Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Sinfonia No. 5 em Dó menor, Op. 67 e Sinfonia No. 7 em Lá maior, Op. 92

Estive fora de casa desde o dia de ontem, o que me impediu de fazer qualquer postagem. Agora, estou de passagem para postar este baita CD do meu compositor predileto, Ludwig van Beethoven, sob a regência do carismático venezuelano, Gustavo Dudamel, que está no Brasil esta semana. Inclusive, a Globo News está reprisando uma entrevista que fez com o talentoso regente. As duas obras aqui colocadas estão entre os trabalhos mais importantes já compostos em toda a história da música – as sinfonias de número 5 e 7. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação e um ótimo feriado!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Sinfonia No. 5 em Dó menor, Op. 67 e Sinfonia No. 7 em Lá maior, Op. 92

Sinfonia No. 5 em Dó menor, Op. 67
01. Allegro con brio
02. Andante con moto
03. Allegro
04. Allegro

Sinfonia No. 7 em Lá maior, Op. 92
05. Poco sostenuto – Vivace
06. Allegretto
07. Presto
08. Allegro con brio

Simón Bolívar Youth Orchestra of Venezuela
Gustavo Dudamel, regente

BAIXAR AQUI

Carlinus

9 comments / Add your comment below

  1. LINDA surpresa!! Tenho tanto receio diante desse papo de jovens geniais em música… ainda mais enfrentando Beethoven, TÃO convidativo para descabelamentos de jovenzinhos pretensamente geniais… Mas encontro aqui uma leitura de tipo clássico da maior classe, longe daquele vício de romantizar ainda mais, artificialmente, o que já é suficientemente romântico em sua escrita clássica… (não sei se deu pra entender, rsrs). Em outras pelavras, uma leitura muito mais madura ou equilibrada que as de, digamos, um Karajan – que afinal era um vendedor de descabelamentos…

    Em alguns momentos (p.ex. a passagem do 3º para o 4º movimento da 5ª, eu até queria um pouquinho mais de romantismo, de contraste – mas isso é um detalhezinho. A excelência se mostra, p.ex., no evidenciar vozes que eu nunca havia ouvido em peças TÃO conhecidas!!

    Obrigadaço por esse post!

  2. Excelente, Carlinus, também estou viajando, longe de meu computador, por isso deixarei para baixar quando voltar. Mas estou curioso em ver o que o jovem Dudamel fez com estes dois patrimônios da cultural ocidental. Infelizmente terei de esperar.

  3. Muito obrigado por ter me apresentado esta gravação. Concordo plenamente com você quanto ao brilhantismo da gravação. A apresentação deste Maestro de 30 anos, aqui no Municipal do Rio foi fantástica. A apresentação foi com a 7ª de Mahler. Aproveitando, na postagem do PQP das Sinfonias de Mahler, a 7ª está nos CDs 10 e 11, cujos links estão fora, por favor, quando puderem, revalidem o link.

  4. Meninos, eu vi…

    Fui assistir a Dudamel e a Orquestra Simón Bolívar. Foi um concerto incrível! Vocês precisavam de ouvir o silêncio (é isso mesmo) da platéia durante a música, completamente hipnotizada. O programa foi o seguinte: ‘Suíte Nº2 de Daphnis et Chloé’, de Ravel; ‘Santa Cruz de Pacairigua’, de Evencio Castellanos; ‘Sinfonia Índia’, de Carlos Chavez; ‘Suíte do Pássaro de Fogo’, de Stravinsky. Além, é claro, do ‘Danzón Nº2’ de Arturo Márquez e o ‘Mambo’ (com direito a contrabaixos e trompetes rodopiantes) de Bernstein.

    Antes do concerto, nutria um pouco de antipatia pelo jovem maestro. Mas já me encontro “convertido” também, como um dos colaboradores do blog disse em um post anterior.

  5. Carlinus:
    Quise escuchar esta grabación de Gustavo Dudamel pero, lamentablemente, no está disponible en Mediafire. Gracias.
    Alejadnro.

Deixe uma resposta