Piotr Ilich Tchaikovsky – The Nutcracker – Valery Gergiev

Começo esta postagem com o comentário do editorialista da Amazon:

Although Gergiev is highly experienced in the theater, and he is leading an opera-ballet orchestra, this is definitely a concert Nutcracker. Tempos are brisk, textures streamlined, and dancers might have a good deal of difficulty keeping up with the music. For us home listeners, though, this is a superb way to hear Tchaikovsky’s complete score and to remind ourselves of how much good music isn’t included in the familiar suite. Gergiev justifies his reputation as an interpreter and as an orchestra leader, getting amazingly precise playing from the ensemble. Best of all, Philips has somehow crammed more than 81 minutes of superb sound onto this disc, making it a remarkable bargain. Very highly recommended!

Esta postagem é em homenagem ao mano PQPBach, que aparentemente está se rendendo à música de Tchaikovsky. Garanto que depois de ouvir este “Nutcracker”, na excelente versão de Gergiev, ele vai se render em definitivo ao russo.
Confesso que até conhecer esta gravação, ainda não tinha ouvido o Balé em sua íntegra, lembro-me de na infância, ou adolescência ter assistido na TV o Barishnikov dançando isso, e fiquei fascinado pela música. Depois disso, tive acesso apenas ás pequenas peças , mas nunca tive uma versão completa da obra.
Valery Gergiev está em seu elemento natural, a música russa, e em outra especialidade, a música de teatro. Gosto muito deste regente, Logo postarei as sinfonias de Prokofiev e os concertos para piano do mesmo Prokofiev com ele, não dá pra não se render à sua energia, e esta Orquestra do Kirov também é de se tirar o chapéu.
Existem diversos momentos que poderia destacar nesta gravação, mas fico com a magnífica “Valsa das Flores”. Pungente, delicada, suave, a imagem que sempre me vem a mente quando a ouço é a do próprio Barishnikov flutuando sobre o tablado do Convent Garden. Minha mãe comentava que parecia que ele desafiava a física, ignorando a lei da gravidade, e simplesmente andando no ar. Que beleza…! É de se ouvir de joelhos, mano PQP.

Piotr Illich Tchaikovsky – The Nutcracker – Valery Gergiev – Kirov Orchestra

01 – Overture
02 – Act 1 Tableau 1- The Christmas Tree
03 – Act 1 Tableau 1- March
04 – Act 1 Tableau 1- Galop and Dance of the Parents
05 – Act 1 Tableau 1- Dance Scene – The Presents of Drosselmeyer
06 – Act 1 Tableau 1- Scene – Grandfather Dance
07 – Act 1 Tableau 1- Clara and the Nutcracker
08 – Act 1 Tableau 1- The Nutcracker battles against the Army of the Mouse King – He wins and is transformed into Prince Charming
09 – Act 1 Tableau 2- In the Christmas Tree
10 – Act 1 Tableau 2- Scene and Waltz of the Snowflakes
11 – Act 2 Tableau 3- The Magic Castle on the Mountain of Sweets
12 – Act 2 Tableau 3- Clara and Prince Charming
13 – Act 2 Tableau 3- (a) Character Dances Divertissement – Chocolate (Spanish Dance)
14 – Act 2 Tableau 3- (b) Character Dances Divertissement – Coffe (Arabian Dance)
15 – Act 2 Tableau 3- (c) Character Dances Divertissement – Tea (Chinese Dance)
16 – Act 2 Tableau 3- (d) Character Dances Divertissement – Trépak (Russian Dance)
17 – Act 2 Tableau 3- (e) Character Dances Divertissement – Dance of the Reed Pipes
18 – Act 2 Tableau 3- (f) Character Dances Divertissement – Polichinelle (The Clown)
19 – Act 2 Tableau 3- Waltz of the Flowers
20 – Act 2 Tableau 3- (a) Pas de deux – Intrada
21 – Act 2 Tableau 3- (b) Pas de deux – Variation 1 (Tarantella)
22 – Act 2 Tableau 3- (c) Pas de deux – Variation 2 (Dance of the Sugar-Plum Fairy)
23 – Act 2 Tableau 3- (d) Pas de deux – Coda
24 – Act 2 Tableau 3- Closing Waltz – Grand Finale

Kirov Orchestra
Valery Gergiev – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDP Bach

19 comments / Add your comment below

  1. FDP:

    Tenho a integral desse balé com a Filarmônica de Berlim com a regência de outro grande maestro russo (embora naturalizado americano) da atualidade, o Semyon Bychkov.

    Acho essa gravação com o Bychkov muito boa. Quando eu tiver tempo vou baixar essa que você postou com o Gergiev (de quem eu gosto muito também) para poder comparar os estilos.

  2. É, mano FDP. Não entendo até hoje como o Tchai tinha suas reservas quanto ao QN. Assim como as Quatro Estações, ele sobrevive a qualquer vulgarização massificadora.

  3. Desculpe, Ciço, não entendi o que significa a sigla QN.
    Fábio, tenho acompanhado meio que de longe a carreira do Bychkov, e vou procurar material dele para melhor apreciá-lo.

  4. Posso dizer que, assim como PQP, também estou me rendendo a Tchaikowsky. Tudo começou quando li o texto que PQP postou para acompanhar a Abertura Romeu e Julieta e trechos do Nutcracker com Karajan. Lá, ele dizia que Tchaikovsky era um Shostakovich a ser amadurecido e recomendava a audição da Abertura. Lá fui eu, com um pé atrás – e não é que a Abertura é algo muito pungente, belo e nada sentimental, no sentido pejorativo da palavra?
    Ouvirei com atenção esse Nutcraker e já estou de olho nas sinfonias. Por falar em Nutcracker, vocês conhecem a versão para dois pianos? Tem com a Argerich, aqui no
    http://classic4everyone.blogspot.com/2009/05/tchaikovsky-argerich-piano-concerto-no.html

    Abraços!
    GS.

  5. Gostei da sua recomendação, Exigente. Infelizmente tenho tido pouco acesso a gravações do Dorati, mas vou procurá-la. Tenho uma “Carmina Burana’ com ele que é muito boa, tirando a versão do Jochum, foi a melhor que já ouvi até hoje.

    1. É verdade, gravações do Dorati costumam ser difíceis de achar, tenho duas diferentes aqui, uma com a Filarmônica Húngara, a outra com a Sinfônica de Londres(eu acho), quando tiver tempo upo pra você.

  6. “Valery Gergiev está em seu elemento natural, a música russa, e em outra especialidade, a música de teatro. Gosto muito deste regente, Logo postarei as sinfonias de Prokofiev e os concertos para piano do mesmo Prokofiev com ele, não dá pra não se render à sua energia, e esta Orquestra do Kirov também é de se tirar o chapéu.”

    Meio desatento – só li esse trecho agora… – que foi muito bem colocado inclusive. Gergiev está genial nas sinfonias de Prokofiev, e a dupla Gergiev-Toradze pra mim é imbátivel nos concertos.

  7. Gosto muito da obra de Tchaikovsky, compositor muito criativo, de melodias fáceis e expansivas. Há quem o rotule de piegas… consegue ser sensível e rude na mesma obra, vai do elegíaco ao marcial, passando pelo lírico. A verdade é que no bojo de sua boiolice, ele é fantástico.

  8. Por falar nisso, falando sério, fica o registro a grandes vultos da música clássica que deixaram óbvio que a sexualidade nada tem a ver com o talento (escusado dizer que não estou fazendo apologia à turma do YMCA, já que meu negócio é mulher mesmo):

    Lully, Tchaikovsky, Saint-Saëns, Chopin, Ravel, Mahler, Poulenc, Britten, Tippett, Maxwell Davies, Virgil Thomson, Cage, R.R. Bennett, Bernstein, Barber, Copland, Menotti, Szymanowski, Lou Harrison, La Monte Young, Corigliano, Henze e outros (incluindo brasileiros).

    Fora os intérpretes: Horowitz, Richter, Jacques Klein, Peter Pears (o tenor companheiro de Britten), Michael Tilson Thomas…

  9. Fdp e Exigente:

    Antal Dorati gravou com a Filarmônica Húngara (também chamada de “Hungárica”) a integral das sinfonias de Haydn. No blog do Cuervo lopez ( http://www.elcuervolopez.blogspot.com ) há essa integral para baixar. Eu já baixei algumas das sinfonias, mas não tive tempo e vontade para baixar todas..rs.

    1. Esse integral é ótimo(acho que foi o primeiro, ou é o único, sei lá). Adoro as ‘Sinfonias Parisienses’ dele. Já as Londrinas, recomendo a gravação do Jochum, imperdível.

  10. Com uma postagem dessas, não a como não se comprometer em
    exaltar. Estimada como a melhor obra de balé de Tchaikovsky,
    mesmo que o compositor não tenha ficado muito satisfeito. Mas
    se tratando das obras do russo não existe nada de que me deixe
    malcontente. O Quebra nozes nessa versão, não conhecia, está
    primorosa!

Deixe uma resposta