Luigi Nono (1924-1990) – Como una ola de fuerza y luz, for Soprano, Piano, Orchestra and Magnetic Tape (1971-72) / …sofferte onde serene… For Piano and Magnetic Tape (1976) / Contrapunto dialettico alla mente, for Magnetic Tape (1968)

O veneziano Nono foi comunista como Pollini, Berio e Abbado e é com eles — menos Berio — que gravou este disco para a DG. Era mais do que comuna, foi casado com Nuria Schönberg, filha de Arnold Schönberg, o grande revolucionário da música da primeira metade do século XX. Nuria e Nono permaneceram juntos e casados até a morte do compositor. Seu interesse pela política era tanto que passou a combinar com frequência textos políticos com música revolucionária.

Como una ola fuerza y luz (1972) é uma homenagem a Luciano Cruz, líder revolucionário chileno, assassinado em 1971, dois anos antes de Henry Kissinger planejar e realizar o golpe do fascista Augusto Pinochet. O nome Luciano é ouvido claramente durante a obra. Já …Sofferte onde serene… (1976) é belíssima e dedicada ao luto do ex-aluno Maurizio Pollini, o qual perdera dois parentes na época. Contrappunto dialettico alla mente (1968) é a mais política das três obras, incluindo palavras de Malcolm X e de panfletos contra a guerra do Vietname. Tudo em italiano.

É um disco absolutamente notável, às vezes de incrível violência orquestral, mas não é para qualquer um ou para quem esteja chegando agora sem nenhuma noção daquilo que foi o Século XX. A estupenda atuação de Pollini e Abbado nesta gravação a eleva a níveis anormais musicalidade, virtuosismo e significação.

Luigi Nono – Como una ola de fuerza y luz, for Soprano, Piano, Orchestra and Magnetic Tape (1971-72) / …sofferte onde serene… For Piano and Magnetic Tape (1976) / Contrapunto dialettico alla mente, for Magnetic Tape (1968)

Como Una Ola De Fuerza Y Luz for soprano, piano, orchestra and tape
1. Beginning
2. I. Interno Dolce
3. II. Duro Deciso
4. Piano Entry
5. III. Dolcissimo Sereno
6. Orch Entry
7. Orch And Pno Entry
Slavka Taskova – soprano.
Maurizio Pollini – piano.
Bavarian Radio Symphony Orchestra.
Conductor – Claudio Abbado.

8. …Sofferte Onde Serene… for piano and magnetic tape
Maurizio Pollini – piano

9. Contrappunto Dialettico Alla Mente for magnetic tape
I. Diletto delitto moderno
II. Mascherata di vecchietti
III. Intermedio di venditore di soffio
IV. Lo zio Sam racconta una novella
Liliana Poli – soprano.
Cadigia Bove, Marisa Mazzoni, Elena Vicini, Umberto Troni – voices.
RAI Chamber Choir, Rome.
Director – Nino Antonellini.

Production and artistic supervision: Rainer Brock (1-8).
Artistic supervision: Luigi Nono (9).
Ballance engineers: Klaus Hiemann (1-7), Marino Zuccheri (9).
Sound engineer: Marino Zuccheri (8).
Sound direction: Luigi Nono (8)

CD: Deutsche Grammophon, Germany, 1988 (423 248-2).
1-7 originally released on LP by DG in 1974 (2530 436).
8 originally released on LP by DG in 1979 (DGG 2531 004).
9 originally released on LP by DG in 1970 (2561 044).

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

8 comments / Add your comment below

  1. Caro Senhor PQP Bach:

    escrevo na esperança de que o restante de minhas sonatas para piano seja postada em breve. A interpretação de Herr Arrau muito me agrada e estou realmente ansioso para ouvir o resto. Depois que eu morri, minha audição melhorou muito. Tenho até mesmo trabalhado numa décima sinfonia e num outro concerto para violino.
    Um abraço do seu:
    Ludwig.

  2. Herr Beethoven:

    Cuánto me agradaría poder hacer realidad esa esperanza suya, pues su súplica fue escuchada, al menos por mi. Así mismo, quisiera hacerle saber que es todo un honor el que haya sido usted, quien de su puño y letra nos anunciase la primicia de la extensión de su obra . Cómo me encantaría poder disfrutar de la décima y de sus conciertos para violín. El problema que ambos tenemos, es que ninguno de los dos podemos, por no decir sabemos, poner la música en la red para deleite de los demás. En cuanto a su sordera, permítame decirle que me hace feliz saber que mejoró.
    Quedo de usted, atentamente,

    Nina

  3. E Sonatas do Beethoven é com Kempff ou Schnabel, mas com este, infelizmente, as gravações estão ruins,dos modernos Brendel…….Pollini é um bom amigo antigo de partido,coisa sentimental.

  4. Pô CDF. Você postou o 1º CD do Weber, e me deixou aqui babando até agora? Tem idéia de quanto isso é desconfortável e molhado?
    Desesperado, mas agradecido,
    Serial Listener.

Deixe uma resposta