J. S. Bach (1685-1750) – Obras Completas para Órgão (CD 3 de 12)

Excelente! Neste CD começam as esplêndidas Triosonatas. Sei que Otto Maria Carpeaux não é o mais indicado historiador musical, mas, de qualquer forma, há uma afirmativa curiosíssima no livro. Carpeaux diz, para os anos 20 do século passado, a maior obra de todos os tempos eram estas 6 Triosonatas, encaradas como superiores à Missa em Si Menor, aos 6 Concertos de Brandenburgo, às Goldberg, à Oferenda, etc. e às obras de qualquer outro compositor. Apesar de quase inacreditável, sei que Carpeaux não era burro nem mentiroso, só não era um especialista em música. Eu gosto muitíssimo das Triosonatas e já estou ouvido o vivaz primeiro movimento da Nº 1. O que você está esperando?

Obras Completas para Órgão (CD 3 de 12)

1-2. Prelude and Fugue in B minor, BWV 544 (13:47)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Date Written 1727-1731
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1962
3-4. Prelude and Fugue in F minor, BWV 534 (9:49)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Date Written 1708-1717
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1962
5-6. Prelude and Fugue in C minor, BWV 546 (12:46)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1962
Notes Composition written: ?Weimar, Germany (1708 – 1717).
7-8. Prelude and Fugue in A minor, BWV 543 (11:27)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Date Written 1708-1717
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1962
9-11. Trio Sonata for Organ no 1 in E flat major, BWV 525 (13:14)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Date Written circa 1727
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1956
12-14. Trio Sonata for Organ no 6 in G major, BWV 530 (13:45)
Performer Helmut Walcha (Organ – Frans Caspar Schnitger – 1723)
Date Written circa 1727
Recording Studio
Venue St. Lauren’s Church, Alkmaar, Holland
Recording Date 09/1956

BAIXE AQUI -DOWLOAD HERE – Parte 1

BAIXE AQUI -DOWLOAD HERE – Parte 2

14 comments / Add your comment below

  1. Prezando Sander,
    Gostaria de entender a vossa mensage. Ao meu ver ela não é clara e nen objetiva na pagina de um blog prestigiado como esse. “Algumas coisas não são pra ser sentida e compriendida por certas cabeças” – Dizia Friedrich Nietzsche, um pensador além da época vigente. Blah é essencia, espiritualidade e harmonia do além da comprienção humana. Vc. pode esta somado ao descaço de que não pará no mundo dos bachianos.
    Perdoei-me, mas Obras Completas para Órgão não é digna de seres humanos como vc.
    Ao criador desse blog minhas desculpas, mas não aceito espressões como essas.

  2. Prezado Gê
    Quando escrevi “Bach é foda” quis dizer que a música de Bach, seus concertos, motetos, cantatas, sonatas, e, aqui, suas obras para órgão, SEMPRE encantam, graças a engenhosidade e criatividade do grande compositor alemão. Por “Bach é foda” não quis dizer “Bach é um chato insuportável”. Só se, de onde vc veio, expressões desse tipo tenham conotação pejorativa somente.
    Agora, não sei se vc quis me ridicularizar ou se, na pressa ou raiva, escreveu TÃO ERRADO que tive dificuldade de entender certas passagens de seu post. Mas “captei” a mensagem. Inclusive citando uma suposta frase de Nietzche para dar respaldo a sua idéia sobre mim.
    “(…) Obras Completas para Órgão não é digna de seres humanos como vc.” Pode ser. Porém, como pode ter certeza? Pelo que escrevi, não?? Mas vc entendeu errado.
    Em todo caso, QUEM É VC PARA DIZER SE ALGO É DIGNO OU NÃO DE ALGUÉM?? QUALQUER ser humano, do mais “desprezível” ao mais notório PODE ouvir, ler, comer etc. o que quiser!! Se vai apreciar ou não , são outros quinhentos. Mas, no meu caso, eu aprecio (e muito) as Obras para Órgão de Bach.
    Espero ter esclarecido alguma coisa. E, espero mais ainda, que vc responda a esse meu post. Tchau.

    Sander

  3. Prezado Sander:
    Grato pela sua resposta.
    Resalvo o meu pedido de desculpas aqui nesta pagina, pelo comentário acima publicado, crendo q momento algum conteve a idéia de ridicularizar sua MSN tão clara e expressiva com complemento conclusivo q ela teve. ” Sendo redundante e vulgar: Bach é foda!!!!” diz muita coisa e vc tem razão, deixa claro a idéia q vc deixou (na qual ao ler, não compriendi) e foi preciso responder por ela. Quanto a Friedrich Nietzsche, creio q terá de pegar umas aulinhas de filosofia ou teria complientido a msn.
    Sou admirador e um eterno amante de Bach, como vc e outros q aqui tem o privilegio de beber a mais pura fornte bachiana.
    Se precisar estou ao seu dispor Prof. de português.
    Abraço e sem ressentimentos.

  4. Prezado Gê:
    Aceito suas desculpas. Da minha parte não haverá rancor.
    Eu entendi a afirmação de NIetzche, só que vc a usou como se servisse como uma carapuça em mim. Confesso que realmente preciso de umas aulas de filosofia pois, além de desconhecer a afirmação, eu aprecio essa ciência. Nietche é um dos meus filósofos preferidos, tanto que possuo e li livros dele comercializados pela Companhia das Letras. Por possuir apenas alguns títulos, a frase reproduzida estaria em outro livro, ou mesmo em algum dos quais possuo. Nesse caso, passou batida.
    E não sou prof. de portuga: é muito cansativo e frustrante. Mas obrigado assim mesmo.
    Abraços.

    Sander

  5. Amigo Gê, você por acaso sabe o que significa P Q P (veja o nome do blog) ? e F D P (o outro padrinho do site)? Se sabe, porque acessa o site se a suposta vulgaridade das expressões te ofende? Porque os mp3 são de graça? Não seria um pouco de hipocrisia criticar o colega Sander, mas não os donos do blog?

    Não estou te criticando nem polemizando, são apenas indagações que me vieram quando li o que postou.

    Um abraço.

  6. Bach não é só foda como é também muito foda!
    E esse blog é do caralho! quero deixar claro no bom sentido pros mais puritanos que levam tudo ao pé da letra!

  7. Nao sou radicalista, neoculturalista e muito menos tenho Phd e doutorado em música bachiana; ainda bem q mesmo assim pude fazer o mesmo que todos fizeram: baixar e ouvir o CD!
    Ps: a discussao até q tava legal 🙂

  8. Sou PHD e Doutorado em Churrasco e a musica do Bach é dos infernos mesmo pode crer o cara foi inspirado pelo mesmo Deus dos Illuminati, o cara é o cara!

  9. Quando Bach compos, provavelmente a única intensão, se não a primeira, era que as pessoas ouvissem a música. Ouçamos. Pois ainda temos ouvidos. PAZ.

  10. Uma vez entrei na padaria para tomar umas Brahmas da Antárctica. Lá sentado estava um rapaz que, pela cara, parecia deveras borocochó. Ensimesmado, deixava escapar muchochos e imprecações à existência.
    Ofereci-lhe um copo e disse: Pois é, é foda ser pobre.
    O rapaz subitamente saiu de sua letargia, me olhou espantado e, ato contínuo, rasgou minha camisa. Espumava ódio; seus olhos faiscavam. Veio o pessoal do deixa disso, paguei a onça e me mandei.
    Provavelmente, creio, entendera que lho dissera ser ele um pobre fudido. Pois é. Mas ainda creio em Bach.

  11. Puxa exelente esse CD,quando ouvimos, parece que somos tomados por um tipo de sentimento maravilhoso.
    Desculpas pelo meu péssimo comentario, porém não podia deixar de escrever algo, mesmo que fosse somente uma palavra, parabéns ao autor da postagem.

Deixe uma resposta