Fréderic Chopin (1810-1849) – Noturnos (CDs 3 e 4 de 13)

Por conta de outras postagens acabei adiando a continuidade da série com Vladimir Ashkenazy interpretando Frédéric Chopin. Agora surgem os maravilhosos Noturnos. “Em Chopin, Noturno significa um canto livre da sua intimidade, pôr meio da qual conta uma história íntima que o músico não poderia exprimir de outra forma. Chopin baseou-se num modelo próximo, os noturnos do irlandês Field, mas submeteu-os a tal modificação que apenas poderemos notar um vago parentesco entre os dois músicos. Nos últimos noturnos encontramos sonoridades e uma escrita pianística próximas do impressionismo”. O que há de fato é a certeza de que a música do polonês é docemente infantil. Acerca de Chopin, diz a História que Schumann assim se expressou: “Tirem os chapéus, senhores, um gênio!” E o compositor provou isso. Conquistou a França. Possuía as idiossincrasias requeridas pela burguesia francesa: era gentil, fino, educado, elegante. Tais predicados o ajudaram. Chopin era um jovem de alma triste e canções que silenciavam os ouvintes. Ouvi-lo nos dá uma sensação de quietude triste e reflexiva. Ele era um anjo soturno. Suas peças nos põe impressões melancólicas no coração. Ouça sem moderação!

Alguns dados extraídos DAQUI.

Fréderic Chopin (1810-1849) – Noturnos

DISCO 3

01 – Nocturne No.1 in B flat minor, Op.9 No.1
02 – Nocturne No.2 in E flat, Op.9 No.2
03 – Nocturne No.3 in B, Op.9 No.3
04 – Nocturne No.4 in F, Op.15 No.1
05 – Nocturne No.5 in F sharp, Op.15 No.2
06 – Nocturne No.6 in G minor, Op.15 no.3
07 – Nocturne No.7 in C sharp minor, Op.27 No.1
08 – Nocturne No.8 in D flat, Op.27 No.2
09 – Nocturne No.9 in B, Op.32 No.1
10 – Nocturne No.10 in A flat, Op.32 No.2
11 – Nocturne No.11 in G minor, Op.37 No.1
12 – Nocturne No.12 in G, Op.37 No.2

DISCO 4

01 – Nocturne No.13 in C minor, Op.48 No.1
02 – Nocturne No.14 in F sharp minor, Op.48 No.2
03 – Nocturne No.15 in F minor, Op.55 No.1
04 – Nocturne No.16 in E flat, Op.55 No.2
05 – Nocturne No.17 in B, Op.62 No.1
06 – Nocturne No.18 in E, Op.62 No.2
07 – Nocturne No.19 in E minor, Op.posth.72 No.1 (BI 19)
08 – Nocturne No.20 in C sharp minor, Op.posth.P1 No.16 (BI 49)
09 – Nocturne in C minor, Op.posth.P2 No.8 (BI 108)

Vladimir Ashkenazy, piano

BAIXAR DISCO 03 AQUI
BAIXAR DISCO 04 AQUI

Apoie os bons artistas, compre suas músicas.
Apesar de raramente respondidos, os comentários dos leitores e ouvintes são apreciadíssimos. São nosso combustível.
Comente a postagem!

Carlinus

6 comments / Add your comment below

  1. A tormenta não veio, mas a tristeza se apoderou de mim.
    Nem sequer a música me consola hoje.
    Já é tarde, a noite caiu, e não tenho vontade de dormir.
    [Frédéric Chopin]

  2. Essas peças me arrebatam a muito tempo, desde o tempo em que eu era um mero estudante de teatro, e a professora executava ao piano de uma sala alguns desses noturnos para que prestássemos atenção. Já faz cinco anos isso, e até hoje, pelo menos uma vez por mês eu páro para escutar essas peças, sempre com um artista diferente. Eu adorei o de Polini postado pelo PQP!!!! Vou baixar essas agora!!! Abraços.

  3. Me esquice de um detalhe, quando vou escolher uma peça, sempre escolho as de Chopin.

    Eu até agora não consigo tocar outras se não as peças criadas por Chopin.

    Eu gosto muito, muito mesmo, das músicas dele.

    Lucas…

Deixe uma resposta