Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão 2005

O vídeo de Marlos Nobre ontem me fez ir até a gaveta onde estão guardados os CDs com a Orquestra Acadêmica do FIICJ e postá-los aqui no blog – na verdade ia compartilhar só o CD com a Kabballah, mas pra não ficar indo e voltando presenteio-lhes com os três álbuns de uma vez. Vai primeiro este, duplo, com as excelentes Variações Sinfônicas do Almeida Prado ao final.

CD 1

01 Samuel Barber: Adagio para Cordas, Op. 11 7m26s
02 Johannes Brahms: Abertura Festival Acadêmico em Dó Menor, Op. 80 10m01s
03 a 06 Gustav Mahler: Sinfonia No. 1 em Ré Maior 50m55s
07 Antonín Dvorák: Dança Eslava em Mi Menor, Op. 72 5m38s

Regência: Kurt Masur

BAIXE AQUI

• CD 2
01 a 15 Modest Mussorgsky / Maurice Ravel: Quadros de uma Exposição 32m26s
16 Carlos Gomes: Abertura da Ópera O Guarani 8m02s
17 a 27 Almeida Prado: Variações Sinfônicas (Primeira Gravação e Estréia Mundial) 15m25s

Regência: Roberto Minczuk

BAIXE AQUI

Gravado no Auditório Cláudio Santoro em julho de 2005 e na Sala São Paulo em 31 de julho de 2005, durante o 36° Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão

CVL

20 comments / Add your comment below

    1. Ho scoperto cosa succede, caro Viola: i nomi degli archivi sono troppo lunghi. É solo cambiargli e ponergli vicino alla radice (C:).

      Non ci vuole che io faccia lo reload.

  1. agradecendo o post comunico que não consegui extrair do winzip. alegação: arquivo ausente! existe alguma outra solução? cordialmente, noel

  2. Ho provato a fare come dici, ma non funziona! Il problema (usando 7-Zip) è sempre lo stesso. La prima track si interrompe prima della fine, tutte le altre risultano essere di 0 byte…

  3. Os arquivos e respectivas pastas estão com nomes longos demais. Experimente renomeá-los e extrai-los numa pasta perto da raiz (C). Tente também usar o winrar e o 7zip.

  4. Ho potuto fare il download dal nuovo link e ora tutto è perfetto. Scusate per il troppo lavoro che vi ho dato. E’ stata una fatica ma ne valeva la pena, perché il CD è bellissimo!

  5. A Viola tem toda razão – bellissimo! – além de gravado com uma qulidade de som surpreendente. Baixei só o 2, ainda estou no Moussorgski, e estou embasbacado: bravíssimo, sr Minczuk! DE LONGE o melhor ‘Quadros de uma Exposição’ orquestral que já ouvi!

    1. Concordo com você plenamente. Minha referência anterior era com o Giulini e a Royal Concertgebouw. A protofonia de O Guarani, está excelente também, mas continuo com o Benito Juarez e a Sinfônica de Campinas. Quanto ao Almeida, ainda não parei para escutar.

  6. Preciso dizer que as “Variações” do Almeida Prado são surpreendentemente boas! Lembram um mix de Lutoslawski com Camargo Guarnieri, o que não é nada desinteressante. Preciso ouvir mais vezes (até memorizar, por exemplo, o tema). Bela surpresa.

    (E, à parte a captação de áudio meramente passável, a orquestra acadêmica do festival tem um som bonito, muito bom.)

  7. Gostei muito do disco 2, ainda não me dediquei ao disco 1. Excelente gravação e interpretação, com uma orquestra bem agressiva, exatamente como gosto que essas obras sejam interpretadas. Muito bom mesmo!

Deixe uma resposta