Maurice Ravel (1875–1937) – Le Jardin féerique (Música de Câmara) – Emmanuel Pahud e membros da Berliner Philharmoniker ∞

Ravel

Le Jardin féerique

Música de Câmara

Músicos da

Berliner Philharmoniker

 

O universo sonoro criado por Maurice Ravel é extremamente rico, luxuoso, sofisticado. Todas as suas obras, desde as peças para piano, música de câmera ou com orquestra apresentam riqueza de detalhes e características absolutamente próprias que as tornam fáceis de serem identificadas como obras suas.

Eu não consigo ouvir ou fazer qualquer alusão a Ravel e sua obra sem lembrar de Artur da Távola, que (provavelmente) produzia e apresentava um programa sobre a vida e a obra de Ravel na Rádio MEC, que eu ouvia no Rio de Janeiro.

Emmanuel Pahud

Mas quanto ao disco da postagem, temos uma coleção de peças de música de câmera interpretadas por músicos da Berliner Philharmoniker que têm alguma ligação, um certo compromisso com a música e a sonoridade francesa, apesar de não serem todos de origem francesa. O disco também não apresenta qualquer ‘integral’ da música de câmera de Ravel, que deveria então incluir o maravilhoso Trio com Piano ou a Sonata para Violino. Mas, o que temos aqui é excelente e muito representativo da obra de Ravel.

Inclusive porque duas obras foram escritas para outra combinação de instrumentos e Ravel ele mesmo orquestrou eventualmente peças que havia escrito para piano.

Marie-Pierre Langlamet

Começamos com a belíssima Introdução e Allegro para flauta, clarinete, harpa e quarteto de cordas. É música de câmera, mas com um conjunto sonoramente muito diverso e rico. A peça parece um pequeno concerto para a harpa.

Em seguida, o quarteto de cordas da BP apresenta a sua leitura do belíssimo quarteto de cordas.

A peça que segue é um arranjo para conjunto de câmera da Sonatine (escrita originalmente para piano) feito por Carlos Salzedo para flauta, harpa e violoncelo. Nesta gravação, o violoncelo foi substituído pela viola, fazendo assim a mesma formação que a Sonata de Debussy. Belíssimo!

Wenzel Fuchs

Ravel escreveu um Duo para Violino e Violoncelo em 1922 e esta é a peça que posteriormente ganhou o status e título de Sonata e é a mais modernosa das peças aqui apresentadas. A interpretação dos músicos da BP enfatiza essa modernidade com os ataques bem pronunciados e evitando de ‘embelezar’ a peça. Um bom contraste para com as peças anteriores.

Para completar, o grupo todo se reúne para apresentar um arranjo do último movimento da Suíte ‘Ma Mère l’Oye’, Le Jardin féerique, escrita originalmente para piano a quatro mãos, mas que o próprio Ravel posteriormente ampliou e orquestrou.

Christophe Horak

Nos arquivos postados, às 13 faixas originais do disco  eu acrescentei algumas ‘faixas bônus’ para ilustrar e servir de comparação com as versões do disco.

Temos uma gravação para dois pianos da ‘Introdução e Allegro’, aqui interpretado pelos excelentes Stephen Coombs e Christopher Scott. Esta gravação mostra o poder do(s) piano(s) de recriar o universo sonoro obtido com outras combinações de instrumentos.

Simon Roturier

Escolhi a gravação do Bavouzet da Sonatine, na versão original para piano. E para a última peça do disco, de título imaginoso, Le Jardin féerique, a versão para piano a quatro mãos da simpaticíssima dupla Marylène Dosse e Annie Petit.

 

 

Maurice Ravel (1875 – 1937)

Introdução e Allegro para flauta, clarinete harpa e quarteto de cordas

  1. Introdução e Allegro

Quatuor à cordes en Fa Majeur

  1. Allegro moderato – très doux
  2. Assez vif – très rythmé
  3. Très lent
  4. Vif et agité

Sonatine en Trio (flauta, harpa e viola)

  1. Modéré
  2. Mouvement de Menuet
  3. Animé

Sonate para Violono e Violoncelo

  1. Allegro
  2. Très vif
  3. Lent
  4. Vif, avec entrain

Ma mère l’Oye

  1. Le Jardin féérique, para flauta, clarinete, harpa e cordas
Ignacy Miecznikowski

Wenzel Fuchs, clarinete

Emmanuel Pahud, flauta

Marie-Pierre Langlamet, harpa

Christophe Horak, violino

Simon Roturier, violino

Ignacy Miecznikowski, viola

Bruno Delepaire, violoncelo

Faixas Bônus

Introdução e Allegro para flauta, clarinete harpa e quarteto de cordas

  1. Introdução e Allegro

Stephen Coombs e Christopher Scott, pianos

Sonatine (para piano)

  1. Modéré
  2. Mouvement de Menuet
  3. Animé

Jean-Efflam Bavouzet, piano

Ma mère l’Oye

  1. Le Jardin féérique

Marylène Dosse e Annie Petit, piano (a quatro mãos)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 191 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 179 MB

 

Bruno Delepaire

Aproveite!

René Denon

Emil Nolde – Blumengarten 1908

Veja aqui o disco completo da dupla Marylène Dosse e Annie Petit:

Música Francesa para Piano a Quatro Mãos – Marylène Dosse e Annie Petit

Deixe uma resposta