Revalidado – Niccolò Paganini (1782-1840): 24 Caprichos, Op. 1 – Ilya Kaler

Eu realmente não gosto de Paganini. Eu realmente adoro estes caprichos. Como explicar? Convivo há anos com este paradoxo. Detesto os concertos, detesto as outras obras, amo — mas amo mesmo! — seu Op. 1. A gravação que Ilya Kaler fez para a Naxos é uma obra de arte a altura da música deste para mim estranho compositor. O som do violino é belíssimo, os andamentos parecem ser sempre os mais corretos. Na minha opinião muito pouco reverente aos ícones, dá para jogar fora os lendários registros de Accardo e tantos outros. São história.

Por favor, não pensem que sou apenas mais um dos admiradores do 24º Capricho, o qual inspirou Brahms, Rachmaninov e Lutoslawski a escreverem variações sobre ele. Não, gosto e ouço regularmente todos, apesar de reconhecer a genialidade do 24º.

IMPERDÍVEL!!!

Paganini: 24 Caprices, Op. 1

1. No. 1 in E major 00:01:56
2. No. 2 in B minor 00:02:47
3. No. 3 in E minor 00:03:46
4. No. 4 in C minor 00:07:27
5. No. 5 in A minor 00:02:34
6. No. 6 in G minor 00:06:26
7. No. 7 in A minor 00:03:43
8. No. 8 in E flat major 00:02:36
9. No. 9 in E major 00:02:53
10. No. 10 in G minor 00:02:09
11. No. 11 in C major 00:04:17
12. No. 12 in A flat major 00:03:01
13. No. 13 in B flat major 00:02:24
14. No. 14 in E flat major 00:01:15
15. No. 15 in E minor 00:02:50
16. No. 16 in G minor 00:01:38
17. No. 17 in E flat major 00:03:41
18. No. 18 in C major 00:02:44
19. No. 19 in E flat major 00:03:02
20. No. 20 in D major 00:03:37
21. No. 21 in A major 00:03:22
22. No. 22 in F major 00:02:39
23. No. 23 in E flat major 00:03:39
24. No. 24 in A minor 00:04:53

Ilya Kaler, violino

Total Playing Time: 01:19:19

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

[restaurado por Vassily em 6/6/2020]

40 comments / Add your comment below

  1. Grande postagem PQP, esperava há muito tempo os Caprices deste genio do violino, inspiração dos grandes representantes do Romantismo na musica!
    Grande postagem

  2. Verdade, PQP, com Ilya Kaler, realmente dá pra aposentar Accardo, Ricci e outros.

    É um dos vários subestimados violinistas da atualidade. O que falta em marketing, sobra em técnica e inteligência. Sou curioso para conhecer as sonatas e partitas com ele, lançadas há pouco.

  3. Os capricho com Kaler são realmente muito bons. (palavra de violinista!)

    Acho que esta gravação e aquela feita pelo Perlman são as que mais gosto.

    Com relação aos concerto, são um saco sim. É quase tudo igual e só o que importa é o violino solo.
    Mas acho que neste meio todo, destaca-se o #1 em D. Há fraseados muito bem consertados para a orquestra e o violino. Sem contar que o #1 é de um maestria incrível.. aqueles saltatos e ricochets são fantásticos.

    Enfim, nesta gravação, gosto muito dos Caprichos #6, #10 e #16 (juro que não é só pela tonalidade!).

    Inté
    Rafs

  4. Só impressão minha ou há realmente um pequena confusão na numeração da faixas do cd?

    Eu ainda acho que o #24 é em lá menor e não em sol menor.
    Como o #16 é em sol menor e não em dó.
    E assim vai indo…

  5. Oi pessoal!
    Ouvir as diabruras de um violinista tocando Paganini sem vê-lo fazendo-as é quase como se nos deliciássemos ouvindo a narração de um jogo de tenis transmitida pelo rádio, sem ver o que os jogadores conseguem fazer com suas endiabradas técnicas.
    A imaginação não é suficiente para compensar a falta de interesse que o locutor, por mais magistral que seja, não consegue vivificar.
    De fato, eu deteso ouvir Paganini.
    Curiosamente, porém, não detesto “ver” um grande violinista tocando o mesmo Paganini.
    O violinista torna-se meio mágico.
    É isto!
    Um grande abraço.
    Edson

  6. Alguém sabe dizer se o Heifetz gravou todos os 24 caprichos de Paganini? E os outros da “velha guarda” (Menuhin, Minstein, Oistrakh, por ex)?

  7. Prefiro os caprichos aos concertos. Acho-os meio “circenses”(por falta de palavra melhor).

    Gostei da interpretação, o som está bem legal.

  8. Fábio,

    Vários deles gravaram os caprichos. É quase que um lei. Além de serem boas composições, ainda mostram a todos que os “caras” são bons: uma propaganda para eles.

    (Acontece que nem sempre a coisa fica boa, né?
    Mas tudo bem… isto é algo muito subjetivo!)

    Rabin gravou pela EMI. Boa gravação. Perlman também pela EMI. Mintz, Accardo, Midori, Ricci, etc.

    Eu tenho alguns caprichos com o Heifetz e um ou outro com Oistrakh, mas não sei se eles gravaram todos os 24.

    Com relação aos arquivos, PQP, posso dar uma corrigida neles e deixá-los direitinho, mas só no final de semana. Se quiser, faço isto e mando para você ou coisa do gênero.

    Com relação aos caprichos, eles são visíveis, sim.

    Ouça o #1, por exemplo, você consegue ver o arco do violinista fazendo sua técnica avançadíssima e dificílima de ricochet saltato com posições e acordes muito complexos para a velocidade da interpretação. Ou ouça o #5 (o mais bobinho em minha opinião), é um estudo de escala muito rápido; dá para ver o violinista fazer 5000 notas em uma arcada só e depois surge um staccato marcado muito bonito que mostra a qualidade da técnica do violinista.

    Para os que não sabem, fazer um staccato mesclado com um spiccato rápido depois de um détaché é o inferno de difícil!

    Bem, melhor para por aqui, se não faço um análise de cada um dos 24 caprichos.

    Inté
    Rafs

  9. Oh gente Rafa?
    Imaginar é criar imagens mentais.
    Ver é registrar o acontecido através do ógão da visão.
    Ver é uma coisa dificílima e cheia de contradições entre dois o mais obsevadores.
    Ao contrário, imaginar é fácil demais
    Fácil mas muito particular, pois,é criar o que nossa mente quiser… …e olhe que a MENTE…
    …quase sempre…

    …MENTE DEMAIS…

    Mas, tudo bem!
    Que cada qual fique com sua rica imaginação endiabradamente criativa que eu, particularmente, vou é querer visualizar, de fato, o máximo que eu puder e, se possível, em DVD, para poder ver, em Câmera bem Lenta, sem perder nem o mais ínfimo gesto do virutosi que é capaz de tocar endiabradamente tudo isto ai.
    Vendo assim, arrisco-me a cometer menos equívocos da imaginação.
    Tá! Vamos em frente que enquanto discutimos por aqui outros gênios nascem por aí…
    Um abração
    Edson

  10. Bom, na verdade, eu sou um fã de carteirinha de Paganini, gosto de todas as musicas, e kuando digo todas é todas mesmo! Admiro todo seu repertório porque sou viciado em solo.Adoro solar principalmente Paganini, ele é a minha inspiração principal, mas nao a unica.Tenho vários albums de Accardo tocando ele, inclusive meus 24 aprichos sao tocados pelo Perlman. E eu axo q essa pagina deveria estra comentarios de kem gosta do kara, nao kem critica, mas tudo bem.
    Enfim ele revolucionou a musica tocada pelo violino, entao axo que todos os violinistas “devem” suas tecnicas a ele…

  11. Eu não entendo muito de música nem sou muito chegado nos concertos de Paganini, mas ele tem muitas outras musicas que são muito boas também, além destes caprices. São exemplos Canaval de veneza, I palpiti e La Campanella. Valeria a pena posta-las.

  12. Há muito tempo atrás eu tive esse cd de Paganini com Ilya Kaler, na verdade essa foi a minha primeira audição dos caprichos.
    Recomendo a todos a interpretação dos Caprichos com ”shlomo mintz”
    Gosto muito dos Concertos tenho interpretações com Sarah Chag e Salvatore Accardo

  13. Paganini é o mestre do violino.

    Eu, particularmente, não consigo imaginar um amante do violino que não goste dos concertos do “violinista endiabrado”, pelo menos “La Campanella”…

    Os interpretados pelo Accardo são os melhores, na minha opinião. Gosto muito da Cadenza que ele executa no primeiro e quinto.

    Parabéns pelo belo blog.

  14. Tá dando certo ao clickar no link:

    “This file is neither allocated to a Premium Account, or a Collector’s Account, and can therefore only be downloaded 10 times.

    This limit is reached.

    To download this file, the uploader either needs to transfer this file into his/her Collector’s Account, or upload the file again. The file can later be moved to a Collector’s Account. The uploader just needs to click the delete link of the file to get further information.”

  15. Pois então, o link está quebrado!

    Seria possível posta-lo novamente? Estou muito animado pra ouvir esse CD!

    Abraço!

  16. PQP, me desculpe insistir mais uma vez no mesmo assunto, mas seria possível postar novamente esse CD?

    Não o encontro em lugar algum, e a qualidade dos CDs postados aqui sempre são incríveis. Sou bastante chato com a qualidade da gravação, mas nunca baixei nada ruim aqui!

    Parabéns pelo trabalho de vocês, espero que continuem tornando o trabalho de tais mestres acessível para cada vez mais pessoas, como tem tornado para mim!

    Abraço!

  17. PQP, faço coro com o Alexandre! Ficaria muito, muito grato se o link fosse revalidado, pois os 6 concertos para violino que baixei aqui são simplesmente arrebatadores!
    E parabéns pelo blog! Já o visito há cerca de 2 anos, mas nunca havioa comentado. Vocês fazem um excelente trabalho!

  18. Paganini revolucionou toda a técnica do violino, quer nos seus aspectos técnicos quer melódicos. Não consigo imaginar melhor autor a compor para violino exceptuando, talvez, o concerto para violino de beethoven op.61. Reconhecer que possa haver alguém que não goste de Paganini não me é difícil, mas não concebo que alguém possa criticar a obra do mestre se esse alguém for amante de música clássica. Os seus 6 concertos para violino conhecidos são partituras de uma complexidade assinalável, mesmo as partes de orquestração, que nada ficam a dever a nenhum sinfonista. Quanto aos caprichos, eles são o expoente máximo do que um ser humano pode extrair desse instrumento, e não conheço nenhuma obra, pelo menos na civilização ocidental, em que a complexidade, tão bem aliada à sonoridade e melodia sejam tão relevantes. Mas é claro que Paganini tem muitas outras obras provavelmente não conhecidas do público em geral, como são o caso das sonatas concertatas para violino e guitarra (24). Ouçam e digam alguma coisa. Paganini é um génio!!!
    Obrigado pela existência deste blog. É uma pérola num mar de futilidades

  19. Engraçado. Estou ouvindo agora no youtube uma certa Li Jie tocar o 24º no violão, coisa de louco! Então, portanto e todavia… Alguém por gentileza poderia concertar o link?

  20. Engraçado. Estou ouvindo agora no youtube uma certa Li Jie tocar o 24º no violão, coisa de louco! Então, portanto e todavia… Alguém por gentileza poderia consertar o link?

  21. pqp . parabens pelas postagens que são feitas,

    venho tentando baixar os 24 caprichos
    e não estão mais disponíveis,
    por favor revalide-os. obrigado,
    um ótimo 2011.antenor

  22. A maior parte dos violinistas antigos não gravou os caprichos completos, somente alguns e ainda com acompanhamento de piano, que eu saiba somente Michael Rabin, Ricci e por último Ivry Gitlis gravou completo, sendo que este último liberou a gravação para o mercado recentemente, embora a tenha gravado na década de 70.
    Também concordo que Kaler é muito bom nos caprichos, porém nos 2 primeiros concertos não tenha se saído muito bem na minha opinião, tem gravações bem melhores.

  23. oh PQP Bach… eu realmente gosto de Paganini, mas você acredita que tinha comigo já há uns 4 anos os Caprices com o Kaler e só tinha ouvido o cd até a faixa 9? Daí ontem tomando banho ouvi o danado todinho e meu, Salvatore que me salve, o Ricci que vá pra Cremona! Mas o Ilya é Monstruosamente Caprichoso! e PQP Bach ainda espero o post do Ghiribizzi do Paganini, seja ele com o Sebastiani, Pasolini, Armani, Mussolini… mas posta!

  24. buen dia acabo de enterarme de tu webblog y la verdad es que me parece estupendo no sabia de mas personas interesadas en estos temas, aqui tienes un nuevo lector que seguira visitandote a diario.

Deixe uma resposta