W.A. Mozart (1756 – 1791) – Divertimentos K. 136 a 138 e 251

Estou revendo meu conceito sobre Ton Koopman. Este registro que acaba de ser relançado é uma pequena jóia mozartiana que fez minha vizinha gostosa perguntar: “Qual era a música maravilhosa que tocaste ontem?”. Adorei! Dei uma bela explicação, ofereci uma cópia e ela aceitou. Deixo vocês utilizarem a gravação para o findi de vocês, OK? Mas comprem camisinhas antes!!!! Protejam-se!!!! Fora de brincadeira, baita disco. Enjoy!

Mozart: Divertimenti, KV 136, 137, 138, 251

1. Divertimento KV 136: Allegro
2. Divertimento KV 136: Andante
3. Divertimento KV 136: Presto

4. Divertimento KV 137: Andante
5. Divertimento KV 137: Allegro Di Molto
6. Divertimento KV 137: Allegro Assai

7. Divertimento KV 138: Allegro
8. Divertimento KV 138: Andante
9. Divertimento KV 138: Presto

10. Divertimento KV 251: Allegro Molto
11. Divertimento KV 251: Menuetto-Trio
12. Divertimento KV 251: Andantino
13. Divertimento KV 251: Menuetto (Tema Con Variazioni)
14. Divertimento KV 251: Rondeau (Allegro assai)
15. Divertimento KV 251: Marcia Alla Frances

Ton Koopman
Amsterdam Baroque Orchestra

BAIXE AQUI (Parte 1) – DOWNLOAD HERE (Part 1)

BAIXE AQUI (Parte 2) – DOWNLOAD HERE (Part 2)

9 comments / Add your comment below

  1. Olha isso!
    Há tanto tempo, por infelicidade da falta deste, não venho aqui e, quando o faço, deparo-me com um PQP absolutamente extrovertido e explícito, algo que imaginaria não ocorrer jamais.
    De qualquer forma, fico feliz que as postagens ainda continuem com a intensidade, e qualidade, de antes.
    Bom final de semana pra vocês.

  2. Caro PQP,

    ando vasculhando a internet à procura do Concerto tríplice para piano, violino, violoncelo e orquestra op. 56, de Beethoven, mas não encontrei o dito cujo.

    Há alguns anos, vi uma apresentação desse concerto na TV Cultura e nunca mais pude esquecê-lo.

    Imagine pois, de dentro da sua maravilhosa e gigantesca coleção, esse concerto possa sair, assim como quem não quer nada, sair assim como quem só quer dar uma espiadela para ver como andam as coisas. Imagine esse concerto saindo de mansinho – e nem mesmo você perceberá – pois ele usaria pantufas e caminharia muito vagaroso, muito sorrateiro e, de repente, apareceria triunfante aqui no site para a sua e a nossa surpresa. Imagine só como seria legal!
    Não seria?

  3. Grande Sertão,

    Por coincidência, também vi o filme. Entretanto, embora seja fã incondicional do Gardiner, não gostei da interpretação do scherzo no filme. Achei-a sem vibração, e prefiro de longe a do Harnoncourt, já postada por PQP, nosso Páaááaaaaaaaii.

  4. PQP,

    esses divertimentos são um bom exemplo das peças ‘very nice very cute’ de Mozart. ótimas pra ouvir enquanto se cuida dos afazeres domésticos no fim de semana.
    e por falar em very nice very cute, você tem o concerto pra clarinete em Lá k622 com a Sharon Kam de solista?

    muito obrigado.

  5. Sobre Mozart, há anos assisti a um filme em que uma orquestra de crianças precisava encontrar uma partitura de uma obra de Mozart para executá-la em um concurso promovido pelo Príncipe do reino em que viviam.

    Você sabe qual o nome desse filme? Sabe qual o nome da obra que eles estavam á procura?

    Agradeço, imensamente, pela sua atenção e auxílio.

    Tenne
    São Paulo, Capital

Deixe uma resposta