Felix Mendelssohn (1809 – 1847) – Sinfonias Nº 1 e 5, A Reforma

Na minha opinião, a obra-prima de Mendelssonhn é a Sinfonia Nº 5, “A Reforma”. Mais: trata-se de uma das maiores peças de todo o repertório orquestral. Verdadeiro elo entre o barroco perdido e o classicismo, a obra foi composta para comemorar os 300 anos da Reforma Religiosa em 1830. É a sinfonia mais austera de Mendessohn, que tratou de olhar para o passado da música alemã e nele viu Bach. Não apenas o movimento final é baseado no hino luterano Ein’ feste Burg ist unser Gott – também utilizado por Bach na célebre Cantata BWV 80 e aqui anunciado por uma flauta -, como o primeiro movimento leva o assim chamado “Amém de Dresden”, depois utilizado por Wagner no Parsifal. “A Reforma” foi publicada em 1868, depois da morte do autor, e estreou em Berlim somente em 15 de novembro de 1832. A intenção de estreá-la em 1830, nas comemorações do tricentenário da Confissão de Augsburgo (1530), fracassou por motivos políticos. Ficou uma belíssima sinfonia, séria e cheia de elementos retirados da liturgia protestante. Curiosamente, Mendelssohn dizia-se insatisfeito com a obra, mas ainda bem que sofria da Síndrome de Bruckner, deixando-a chegar até nós sem revisões. Nos movimentos rápidos, há claros ecos de beethovenianos; compreensível, afinal, o mestre tinha falecido 3 anos antes. Na minha opinião, é uma sinfonia que beira a perfeição.

Ah, a Sinfonia Nº 1. É bonitinha, mas não chega aos pés da grande Quinta de Mendelssohn.

Felix MENDELSSOHN: Symphonies Nos. 1 and 5

Symphony No. 1 in C minor, Op. 11
I. Allegro di molto 00:10:26
II. Andante 00:06:18
III. Menuetto: Allegro molto 00:06:55
IV. Allegro con fuoco 00:08:56

Symphony No. 5 in D major, Op. 107, “Reformation”
I. Andante – Allegro con fuoco 00:12:47
II. Allegro vivace 00:06:55
III. Andante 00:04:53
IV. Chorale: Ein’ feste burg: Andante con moto – Allegro vivace 00:08:48

Ireland National Symphony Orchestra
Seifried, Reinhard, Conductor

Total Playing Time: 01:05:58

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

7 comments / Add your comment below

  1. 2 posts de mesma autoria em 2 horas, deve ser um recorde

    bons ups, porém ambos já fazem parte de minha coleção

    Off.: gostei da entrevista, mas vejo que deve estar com muito boa saúde, afinal, com 300 anos ainda quer “cavalgar na valquíria” e não fala lentamente.

  2. Que beleza! Esta postagem atendeu a um pedido que não fiz. Faz meses que corro atrás de sinfonias de Mendelssohn; procuro nas lojas aqui em BH e acho apenas gravações que não me arrisco a comprar.

    São poucas as obras orquestrais de Mendelssohn que conheço, mas basta escutar sua abertura “As Hébridas – A caverna de Fingal” para ver que sua fama de grande orquestrador tem fundamento. Eu fico arrepiado quando escuto essa obra.

    Abraço

  3. Amigo PQP

    uma delicia a 5ª sinfonia belissíma, gostaría de pedir postagens da música de câmara de Mendelssohn, que eu sou apaixonado, é serena, bela, poética, realmente me encanta, e vou ficar torcendo para sensibilizá-lo, eu seria mais feliz, tendo seus trios, quartetos à mão.

    um grande abraço
    Rafael

  4. Amigo FDP

    obrigado aguardarei ansioso sem o trabalho maravilhoso de vocês eu não cosneguiria aqui do meu deserto ter um oásis como este.

    um grande abraço
    Rafael

  5. Olá.
    vocês poderiam colocar o link pra funcionar de novo?
    gostaria de fazer o download desse cd.
    Desde já agradeço a atenção.
    forte abraço

Deixe uma resposta