F. J. Haydn (1732-1809) – Concertos para Oboé, Trompete e Cravo

Sem dúvida, um disco muito bom. Haydn, considerado por alguns ignaros um “compositor menor”, foi um mestre da forma sinfônica — e comprovou tal fato 104 vezes –, o inventor do quarteto de cordas — só isso já bastaria para dar-lhe lugar de destaque na história da música –, o compositor de belas e estranhamente alegres missas e oratórios, foi professor de Mozart e Beethoven e… talvez o mais curioso em sua trajetória é que foi um sujeito feliz e bem normal. Só no fim de sua vida deixou de ser empregado. Foi demonstrar sua arte em Londres, onde compôs suas sinfonias finais, para pasmo e felicidade daquele país quase sem compositores. Será que pensou que poderia ter ficado rico se tivesse se aventurado antes pelo mundo? Pode até ter pensado, mas da forma sorridente e sem ressentimentos de sua arte.

Eu gosto muito de Haydn e este CD com seus concertos menos divulgados — pois os para violoncelo são, com justiça, os mais ouvidos — é inteiramente satisfatório.

(Lembro agora da única vez que vi Rostropovich tocar. Foi no Colón, em Buenos Aires. Fiquei lá em cima no meio da plebe a qual pertenço. Visualmente, só conheci direito sua careca lustrosa. Mas ouvi o som. Que som, meus amigos! E era o Concerto Nº 2 para violoncelo e orquestra de Haydn. Estou arrepiado só de lembrar. E morrerei sem esquecer).

Excelente CD!

Haydn – Concertos para Trompete, Oboé e Cravo

Concerto for Oboe and Orchestra in C major Hob VIIg-C1
1. 1. Allegro spiritoso – Paul Goodwin, Trevor Pinnock, The English Concert
2. 2. Andante – Paul Goodwin, Trevor Pinnock, The English Concert
3. 3. Rondo (allegretto) – Paul Goodwin, Trevor Pinnock, The English Concert

Concerto for Trumpet and Orchestra in E flat major Hob VIIe-1
4. 1. Allegro – Mark Bennett, The English Concert, Trevor Pinnock
5. 2. Andante – Mark Bennett, Trevor Pinnock, The English Concert
6. 3. Allegro – Mark Bennett, Trevor Pinnock, The English Concert

Concerto for Harpsichord and Orchestra in D major Hob XVIII-11
7. 1. Vivace – The English Concert, Trevor Pinnock
8. 2. Un poco adagio – The English Concert, Trevor Pinnock
9. 3. Rondo all’Ungherese – The English Concert, Trevor Pinnock

Paul Goodwin, oboe
Mark Bennett, trumpet
Trevor Pinnock, harpsichord

English Concert
dir. Trevor Pinnock

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

9 comments / Add your comment below

  1. Amigos, isso já está mudando. Na Europa o respeito a música de Haydn é imenso. Neste ano comemoramos os 200 anos da morte do mestre, muitos concertos serão dedicados a sua música, inúmeras gravações devem ser lançadas.

  2. Só não compartilho da opinião desse blog, já externada anteriormente, quando diz que Haydn era “um sujeito feliz” e que sua vida transcorreu sem maiores incidentes. Acredito que não era bem assim, pelos dados biográficos que já li. Franz passou por situações bem complicadas, especialmente na infância e no início da carreira (tendo passado fome, dormido na rua, etc.), além de ter sido alcoólatra por um bom período.

    Mas não posso negar que, apesar de tudo, cultivava o bom humor.

    Fora isso, parabéns pela postagem, Haydn é dos maiores.

    1. É verdade, SoyGardel. Haydn comeu o pão que o diabo amassou desde que engrossou a voz e fugiu da castração, por volta dos 17 anos, até ser apresentado ao príncipe Esterházy, aos 28. E ainda demorou um certo tempo para assumir o posto maior dos músicos da casa (depois dos 40 anos).

Deixe uma resposta