J. S. Bach (1685-1750): Variações Goldberg

Dantone-K03[Decca]Esta gravação de Ottavio Dantone — o sujeito da capa ao lado — é excessivamente pessoal, talvez amalucada. Ele improvisa e ornamenta demais, o que poderia ser interessante se as novidades valessem a pena. Nem na repetição da ária de abertura ele deixa de incluir notas. O resultado deixa a desejar, principalmente se compararmos com a versão campeã de Pierre Hantaï, além das de Leonhardt, Gould e Karl Richter, mas, mesmo assim, a obra resiste. Dantone tem uma festejada integral das Sonatas de Domenico Scarlatti e gravou as Sonatas para Violino e Cravo com Viktoria Mullova — um registro também elogiadíssimo –, porém aqui derrapou na curva.

Não encontrei este CD na Amazon.

J. S. Bach – Variações Goldberg

Aria
Variation 1 à 1 clavier
Variation 2 à 1 clavier
Variation 3 Canone all’Unisuono à 1 clavier
Variation 4 à 1 clavier
Variation 5 a 1 ô Vero à 2 claviers
Variation 6 Canone alla Seconda à 1 clavier
Variation 7 à 1 ô vero à 2 claviers Al tempo di Giga
Variation 8 à 2 claviers
Variation 9 Canone alla Terza à 1 clavier
Variation 10 Fughetta à 1 clavier
Variation 11 à 2 claviers
Variation 12 Canone alla Quarta à 1 clavier
Variation 13 à 2 claviers
Variation 14 à 2 claviers
Variation 15 Canone alla Quinta – Antante à 1 claviers
Variation 16 Ouverture à 1 clavier
Variation 17 à 2 claviers
Variation 18 Canone alla Sexta à 1 clavier
Variation 19 à 1 clavier
Variation 20 à 2 claviers
Variation 21 Canone alla Settima à 1 clavier
Variation 22 Alla breve à 1 clavier
Variation 23 à 2 claviers
Variation 24 à 2 claviers
Variation 25 Adagio à 2 claviers
Variation 26 à 2 claviers
Variation 27 Canone alla Noma à 2 claviers
Variation 28 à 2 claviers
Variation 29 à 1 ô vero à 2 claviers
Variation 30 Quolibet à 1 clavier
Aria da Capo e Fine

Ottavio Dantone, cembalo

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

E não adianta me olhar com essa cara!
E não adianta me olhar com essa cara!

PQP

11 comments / Add your comment below

  1. Em relação às Variações Goldberg, uma das interpretações mais emocionantes de música que já vi na vida foi a do Glenn Gould, no DVD “Variações Goldberg”. É de arrepiar !

  2. Em relação às Variações Goldberg, uma das interpretações mais emocionantes de música que já vi na vida foi a do Glenn Gould, no DVD “Variações Goldberg”. É de arrepiar !

  3. PQP, tenho um disco de Bach executado por um instrumento ‘Koto”, deve ser kotô, uma maravilha, como enviá-lo? O homem que compunha para DEUS, deve ser ouvido por todos os homens profanos para divinizar-se. Outra coisa, como compro pela Amazon? Tentei mas não consegui.abraços
    A gravação de Pierre Hantai é realmente esmagadora.

  4. Pois é…..improvisar sobre Bach é ser muito insolente e impertinente. É como colocar uma quinta perna em um cavalo ou uma unha na palma da mão. Já não gostei da cara do sujeito, depois de ouvi-lo vou coloca-lo no ostracismo até ele merece pelo atrevimento. Carinha mais metido…..

  5. Que tal uma competição para escolher qual a capa com mais dramatismo canastrão? A disputa entre esta do Dantone, as do Gergiev regendo russos ou qualquer uma do Lang Lang é apertada.

    Já entre as melhores capas, fico em dúvida entre três da DG. Aquela do canhão (Abertura 1812 e peças de Borodin e Rimsky-Korsakov), a dos pássaros sobre o entardecer (Finlândia e outras obras de Sibelius) e a foto do Carlos Kleiber em limiar (com as sinfonias 5 e 7 de LvB).

Deixe uma resposta