J. S. Bach (1685-1750): A Oferenda Musical, BWV 1079

Em primeiro lugar, digo a vocês que a Oferenda, as Variações Goldberg e a Missa em Si Menor são as obras de meu pai que mais aprecio. Tudo bem, há as outras mil e já estou me sentindo culpado pelos Brandenburgo, Suítes para Violoncelo, Violino, Cravo Bem Temperado, umas vinte Cantatas, a São Mateus e João… Enfim, a culpa que cale-se pois ainda assim deixo estas três escolhas um milímetro acima de todas as outras. Então é natural que eu babe cada vez que descubro um novo registro destas maravilhas.

Porém nosso informado visitante pergunta:

– But who the fuck is Ensemble Aurora?

Pois é, quando eu baixei este CD — do qual excepcionalmente não possuo o original –, fiz-me a mesma pergunta e fui ouvir a Oferenda com um pé atrás. Besteira, trata-se de uma gravação magnífica, tão magnífica que é melhor suportar algumas falhas (um irritante tsc, tsc, tsc que logo depois some) em alguns momentos da Trio Sonata. Se alguém reclamar desta falha, favor dirigir-se a nosso mal-humorado SAC, que hoje acaba de fazer mais uma vítima.

Com vocês, mais um absolutamente imperdível!

JOHANN SEBASTIAN BACH – MUSICALISCHES OPFER BWV 1079

1. Ricercar a 3 5’15
2. Canon perpetuus super Thema Regium 1’20

Canones diversi super Thema Regium
3. 1, a 2. cancrizans 1’14
4. 2, a 2. Violin in unissono 0’44
5. 3, a 2. per motum contrarium 1’00
6. 4, a 2. per Augmentationem, contrario Motu 1’36
7. 5, a 2. per Tonos 2’37
8. Fuga canonica in Epidiapente 2’14
9. Ricercar a 6 5’37

Quaerendo invenietis

10, Canon a 2 1’07
11, Canon a 4 2’58

Sonata Sopr’Il Sogetto Reale a Traversa, Violino e Continuo
12. 1, Largo 5’45
13. 2, Allegro 5’46
14. 3. Andante 3’06
15. 4. Allegro 3’00

16. Canon perpetuus 2’03

SONATA G-DUR für Violine und Basso continuo, BWV 1021

17. 1. Adagio 3’27
18. 2. Vivace 0’56
19. 3. Largo 2’09
20. 4. Presto 1’20

TRIO SONATE G-DUR für Flöte, Violino discordato und Basso continuo, BWV 1038

21. 1. Largo 3’07
22. 2. Vivace 0’56
23. 3. Adagio 1’52
24. 4. Presto 1’24

ENSEMBLE AURORA

maestro di concerto
ENRICO GATTI

ENRICO GATTI, violon Laurentius Storioni, Cremona 1789
MARCELLO GATTI, flute R. Tutz, Innsbruck 1991
d’apres G.A. Rottenburgh, Bruxelles ca. 1745
GAETANO NASILLO, violoncelle Barak Norman, Londres ca, 1710
GUIDO MORINI, clavecin Philippe Humeau, Barbaste 1993
d’apres Carl Conrad Fleischer, Hambourg 1720

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

5 comments / Add your comment below

  1. Meus parabéns pelo blog, com certeza na minha opinião o melhor da internet, simplesmente divulgas a arte mais nobre que existe, BACH, e pelo fato de disponibilizar as principais obras de nosso esquecido maestro Villa-Lobos, o maior das Américas, torna o seu trabalho mais importante do que o de muitos políticos de nosso País na minha concepção, saudações!!!

  2. Caríssimo PQP,
    Porque estou (re)descobrindo esta obra e preciso da sua ajuda,
    porque, convém lembrar, esta é uma das composições de Bach pai que mais aprecia e ainda por cima porque qualificou esta versão do Ensemble Aurora como “absolutamente imperdível”, agradeço uma reposição dos links.
    Saudações!

Deixe uma resposta