Marin Marais (1656 – 1728): Viol Music for the Sun King

Nosso SAC é estranho, às vezes obedece à solicitações que não lhe são feitas. Houve um comentário em minha última postagem que me fez lembrar deste CD. Ele me foi enviado a Ciço Villa-Lobos que me repassou ainda em janeiro… Penso que ele não o ouviu, pois me fazia a pergunta: isso é bom? Em nenhuma manhã do mundo podemos afirmar que um disco Marin Marais seja bom só de ler a relação de músicas e deixei-o em minha enorme fila de “CDs a ouvir”. Quando chegou sua vez, tomei um susto — é um monumento à música barroca francesa. Causou-me o maior entusiasmo este que é mais uma das maravilhas da Naxos. Gostei a ponto de encomendá-lo na Amazon, apesar de, vejam como são as coisas, o CD não estar muito bem avaliado no site da mesma.

Enfim, ouçam vocês e depois me digam se é biscoito fino ou gororoba. Claro que é biscoito fino!

MARAIS: Viol Music for the Sun King

Sonate a la Maresienne
1. I. Un peu grave – legerement – un peu gai 00:04:24
2. II. Sarabande 00:02:16
3. III. Tres vivement – gravement 00:03:45
4. IV. Gigue 00:02:06

Pieces de Violes, 3me livre: Suite in D major
5. I. Prelude 00:01:39
6. II. Fantaisie 00:00:46
7. III. Allemande 00:02:29
8. IV. Rondeau 00:02:16
9. V. Plainte 00:04:48
10. VI. Charivary 00:02:31

Pieces de Violes, 2de livre: Les Voix humaines
11. Les Voix humaines 00:06:30

Pieces en Trio: Suite in C minor
12. I. Prelude 00:03:06
13. II. Caprice 00:02:24
14. III. Passacaille 00:03:50

Pieces de Violes 1re livre: Tombeau de M. Meliton
15. Tombeau de M. Meliton 00:09:30

Pieces de Violes 2de livre: Couplets de folies
16. Couplets de folies 00:16:34

Ensemble(s): Spectre de la Rose

Total Playing Time: 01:08:54

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

14 comments / Add your comment below

  1. ” Claro que é biscoito fino!”
    Biscoito fino sim senhor. Cada vez mais novas descobertas barrocas me encantam, não tinha ‘inda ouvido falar em Marais e me encantou muitíssimo agora.
    Não só de barroco vive o homem, por isto outra vez chego aqui pedindo Kreisler.

  2. Caro PQP,

    Um de meus amigos fez a experiência de comprar direto pela Amazon e disse que o CD ficou retido nos Correios, onde cobraram uma fortuna de impostos e ainda o trataram como contrabandista. Outro fez a mesma coisa, mas chegou direitinho na casa dele. Já que você parece fazer isto regularmente, pode por favor me dizer como é que acontece contigo?

    Valeu!

      1. Obrigado!!

        Sabe, deve ser por isto que o Brasil é o TERCEIRO maior freguês do serviço de download pago da Deutsche Grammophon. Sério – saiu na Folha alguns meses atrás. Com os CDs da Martita custando para lá dos 75 reais, é beeeem mais negócio puxá-los por 11 dólares.

        Vou experimentar… Tudo em nome da ciência, hehehe!

      2. Olá, gostaria de perguntar se o valor máximo de US$ 50 / compra é o total com o frete ou estes US$ 50 se referem somente aos itens comprados ? thanx, uryens.

      1. Tem certeza que é determinação legal?

        Eu achava que a fiscalização *propositadamente deixava de cobrar* por ser mais caro fiscalizar compras abaixo deste valor do que arrecadar o imposto – mais ou menos como algumas procuradorias públicas desistem de execuções abaixo de certos valores.

Deixe uma resposta