Felix Mendelssohn (1809-1847): Música para Violoncelo e Piano (Antonio Meneses e Gérard Wyss)

Eu poderia tentar escrever vários adjetivos para a música de Mendelssohn. Mas eu sei que jamais faria isto tão bem quanto outro integrante do PQP Bach: o Carlinus. Ele tem uma sensibilidade enorme para a música e principalmente para a música de Mendelssohn. Ele sabe traduzir os pensamentos e sentimentos em palavras. Pega aquelas impressões fantásticas em que nós pensamos e sentimos enquanto ouvimos música e traduz essas emoções em palavras… E eu considero isso algo muito bonito e difícil de conseguir fazer. Sim, eu tenho sentimentos, e ao ouvir música também me deixo “levar”, mas guardo o que sinto para mim. As sonatas para violoncelo e piano de Mendelssohn são muito legais. Adoro ouvir essas belezas. Meu primeiro contato com elas foi aqui no blog, justamente através do Carlinus. Fiz o pedido, ele demorou um tiquinho, depois respondeu e postou. Fiquei semanas ouvindo e feliz da vida porque fui atendido por ele. Hoje estou aqui para tentar retribuir a atenção que me foi dada presenteando vocês e o nosso amigo Carlinus com estas mesmas sonatas outrora postadas pelo mesmo (esse texto ta parecendo B.O. policial…). Esta versão é sublime, e é muito bem interpretada por Antonio Meneses, na companhia de Gérard Wyss. Espero que vocês gostem.

OBS.: Carlinus, brigado por me ajudar a conhecer a música de Mendelssohn!

Felix Mendelssohn (1809-1847): Música para Violoncelo e Piano (Antonio Meneses e Gérard Wyss)

01. Sonata # 1, Op. 45 – I. Allegreo vivace
02. II. Andante
03. III. Allegro assai

04. Sonata # 2 Op. 58 – I. Allegro assai vivace
05. II. Allegretto scherzando
06. III. Adagio
07. IV. Molto allegro e vivace

08. Variations Concertantes Op. 17

09. Lied ohne Worte, Op.19 #1

10. Lied ohne worte, Op.19 #3 Jägerlied

11. Assai tranquillo

12. Lied ohne Worte, Op.109

13. Lied ohne Worte, Op.19 #6 Venetianisches Gondellied

Antonio Meneses, cello
Gérard Wyss, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Neste triste país, às vezes nasce um gênio indiscutível.

Raphael Cello

10 comments / Add your comment below

  1. Obrigado, Raphael, pelas palavras elogiosas. Kierkegaard disse certa vez que se você pedisse a um apaixonado para que descrevesse a pessoa por quem ele está apaixonado, que ele, o apaixonado, falaria por horas infindas do objeto do seu amor. Muito se fala daquilo que se gosta. Aquilo que é prazeroso nos dá alegria. E a alegria é uma das marcas da beleza. Falo demais por viver sempre apaixonado pela música.

    Abraços, Raphael!

  2. Muito obrigado pela verificação, Raphael, mas continua aparecendo o aviso de erro, tanto pelo Firefox quanto pelo Internet Explorer. Talvez seja algum problema no meu PC. Mas será que isso ocorre porque não sou assinante do 4-Shared?
    Abraços.
    Er.

  3. O post sobre violoncello piccolo precisou ser removido por pequenas questões burocráticas Julio. Alguns sites não permitem o compartilhamento de seus produtos. Fui desatento e me esqueci desse detalhe. Por isso precisei remover o post. Abraço

  4. Mendelssohn é facilmente um dos meus compositores favoritos. A música dele dialoga muito com a minha sensibilidade! E um seria um sonho realizado ver aqui a integral da música coral dele, especialmente a música coral a capella.

Deixe uma resposta