Centenário da morte de Alberto Nepomuceno (1864-1920) – Obras para piano – Szidon

O trabalho cotidiano de erguer o memorial pequepiano ao jubileu de Beethoven quase nos faz esquecer duma importante efeméride: o centenário da morte de Alberto Nepomuceno, notável compositor cearense, amplamente reconhecido como pai do nacionalismo musical brasileiro.

Não conheço tanto quanto gostaria de sua obra – o que, aliás, é um problema que aflige quase todos que o admiram. Há pouca coisa em mídia digital, e muito do que existe em analógico está em fitas de programas de rádios, gravações piratas de recitais e concertos, e LPs poentos. Dou-me conta de que ouvi ao vivo a maior parte que conheço de sua obra, e de que quase tudo que tenho comigo, eu baixei aqui no PQP. Alcanço ao blog uma pequena retribuição, um LP com algumas obras para piano interpretadas por meu conterrâneo Roberto Szidon, que também fica como uma homenagem ao único cearense amigo de Grieg, e como uma promessa de que, quando libertado for das obrigações contratuais beethovenianas, dedicarei mais de mim à sua memória.

Alberto NEPOMUCENO de Oliveira (1864-1920)

Lado A

Suíte antiga, para piano, Op.11
1 – Prelúdio
2 – Minueto
3 – Ária
4 – Rigaudon

Quatro peças líricas para piano, Op. 13
5 – Anelo
6 – Valsa
7 – Diálogo
8 – Galhofeira

Lado B
Duas peças para piano, Op. 27
1 – No. 1: Devaneio
2 – No. 2: Improviso

Folhas d’álbum, para piano
3 – No. 1: Con molto sentimento
4 – No. 2: Con moto
5 – N
o. 3: Andante mosso

Dois noturnos para piano
6 – No. 2 em Sol maior, para a mão esquerda

Roberto Szidon, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Alberto e seu amigo Edvard

Vassily

3 comments / Add your comment below

  1. Muito bom o disco, excelente postagem.
    E por falar em Szidon, há tempos garimpo, sem sucesso, atrás do disco 100 anos de Piano Brasileiro. Alguma chance de aparecer por aqui?
    Abraço e ótimo domingo a todos.

    PS – by the way, os links para as polifonias do Beethoven acima não estão operantes.

    1. Olá, Sr. CP!
      Que bom que apreciou Nepomuceno por Szidon. Tenho o disco dos 100 anos de piano brasileiro e o acho uma preciosidade, pela raridade do repertório abrangido. Como mencionei na postagem, assim que me libertar do Projeto Beethoven poderei ter outros focos e, então, aqui publicar a gravação do Szidon.
      Falando em Beethoven, os links esquecidos para as canções polifônicas estão disponíveis, agora. Bom domingo também a você!

  2. Grato, Vassily, e q boa notícia q o 100 Anos de Piano Bras. está programado para aparecer por aqui, além de outras gravações do Szidon.
    Esses bálsamos em forma de música q vcs espalham estão sendo, pra dizer o mínimo, refrescantes e curativos nesses tempos bicudos.

Deixe uma resposta