Valsa como música incidental. Somente em meados dos anos 80, que ao comprar um vinil com Les Sylphides, descobri que a música que eu tanto adorava nos desenhos do Pernalonga tinha sido composta por Chopin.
    A propósito, também fiquei intrigado por muito tempo a respeito das músicas orquestradas de Chopin, pois mesmo na época, estivesse engatinhando no assunto, sabia que, praticamente, toda sua obra tinha sido escrita para piano. Somente depois de muitas pesquisas, descobri que o balé tinha sido idealizado pelo coreógrafo russo Mikhail Fokine, com orquestrações de Alexander Glazunov e com o nome de Chopiniana. Mais tarde, a pedido de Sergei Diaghilev, foram acrescentadas mais músicas e passado a se chamar Les Sylphides. Em 1936, Roy Douglas, insatisfeito com as orquestrações para Les Sylphides, escreve os arranjos que seriam os mais utilizados até nossos dias.

    1. De fato, essa peça também está no desenho do Pernalonga. Como eu era ainda criança, no final dos anos setenta, começo dos oitenta, tenho uma vaga lembrança do Gasparzinho, mas acredito piamente que a trilha sonora deste desenho era incrementada pela Grande Valsa Brilhante – deve ter no youtube, vou verificar.
      Muito elucidativo o seu comentário, Strava, denota um conhecimento respeitável em relação às obras e o que está por trás no processo de criação, orquestração, etc. As pessoas que postam no blog do PQP são as nossas enciclopédias musicais, estou aprendendo muito com vcs. Obrigado mesmo!! Abraço

  3. E POR FALAR EM CHOPIN… não temos aqui nenhuma gravação da nossa grande, sutilíssima Guiomar Novaes?

    Quando era moleque eu ouvia meu pai falar “da grade Guiomar Novaes” e achava que era besteira, chauvinismo. Acho que só depois dos 40 tive eu mesmo calma e sutileza o suficiente pra saber que o velho não estava nem um pouco errado… Como aliás também o Nelson Freire não estaria, ao considerá-la uma das melhores do século XX, não é mesmo?

    Noturnos, Prelúdios de Chopin com a Guiomar…
    Ou a antológica gravação do 4.º de Beethoven… Alguém teria?

  4. Excelente postagem Strava. Destaque para a belíssima orquestração da Valsa em do# menor Opus 64/2, que, com uso do triângulo, madeiras e harpa, lembra a orquestração de Liszt

  5. PQP BACH….SOCORRROOOOOOOOO!
    “Rapidshit” não está permitindo-me fazer Downloads de Arquivos postados no Mesmo,Dizem Ter Acesso Somente Usuários da “Premium Account”,Que Fazes? Fico Sem Chopin ou Bach???? Poderia Postar Pelo “Mega” ou Outro??? Grato….

Deixe uma resposta