Antonin Dvorák – The Symphonies – Symphonies nº 7 e nº 8

Mais duas belíssimas sinfonias de Dvorák, para desespero do mano PQP. Mas, mano, o seu tormento está quase acabando.

E porque hoje é sábado, estou me dando ao luxo de estar postando esse cd, o penúltimo da série que, se o tempo permitir, pretendo concluir ainda neste final de semana. Confesso que estou vendo dobrado na tela do computador, e que estou teclando mais por instinto do que necessariamente por inspiração, algo, aliás, que me abandonou já há algum tempo. Por isso estes texto curtos, quasedp telegráficos. Mas estou ouvindo a sinfonia nº7. e posso garantir-lhes de que é uma beleza, sem dúvida alguma.

Então divirtam-se.

01-Symphony No.7 in D minor, op.70 – I. Allegro Maestoso

02-Symphony No.7 in D minor, op.70 – II. Poco Adagio

03-Symphony No.7 in D minor, op.70 – III. Scherzo Vivace – Poco Meno Mosso

04-Symphony No.7 in D minor, op.70 – IV. Allegro

05-Symphony No.8 in G major, op.88 – I. Allegro con Brio

06-Symphony No.8 in G major, op.88 – II. Adagio

07-Symphony No.8 in G major, op.88 – III. Allegretto Grazioso

08-Symphony No.8 in G major, op.88 – IV. Allegro ma non Troppo

London Symphony Orchestra

Istvan Kortész – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

9 comments / Add your comment below

  1. haha, “posso garantir-lhes de que é uma beleza, sem dúvida alguma.”, incrível capacidade de síntese. Precisa falar mais?

    Não gosto muito de Dvorák, mas admito que ele está me surpreendendo em diversas passagens. A sétima realmente é uma beleza, sem dúvida alguma. 🙂

  2. Depois de Beethoven foram poucos que fizeram 9 sinfonias (ou mais), Dvorak e Bruckner foram os primeiros a chegar ou romper com maestria este número. Esta integral é um dos mais importantes trabalhos que este blog ainda poderia prestar para seus admiradores. Ótima escolha!

  3. Mais de Dvorak!
    Completando outra integral. Quase lá.
    Excelente postagem, mesmo com tão curto texto.
    A 7º é realmente muito boa. Mas, estou no aguardo da 9º.
    Parabéns e que venham as últimas (e os quartetos também).
    Tenha um domingo feliz.

  4. Dvorak realmente tem um dom perante muitos sinfonistas. Suas melodias são incontestáveis.
    Outras peças do mestre Tcheco são seus poemas sinfonicos, atenção ao seus dois ultimos: The water goblin Op 107 e The noonday Wicth Op 108. MAGNIFICOS!!!

Deixe uma resposta