Heinrich Ignaz Franz Biber (1644-1704): Unam Ceylum (Sonatas para Violino)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Mais um CD de Biber. Mais uma surpresa deste grande e quase desconhecido compositor. Biber era um virtuose do violino e Kapellmeister. Seu grupo de “Sonatas Bíblicas” já fazem parte do repertório dos violinistas barrocos e, aqui, John Holloway resgata mais sonatas de Biber da imerecida obscuridade. O disco inclui duas sonatas inéditas e quatro da coleção Biber de 1681, a qual consolidou sua posição entre os seus contemporâneos, mas ainda não entre nós. Todas as obras estão cheias de deslumbrantes efeitos técnicos e reviravoltas inesperadas. A Sonata em Fá Maior (Nº 3), por exemplo, equilibra belas melodias com um monte de surpresas, tanto musicais quanto técnicas, concluindo com uma grande chaconne. Holloway está à altura das demandas que Biber impõe. Ele está acompanhado de cravo e órgão. Dá para dizer tranquilamente que este disco é uma escandalosa incursão na extravagância barroca. Biber voltou para restabelecer seu nome entre os maiores barrocos. Uma descoberta. Mais grande música aqui.

Biber — Unam Ceylum (Sonatas para Violino)

1. Sonata III F major from Sonatae Violino solo 1681
2. Sonata IV D major from Sonatae Violino solo 1681
3. Sonata No. 81 A major – unpublished
4. Sonata VI C minor from Sonatae Violino solo 1681
5. Sonata VII G major from Sonatae Violino solo 1681
6. Sonata No. 84 E major: Adagio – unpublished

John Holloway: violin
Aloysia Assenbaum: organ
Lars Ulrik Mortensen: harpsichord

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Biber, BAITA compositor

PQP

9 comments / Add your comment below

  1. Biber é sem dúvida fenomenal!!! e fico grato ao PQP por mais esta “sacada”. Tomara que não pare por aqui e desde já estou torcendo pelo up-load da obra SACRO_PROFANUM, outra maravilha IMPERDÍVEL!!!

  2. Show de Bola, PQP!!!
    Tô besta aqui com este compositor maravilhoso que eu desconhecia até você me dar a dádiva de ouví-lo!
    Ainda embasbacado, agradeço imensamente!

  3. não só os links do pqp bach mas de qualquer outro lugar está dando o aviso: File owner’s public traffic exhausted. (da3c7b74). Ou seja, o rapidshare está de gracinha com o trabalho do pqp e com nós ávidos ouvintes amantes da imortal música que infelizmente poucos e bons ainda mantém este alimento para a alma.

  4. Desculpe, acho que me expressei mal, o link inativo é o apontado no fim do texto, no “Aqui”: “Dá para dizer tranquilamente que este disco é uma escandalosa incursão na extravagância barroca. Biber voltou para restabelecer seu nome entre os maiores barrocos. Uma descoberta. Mais grande música AQUI.”

Deixe uma resposta