Interessante

Dilma se sentou perto de Lily. “Que tipo de música você gosta?”, perguntou a anfitriã. “Clássica. Gosto de Bach”, respondeu a candidata.

PQP

9 comments / Add your comment below

  1. Fico me perguntando se o Brasil já teve algum presidente capaz de dar atenção a Bach… Bom, pela formação luterana dele, o Geisel (brrrr…) não tinha como não conhecer… mas quero crer que a Dilma o tenha ouvido com outros ouvidos… 😀

  2. Todos errados…o que ela conheceu foi o antologico João Sebastião Bar…os que não tão crianças como eu e ela vão lembrar…O Bach é como o tal ultimo livro que ela leu, que a impressionou muito mas não ocorre nem o nome nem o autor…

  3. Mudo de assunto e aproveito o post pra confessar algo: tenho um pouco de saudades da época em que posts de P.Q.P. himself (como este, pelo que vi no RSS) eram mais frequentes. O perfil do blog está mudando por causa dessa relativa ausência, creio eu.

    O PQP ultimamente oscila entre o modo “for dummies” e o modo “sebo virtual”, dois estilos que têm muitos méritos mas que não fazem muito a minha cabeça.

    Sei lá, essa pulga estava atrás da minha orelha. Falei. 🙂

  4. Eu TAMBÉM tenho sentido muita falta de PQP, O Próprio, aqui no meio de nós.

    Claro que só posso fazer meu próprio estilo, nem teria sentido qualquer pessoa mudar o seu estilo pra agradar este ou aquele – mas de fato também sinto falta daquela irreverência pra lá de peculiar…

    Quanto a declarar estilo musical pra agradar… creio que dizer ‘Bach’ para dona Lily Marinho dificilmente faria sentido… Se ainda fosse Chopin ou Rachmaninoff… (ih, lá vem pedra!! 😀 )

  5. Amigos, eu estou passando por um difícil período profissional. Pretendo voltar logo, assim que meus horários voltarem a ser humanos.

    Abraços.

Deixe uma resposta