.:Interlúdio:. Herbie Hancock – New Standards

Renovando um link lá dos primórdios do PQPBach, 2008. Os fãs de Herbie Hancock o conhecem muito bem, quem não conhece, fique a vontade, sinta-se em casa, assim poderão conhecer uma verdadeira lenda do Jazz.

Eis que no último dia do ano resolvi postar um disco de Jazz. Na verdade, serão dois, portanto, acomodem-se, e aqueles que nunca tiveram a oportunidade de ouvir estes dois grandes músicos, eis a grande oportunidade.

Começando pelo começo, temos Herbie Hancock. Já qualifiquei este pianista como genial, e creio que tenha sido sem exageros.  Em ação desde o começo dos anos 60, Hancock é o que podemos chamar de músico completo, já transitou em todos os gêneros, gravou com deus e o diabo na terra do sol, e sem ter medo de errar, cometeu equívocos, mas que não ofuscaram seus grandes momentos que, felizmente, foram em número maior.

Eis o comentário do editorialista do allmusic:

On first glance this record would not seem to have much promise from a jazz standpoint. Herbie Hancock performs a set of tunes which include numbers from the likes of Peter Gabriel, Stevie Wonder, Sade, Paul Simon, Prince, the Beatles (“Norwegian Wood”) and Kurt Cobain. However by adding vamps, reharmonizing the chord structures, sometimes quickly discarding the melodies and utilizing an all-star band, Hancock was able to transform the potentially unrewarding music into creative jazz. Hancock, who sticks to acoustic piano, shows that he is still in prime form, taking quite a few fiery solos. With Michael Brecker on tenor and surprisingly effective soprano, guitarist John Scofield, bassist Dave Holland, drummer Jack DeJohnette and percussionist Don Alias (along with an occasional horn or string section that was dubbed in later), the results are often quite hard-swinging and certainly never predictable. Although it is doubtful that any of these songs will ever become a jazz standard, Herbie Hancock has successfully created a memorable set of “new” music. Well worth investigating.

A lista de convidados é generosa, tendo Michael Brecker, John Scofield, Don Alias, Jack DeJohnette, Dave Holland entre outros, músicos com os quais Hancock já se envolveu em outras gravações, ou seja, todos se conhecem muito bem e sabem do que o outro é capaz.

Em outras palavras, um grande momento do Jazz. Espero que apreciem.

Herbie Hancock – New Standards

1 – New York Minute     (Henley, Kortchmar, Winding)
2 – Mercy Street     Gabriel
3 – Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (Lennon, McCartney)
4 – When Can I See You (Edmonds)
5 – You’ve Got It Bad Girl (Wonder, Wright)
6 – Love Is Stronger Than Pride     (Adu,Hale,Matthewman)
7 – Scarborough Fair (Garfunkel, Simon)
8 – Thieves in the Temple (Prince)
9 – All Apologies (Cobain)
10 – Manhattan (Island of Lights and Love) (Hancock)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

4 comments / Add your comment below

  1. Fechando o Ano com chave de ouro..afinal, é o mínimo que pode se esperar de Herbie Hancock,Scofield(Gênio),Brecker e Cia.
    Por falar em Scofield..vocês já postaram alguma gravação dele solo?Se não postaram ainda,seria uma boa pedida para o ano que vem, né?
    Bem, para finalizar, eu desejo um Feliz Ano Novo para todo o pessoal do PQP Bach, e que o ano que vem, seja ainda mais “polinizador”, para nós, amantes da música.
    Abraços e Feliz Ano Novo!!

  2. Ótimo FDPBach!!O Scofield é um dos meus guitarristas favoritos também!E gostaria muito de vê-lo aqui no PQPBach!!
    Agradecido
    Abraços

Deixe uma resposta